Stefano Boeri: o criador das florestas verticais que combate as mudanças climáticas deixando as cidades mais verdes

nanjing-towers

Stefano Boeri: Nanjing Towers

O italiano Stefano Boeri é um importante arquiteto, planejador urbano e político da atualidade. Profissional de renome, ele trabalha com projetos voltados, principalmente, para as questões do meio ambiente e a escassez de habitações. Seu principal objetivo é combater as mudanças climáticas, transformando as cidades em zonas mais verdes.

Recentemente, ele lançou uma campanha mundial contra o desmatamento, a favor da proteção das florestas e o plantio de mais espécies naturais nas cidades.

Uma das alternativas apresentadas pelo projetista é a prática da silvicultura para a melhoria das condições de vida das sociedades.

Para Boeri, os edifícios poderiam ser uma das respostas para a crise do planeta, uma ferramenta para o reflorestamento urbano.

Conheça mais dos projetos de Stefano Boeri para a preservação ambiental nesta postagem.

Quer entender conceitos de arquitetura verde antes de prosseguir a leitura? Então confira: Veja 7 dicas incríveis para promover a arquitetura sustentável e decolar nesse novo nicho de mercado.

Stefano Boeri: a biografia do arquiteto que defende o verde

 

Stefano Boeri foi graduado pela Politecnico di Milano, no ano de 1989.

Anos depois, ele recebeu o doutorado pelo Instituto Universitário de Arquitetura de Veneza.

Em 1993, ele fundou a agência de investigação territorial “Multiplicity”, dedicada ao estudo das transformações urbanas contemporâneas.

E em 2008, ele se tornou membro do Conselho Consultivo de Arquitetura da Expo 2015 e fundou a Stefano Boeri Architetti.

Nos últimos vinte anos, além de projetar, Boeri atuou como professor tanto em Milão quanto em lugares como Moscou, Estados Unidos, Países Baixos, entre outros.

Ele também foi autor e co-autor de livros, como “Cronache del Abitare”; e artigos em veículos de comunicação como “Casabella”, “Archis” e “ICON”.

Já entre 2004 e 2011, ele dirigiu as revistas Domus e Abitare.

Na década de 2010, o arquiteto recebeu prêmios importantes, como o International Highrise Award e o Tall Building Worldwide.

Foi convidado para participar de pesquisas, como o “São Paulo Calling”, sobre assentamentos urbanos informais.

E agora, ele é diretor de um programa de pós-doutorado na Universidade de Tongji, em Xangai, que investiga as perspectivas do futuro das cidades, incluindo o clima.

Outro arquiteto que se preocupa com o bem-estar da sociedade: Conheça o Francis Kéré, o arquiteto que trabalha para a qualidade de vida nas comunidades africanas

E você, também gostaria de se tornar um arquiteto de destaque? Então confira nossos materiais sobre o assunto:

Stefano Boeri: Projetos 

 

Stefano Boeri é conhecido por criar propostas arquitetônicas que incentivam o desenvolvimento da biodiversidade e de um ecossistema autêntico em contextos urbanos.

Em suas obras, o verde não é decoração.

Chamadas de “florestas verticais”, suas estruturas ajudam a contrair a poluição atmosférica e a criar ambientes mais agradáveis, com boa umidade e ricos de oxigênio.

Alguns dos mais incríveis espaços abertos e prédios verdes do mundo – ou green buildings, em inglês – foram projetados pelo arquiteto Stefano Boeri.

Ele já idealizou estruturas tanto para a Itália quanto para outras cidades da Europa e até mesmo para a China.

Em seu portfólio também há vários exemplos de produção de planos urbanos e de paisagem.

Em foco, todos eles visam o meio geopolítico e ambiental.

Veja como Boeri define seu modo de pensar a arquitetura:

Nós pensamos – e esperamos – que essa ideia de florestas verticais possa ser replicada em todos os lugares. Eu absolutamente não tenho nenhum problema se houver pessoas que estão copiando ou replicando. Espero que o que fizemos possa ser útil para outros tipos de experiências.

– Stefano Boeri, em reportagem para The Guardian.

Gosta de arquitetura verde e paisagismo? Confira nossos outros posts sobre o assunto:

Confira a seguir algumas de suas obras:

 

Trudo Vertical Forest:

 

vertical-forest

Stefano Boeri: Trudo Vertical Forest

Foi o primeiro projeto de habitação social, tipo “floresta vertical”, criado por Boeri.

Tem setenta e cinco metros de altura e está localizado em Eindhoven, nos Países Baixos.

Serve para grupos de baixa renda, particularmente jovens com estilo de vida urbano.

Forêt Blanche:

 

forest-blanche

Stefano Boeri: Forêt Blanche

É uma torre coberta de vegetação, entre árvores e arbustos, que tem cento e setenta e sete metros e está localizada em Villiers-sur-Marne, em Paris.

Um detalhe especial dessa arquitetura é que a maior parte de sua fachada é feita de elementos em madeira.

Nanjing Green Towers:

 

nanjing-towers

Stefano Boeri: Nanjing Towers

Apelidadas de “lanternas verdes”, são duas torres, de duzentos metros de altura, cada, que deverão ser concluídas em 2018, em Nanjing Pukou, na China.

Possuirão cerca de quinhentas árvores em sua composição, próprias para absorver toneladas de dióxido de carbono e produzir quilos de oxigênio para a cidade.

Forest City:

 

forest-city

Stefano Boeri: Forest City

Apresentada na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2015, a proposta trata-se de um assentamento urbano sustentável para a cidade de Liuzhou, na China.

A “metrópole verde”, de quase duzentos hectares, deve acomodar milhares de pessoas em edifícios cobertos por uma barreira natural. Painéis solares, instalados no telhado, gerarão energia renovável.

O que você achou dos conceitos arquitetônicos “verdes” de Stefano Boeri?

Ter um posicionamento forte como o dele é uma maneira de se destacar e atrair os clientes certos.

Se você quiser saber mais sobre posicionamento e outros conceitos de marketing, conheça a Viva Decora PRO Academy e seus cursos online especialmente criados para arquitetos empreendedores.