Saiba tudo sobre a Arquitetura Moderna, o estilo que mais influencia arquitetos no mundo

A arquitetura moderna impactou profundamente o desenvolvimento urbano no século XX.

Com certeza, alguns dos projetos que você mais gosta fazem parte desse estilo, afinal, ele trouxe características fundamentais que são utilizadas em grande parte dos projetos que vemos hoje.

Neste artigo, vamos explicar o que é arquitetura moderna, quando ela surgiu, quem são os principais arquitetos e dar alguns exemplos de projetos no Brasil e no mundo. Acompanhe!

O que é a arquitetura moderna?

 

Trata-se de um conjunto de movimentos e ideias que predominaram na arquitetura durante o século XX.

Antes desse período da história, igrejas, catedrais e palácios eram os grandes destaques arquitetônicos.

A partir do século XVII, com a Revolução Industrial, materiais como ferro, aço e concreto passaram a ser produzidos em escala industrial, o que expandiu as possibilidades na criação de grandes obras urbanas.

Um dos primeiros projetos que marcaram esse novo momento da história foi o Palácio de Cristal, idealizado por Joseph Paxton em 1951.

Ele foi construído para a Exposição Universal de Londres, e representou um avanço na arquitetura moderna.

arquitetura-moderna-pintura-palácio-de-Cristal

Pintura do Palácio de Cristal

A Torre Eiffel, de Alexandre Gustave Eiffel, também é um dos projetos que representam essa transição. Ela foi apresentada na Exposição Internacional de Paris, em 1889.

A obra foi construída em ferro forjado e atinge uma altura de 305 metros.

arquitetura-moderna-torre-eiffel

Torre Eiffel

O que foi o Modernismo?

 

Antes de começar a falar mais sobre a história da arquitetura moderna, vamos relembrar rapidamente o que foi o Modernismo.

Esse movimento artístico e cultural, também chamado de movimento modernista, teve início na Europa e se espalhou pelo mundo.

Ele influenciou a literatura, o design, as artes plásticas, o cinema e a arquitetura. Um de seus principais objetivos era rever todos os conceitos considerados “ultrapassados” e criar uma nova cultura visando o progresso.

Além disso, os artistas do movimento buscavam encarar os problemas de suas áreas sob uma nova perspectivas e criar soluções baseadas em técnicas e materiais mais atuais.

História da arquitetura moderna

 

Escola Bauhaus e a arquitetura moderna

 

É impossível começar a falar da história da arquitetura moderna sem dar um grande destaque à Bauhaus, a primeira escola de design do mundo, criada em 1919 pelo arquiteto Walter Gropius.

O nome é a junção dos termos alemães “bauen” (para construir) e “haus” (casa).

Localizada na Alemanha, ela foi responsável por grande parte do desenvolvimento da arquitetura moderna no século XX.

arquitetura-moderna-Escola-Bauhaus

Arquitetura Moderna: Escola Bauhaus

Ela foi fechada em 1933 devido a perseguições nazistas, mas muito dos artistas que faziam parte da escola migraram para outros países, levando a influência da arquitetura moderna para outras localidades da Europa, Estados Unidos e América do Sul.

As obras criadas na escola Bauhaus fazia o uso de materiais pré-fabricados e priorizava a simplificação dos volumes, a geometrização das formas e predomínio de linhas retas.

As coberturas eram planas e as paredes brancas e lisas, geralmente, sem decoração.

Janelas amplas, em fita, ou vidraças de vidro também são exemplos de características de obras do movimento.

Além de arquitetos, profissionais como designers, pintores e artistas industriais realizaram grandes obras por meio na Bauhaus.

A transição da arquitetura moderna para a arquitetura contemporânea

 

Houve um momento em que a arquitetura moderna passou a ser muito criticada, o que causou o seu “fim” nos anos 70.

No seu lugar, começaram a ser aplicados os conceitos da arquitetura contemporânea. Mas como isso aconteceu?

Em 1928, ocorreu na Suíça o primeiro CIAM (Congresso Internacional de Arquitetura Moderna).

O evento tinha como objetivo discutir os rumos da arquitetura e áreas relacionadas, como paisagismo, urbanismo, etc.

Durante muitos anos, os CIAMs exaltaram a importância da arquitetura moderna no âmbito político, social e econômico. Mas, a partir dos anos 70, começaram a receber críticas.

Os arquitetos mais jovens alegavam que o estilo causava “monotonia” nos espaços urbanos, além de não deixar claro o que era espaço público e privado, tornando esses ambientes “espaços de ninguém”.

Esse foi o começo do fim do movimento modernista na arquitetura. A demolição do conjunto residencial de Pruitt-Igoe, nos EUA, é considerado o golpe fatal ao CIAM.

Ele foi demolido devido a uma ordem judicial causada pela reclamação dos moradores da comunidade. O local teve grande aumento de violência e degradação durante os 20 anos em que esteve de pé.

Arquitetura-Moderna-Pruitt-Igoe

Arquitetura Moderna: Pruitt Igoe

No mesmo período, um grupo de arquitetos que não concordavam com os princípios do CIAM se reuniram e criaram o Team X, com o objetivo de propor um novo olhar sobre a arquitetura e inserir novos conceitos.

A partir daí, nasceu o pós-modernismo e outros estilos que fazem parte da arquitetura contemporânea.

É importante destacar que a arquitetura moderna é diferente da arquitetura contemporânea. Para saber mais, confira: O que é arquitetura contemporânea? Ela é a mesma coisa que a moderna?

Características da arquitetura moderna

 

Se pudermos resumir em poucas palavras, a arquitetura moderna privilegia a simplicidade, mas ao mesmo tempo não é simplória. Ela prioriza formas simples e geométricas, livres de muitas ornamentações.

O concreto armado também é uma das principais características desse estilo.

Trata-se de de uma estrutura que utiliza armações feitas de barras de aço. Ela pode ser moldada de diversas maneiras e formatos, o que expande as opções do projeto arquitetônico.

Os 5 pontos da arquitetura moderna

 

Os 5 pontos da arquitetura moderna foram propostos por Le Corbusier em 1926. Na obra Villa Savoye, criada em 1928, o arquiteto conseguiu mostrar todos esses conceitos na prática.

arquitetura-moderna-Villa-Savoye-Le-Corbusier

Arquitetura Moderna: Villa Savoye

Os 5 pontos da arquitetura moderna são:

  • