Alvar Aalto: A Natureza Como Modelo e Inspiração Para a Arquitetura e o Design

Arquiteto, designer de mobiliário e até de vasos de cristal, entre outras atividades, na biografia de Alvar Aalto também consta sua participação na Guerra Civil da Finlândia (onde nasceu) por curto período de tempo, mas o que não deixa de ser marcante.

Rotulado como um arquiteto moderno e orgânico, a verdade é que Alvar Aalto sempre fez questão de incorporar um elemento da paisagem e da tradição Finlandesa em sua obra: o uso da madeira, muitas vezes reciclada, tanto nos móveis como nas edificações.

Em um cenário onde as florestas de bétulas são extremamente inspiradoras, tanto o material como a estética vertical dessas árvores transitam pela obra de Alvar Aalto, o que lhe confere está conceituação de “orgânica”, mas com um significado que extrapola a interpretação tradicional dessa palavra e fica bem claro nesta frase dele:

O melhor comitê de padronização é a própria natureza, mas nela a padronização se dá principalmente, ou quase exclusivamente no campo dos menores elementos possíveis, quer dizer, nas células. O resultado são milhões de combinações flexíveis onde não cabe o estereótipo. Outro resultado é a imensa riqueza e a variedade inesgotável das formas de crescimento orgânico

Confira mais da biografia de Alvar Aalto, neste artigo, e não deixe de ler também mais algumas biografias de arquitetos “orgânicos”:

Alvar Aalto: Biografia

Nascido em Kuortane, Finlândia, em 1898, o arquiteto Alvar Aalto notabilizou-se também pelo design.

Em 1903, ainda criança, Alvar Aalto mudou-se para a cidade de Jyväskylä, que seria de grande importância para sua carreira, no futuro.

Em 1916, Alvar Aalto ingressa na Universidade de Tecnologia de Helsinque. Mas não consegue prosseguir seus estudos, pois o país é paralisado pela eclosão de uma guerra civil, da qual Alvar Aalto participou ao lado do chamado exército Branco, que se opunha ao Vermelho, ligado à Rússia.

Com o fim das hostilidades, Alvar Aalto se gradua na Universidade, em 1921, e seu primeiro projeto, no ano seguinte, foi a casa de seus pais.

Alvar Aalto abriu seu próprio escritório em 1923, na cidade de Jyväskylä, onde vivera na infância, e trabalhou lá, ao lado da esposa, Aino Marsio, até 1927.

Após esse período, uniu-se em uma parceria com Erik Bryggman, também um arquiteto finlandês, com quem trabalhou até 1933.

O início da experiência a Alvar Aalto no design se deu de forma curiosa, por volta de 1932. Chamado para o projeto de um Hospital, em Paimio, notou que tanto a arquitetura quanto o mobiliário precisavam ser adaptados ao estado dos pacientes. Veja o que escreveu sobre a experiência:

A primeira coisa que descobri foi que as habitações de modo geral eram projetadas para pessoas na posição vertical e não para as que passam os dias estendidas na cama. Um aposento não projetado especificamente para pessoas na posição horizontal não possui equilíbrio interno nem verdadeira paz. Por isso tratei de desenhar espaços para pacientes ativos com a finalidade de envolver o estar na cama numa atmosfera de tranquilidade

Um ótimo exemplo dos pontos a se prestar atenção na arquitetura hospitalar e oferecer uma boa experiência aos pacientes.

Este exercício adaptativo de mobiliário inspirou Alvar Aalto.

Em 1935, ele fundou com sua esposa a Artek, empresa especializada no design de móveis utilizando técnicas que empregam o uso de madeira compensada moldada, criando banquetas, cadeiras e poltronas que são comercializadas até hoje, como a Poltrona Laca, criada especialmente para o Hospital de Paimio.

Alvar Aalto: Paimio - Poltrona Laca

Alvar Aalto: Paimio – Poltrona Laca

Nos anos 40, Alvar Aalto tornou-se professor convidado da faculdade de Arquitetura do MIT, nos Estados Unidos, período em que desenvolveu um de seus mais conhecidos projetos: o Baker House Dormitory, para abrigar os estudantes da faculdade, em 1946.

