A arquitetura em Brasília e sua importância para a história do modernismo no Brasil

arquitetura-de-brasilia-congresso-nacional

arquitetura de brasília: congresso nacional

Conhecida mundialmente por ser uma das maiores criações arquitetônicas da história, Brasília foi fundada na década de 60 e é considerada pela UNESCO um Patrimônio da Humanidade.

A arquitetura em Brasília foi idealizada para ser grandiosa após a decisão do presidente Juscelino Kubitschek, que decidiu construir uma nova capital para o Brasil.

Com 112,25 km² de área tombada, o projeto arquitetônico de Brasília leva o nome de Lúcio Costa, profissional responsável pela elaboração de todo plano piloto da cidade.

arquitetura-de-brasilia-plano-piloto

arquitetura de brasília: plano piloto

Saiba mais sobre o desenvolvimento arquitetônico dessa cidade considerada um exemplo mundial de urbanismo, criada para fazer o Brasil se destacar no cenário internacional.

Entenda a importância da arquitetura em Brasília lendo esta postagem de nosso blog: Como a arquitetura moderna brasileira mudou a cara do país

Arquitetura em Brasília: uma marco que mudou a maneira do Brasil se entender como nação

 

Breve história

 

Eleito presidente do Brasil no ano de 1955, o ex-governador de Minas Gerais, Juscelino Kubitschek, prometeu desenvolver o país 50 anos, em apenas 5.

Dentre diversas outras iniciativas, propagou um movimento para reformar boa parte do espaço urbano do país. Seu intuito era dar uma cara mais moderna à arquitetura brasileira e enaltecer os profissionais da área.

E a arquitetura em Brasília seria o ápice desse movimento, afinal, a nova Capital do País seria construída, literalmente, do zero e acabou se transformando em uma referência no que diz respeito à arquitetura moderna no país e no mundo.

Moderna e futurista: feita para impressionar os visitantes internacionais

 

A capital do Brasil conseguiu alcançar um nível arquitetônico tão alto quanto cidades igualmente impactantes como Canberra, na Austrália, e Whashington, nos Estados Unidos, ou até superá-las, na opinião de alguns.

Um dos segredos do projeto arquitetônico de Lúcio Costa para a cidade era baseado em pontos que interligavam desejos do passado, presente e futuro do país, abrindo a portas para o moderno e o futurista, com o objetivo de trazer orgulho para uma nova nação e uma nova política brasileira.

Diferentemente de grandes obras ornamentais encontradas ao redor do mundo, os arquitetos daqui optaram por seguir outra linha, o que deu uma personalidade única às construções brasileiras.

Uma das grandes referências da arquitetura em Brasília é encontrada nas obras de Oscar Niemeyer, que criou o conceito de arquitetura como escultura, outro dos segredos por traz da beleza desta cidade: seus prédios mais importantes, ligados a estrutura governamental, são verdadeiros “templos” à justiça, ao equilíbrio dos poderes, à integração dos órgãos  do executivo e à liderança do chefe de estado.

Brasília e seu poder arquitetônico

 

Para o desenvolvimentos do projeto arquitetônico da cidade, foi instaurado, em 1965, um concurso sugerido por Oscar Niemeyer. Com um prazo de seis meses, os participantes receberam um amplo material para elaborar um desenho em escala de 1:25:000 com o relatório justificativo.

O trabalho de maior destaque ficou por conta do arquiteto Lúcio Costa. Neste caso, seu segredo foi elaborar belos projetos à mão livre considerados simples, porém, impactantes. O profissional foi responsável por elaborar todo o plano arquitetônico da cidade, desbancando outros 26 trabalhos.

Segundo ele, seu projeto:

… nasceu do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos se cruzando em ângulo reto, ou seja, o sinal da cruz. Procurou-se depois a adaptação à topografia local, ao escoamento natural das águas, à melhor orientação, arqueando-se um dos eixos a fim de contê-lo no triângulo equilátero que define a área urbanizada.

Principais vias de ligação: os eixos que cruzam a capital do país

 

Responsável por guiar todo o tráfego externo em direção ao centro da capital, a moderna rodovia do Eixo Norte-Sul foi desenvolvida pensando em dispor áreas residenciais e comerciais em toda a sua extensão.

Ao criar o projeto, Lúcio Costa teve a intenção de proporcionar um ambiente agradável a cada um de seus moradores.

Já o Eixo Leste-Oeste foi concebido para abrigar importantes áreas da política, como o Supremo Tribunal e o Congresso Nacional, torneando a Praça dos Três Poderes em uma espécie de área triangular.

O Eixo Central da capital do Brasil foi criada pensando em integrar todos os pontos da cidade. Foi criada ao redor da Plataforma Rodoviária, considerada o coração de Brasília. No local, é possível encontrar diversos tipos de comércios, entretenimentos, redes hoteleiras e agência bancárias.

Chamado de Eixo Monumental, a área ainda abriga todo o centro administrativo de Brasília, baseado em um sonho do presidente Juscelino Kubitschek. Lá também encontram-se diversas obras famosas de Oscar Niemeyer. Repare na presença dos pontos da arquitetura moderna em todas as obras espalhadas pela cidade.

Dentre as principais obras arquitetônicas de Brasília, entre mais recentes e as da época da fundação, podemos destacar:

  • Catedral Metropolitana
arquitetura-de-brasilia-catedral-metropolitana

arquitetura de brasília: catedral metropolitana

  • Palácio do Itamaraty
arquitetura-de-brasilia-palacio-do-itamaraty

arquitetura de brasília: palácio do itamaraty

  • Ponte JK
arquitetura-de-brasilia-ponte-jk

arquitetura de brasília: ponte jk

  • Palácio do Planalto
arquitetura-de-brasilia-palacio-do-planalto

arquitetura de brasília: palácio do planalto

  • Supremo Tribunal Federal
arquitetura-de-brasilia-supremo-tribunal-federal

arquitetura de brasília: supremo tribunal federal

  • Palácio da Alvorada
arquitetura-de-brasilia-palacio-da-alvorada

arquitetura de brasília: palácio da alvorada

  • Biblioteca Nacional
arquitetura-de-brasilia-biblioteca-nacional

arquitetura de brasília: biblioteca nacional

  • Superior Tribunal de Justiça
arquitetura-de-brasilia-superior-tribunal-de-justica

arquitetura de brasília: superior tribunal de justiça

  • Palácio do Jaburu
arquitetura-de-brasilia-palacio-do-jaburu

arquitetura de brasília: palácio do jaburu

  • Panteão da Pátria
arquitetura-de-brasilia-panteao-da-patria

arquitetura de brasília: panteão da pátria

  • Igreja Nossa Senhora de Fátima
arquitetura-de-brasilia-igreja-nossa-senhora-de-fatima

arquitetura de brasília: igreja nossa senhora de fátima

  • Memorial JK
arquitetura-de-brasilia-memorial-jk

arquitetura de brasília: memorial jk

  • Memorial dos Povos Indígenas
arquitetura-de-brasilia-memorial-dos-povos-indigenas

arquitetura de brasília: memorial dos povos indígenas

  • Museu Nacional Honestino Guimarães
arquitetura-de-brasilia-museu-nacional-honestino-guimaraes

arquitetura de brasília: museu nacional honestino guimarães

Patrimônio da Humanidade

 

Classificada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas), Brasília foi eleita um marco da arquitetura e do urbanismo modernos no ano de 1987, sendo detentora da maior área tombada do mundo, com 112,25 km², e o único bem contemporâneo a receber tal distinção.

Segundo a UNESCO,

o patrimônio cultural de Brasília é composto por monumentos, edifícios ou sítios que tenham valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico, e a compreensão da sua preservação reafirma a necessidade de se executar políticas públicas capazes de assegurar a proteção desse patrimônio

Brasília deve ser motivo de orgulho para os Brasileiros. E agora que você conheceu alguns de seus segredos, que tal conhecer outros?

Você sabe como conquistar clientes? Conhece os segredos do marketing para arquitetos e designers empreendedores? Então confira os cursos online do Viva Decora PRO Academy e aprenda a atrair e fidelizar seus clientes.