Alvar Aalto: Baker House Dormitory

Alvar Aalto: Baker House Dormitory

Em 1952, Alvar Aalto casou-se com Elissa Makiniemi (a primeira esposa falecera em 49) que tornou-se responsável por seu escritório até 54.

Pouco antes, em 1951, foi chamado a projetar o campus universitário da cidade de Jyväskylä, tão familiar para ele, como comentamos no início do artigo.

Alvar Aalto, designer e arquiteto, recebeu diversos prêmios, como a Medalha Príncipe Eugênio, em 1954; a Medalha de Ouro do RIBA (Royal Institute of British Architects) e a Medalha de Ouro do American Institute of Architects, em 1963.

Além de publicar vários artigos acadêmicos, como “A humanização da arquitetura” e “A Madeira Como Material Construtivo”.

Alvar Aalto faleceu em Helsinque, em 1976, considerado um dos maiores arquitetos da Finlândia e reconhecido mundialmente.

Veja mais sobre a obra de outros famosos arquitetos, do Brasil e do mundo:

  • Carlo Scarpa, artista italiano de múltiplos talentos: arquiteto, designer, professor e escritor
  • A gente tem que sonhar, se não as coisas não acontecem: Oscar Niemeyer

Principais destaques na obra de Alvar Aalto

 

Alvar Aalto e Villa Mairea

Edificada em 1938, a Villa Mairea, em Noormarkku, é uma casa de verão cuja planta em forma de “L” se inspirava em uma obra clássica da arquitetura finlandesa, o estúdio Ruovesi.

Alvar Aalto: Villa Mairea - Floresta

Alvar Aalto: Villa Mairea – Floresta

Marcada por uma lareira e com ambientes integrados, além da presença de um mezanino, a casa usa elementos tradicionais da obra de Alvar Aalto, como a madeira e tijolo aparente, mas combinados com outros materiais mais modernos e alvenaria.

Alvar Aalto: Villa Mairea - Interior

Alvar Aalto: Villa Mairea – Interior

Alvar Aalto: Villa Mairea - Biblioteca

Alvar Aalto: Villa Mairea – Biblioteca

O efeito é uma integração com o entorno, uma floresta de bétulas.

Alvar Aalto: Villa Mairea - Lateral

Alvar Aalto: Villa Mairea – Lateral

A parte de cima é reservada aos aposentos privados, enquanto a parte inferior concentra os ambientes de estar, trabalho e lazer, permitindo uma integração harmônica com pátios internos, jardins, a sauna e a piscina.

Alvar Aalto: Villa Mairea - Piscina

Alvar Aalto: Villa Mairea – Piscina

Veja também: Isay Weinfeld – toda elegância do minimalismo

Baker House, de Alvar Aalto

O dormitório para estudantes do MIT, projetado enquanto Alvar Aalto era professor da renomada universidade situada na Califórnia, tem um formato curvilíneo, como uma serpente.

Alvar Aalto: Baker House - Vista aérea

Alvar Aalto: Baker House – Vista aérea

Alvar Aalto: Baker House - Curvas

Alvar Aalto: Baker House – Curvas

O objetivo das curvas não era meramente estético, mas uma solução para que o maior número possível de quartos tivesse vista para o belo Rio Charles, que ladeia o prédio.

Alvar Aalto: Baker House - Rio Charles

Alvar Aalto: Baker House – Rio Charles

O resultado final dessa maximização dos espaços fez com que fossem criados nada menos que 22 modelos diferentes de quartos, estrategicamente encaixados na planta.

Alvar Aalto: Baker House - Planta

Alvar Aalto: Baker House – Planta

Veja também: Neoplasticismo – Descubra o Movimento Artístico que Inspirou a Arquitetura Moderna

Outras obras de Alvar Aalto:

 

  • Clube dos Trabalhadores em Jyväskylä – 1924
Alvar Aalto: Clube dos Trabalhadores

Alvar Aalto: Clube dos Trabalhadores

  • Sanatório em Paimio – 1933
Alvar Aalto: Sanatório Paimio

Alvar Aalto: Sanatório Paimio

  • Biblioteca Municipal de Viipuri -1935
Alvar Aalto: Biblioteca Viipuri

Alvar Aalto: Biblioteca de Viipuri

Obras de Alvar Aalto: Biblioteca de Viipuri – Exterior

Obras de Alvar Aalto: Biblioteca de Viipuri – Exterior

Obras de Alvar Aalto: Biblioteca de Viipuri - interior restaurado

Obras de Alvar Aalto: Biblioteca de Viipuri – interior restaurado

  • Pavilhão finlandês na Exposição Mundial de Paris – 1937
Alvar Aalto: Pavilhão Finlandês em Paris

Alvar Aalto: Pavilhão Finlandês em Paris

  • Pavilhão finlandês na Feira de Nova Iorque – 1939
Alvar Aalto: Pavilhão Finlandês em Nova Iorque

Alvar Aalto: Pavilhão Finlandês em Nova Iorque

  • Prefeitura de Saynatsalo -1951
Alvar Aalto: Prefeitura de Saynatsalo

Alvar Aalto: Prefeitura de Saynatsalo

  • Universidade de Jyväskylä – 1951-1971
Obras de Alvar Aalto: Universidade de Jyväskylä

Obras de Alvar Aalto: Universidade de Jyväskylä

Obras de Alvar Aalto: Universidade de jyväskylä - Prédio

Obras de Alvar Aalto: Universidade de Jyväskylä – Prédio

Obras de Alvar Aalto: Universidade de jyväskylä - Interior

Obras de Alvar Aalto: Universidade de Jyväskylä – Interior

  • Casa da Cultura – 1952-1958
Obras de Alvar Aalto: Casa da Cultura

Obras de Alvar Aalto: Casa da Cultura

Obras de Alvar Aalto: Casa da Cultura - Escada

Obras de Alvar Aalto: Casa da Cultura – Escada

  • Casa Experimental Muuratsalo – 1953
Obras de Alvar Aalto: Casa Experimental - Muuratsalo

Obras de Alvar Aalto: Casa Experimental – Muuratsalo

Obras de Alvar Aalto: Casa Experimental – Muuratsalo – Entrada

Obras de Alvar Aalto: Casa Experimental – Muuratsalo – Entrada

Obras de Alvar Aalto: Casa Experimental Muuratsalo – Interior

Obras de Alvar Aalto: Casa Experimental Muuratsalo – Interior

  • Pavilhão finlandês na Bienal de Veneza – 1956
Alvar Aalto: Pavilhão Finlandês em Veneza

Alvar Aalto: Pavilhão Finlandês em Veneza

  • Heilig Geist Kirche – 1959-1962
Obras de Alvar Aalto: Heilig Geist Kirche

Obras de Alvar Aalto: Heilig Geist Kirche

  • Stephanuskirche – 1963-1968
Obras de Alvar Aalto: Stephanuskirche

Obras de Alvar Aalto: Stephanuskirche

Obras de Alvar Aalto: Stephanuskirche – Interior

Obras de Alvar Aalto: Stephanuskirche – Interior

Obras de Alvar Aalto: Stephanuskirche – Altar

Obras de Alvar Aalto: Stephanuskirche – Altar

  • Universidade Politécnica de Otaniemi – 1967
Alvar Aalto: Otaniemi

Alvar Aalto: Otaniemi

  • Palácio de Congressos em Helsinque – 1975
Alvar Aalto: Congresso em Helsinque

Alvar Aalto: Congresso em Helsinque

Com uma visão muito peculiar da arquitetura, selecionamos uma frase de Alvar Aalto que pode explicar mais claramente a sua maneira de ser arquiteto e designer:

A autêntica essência da arquitetura consiste em uma lembrança variada e em desenvolvimento da vida orgânica natural. Este é o único estilo verdadeiro de arquitetura

Quer se inspirar em mais frases de arquitetos? Confira esses posts de nosso blog:

Alvar Aalto surpreendeu a todos com suas obras, não é mesmo? Você também pode encantar seu cliente com um projeto incrível! Receba nosso material e confira dicas que vão dar um UP na sua carreira: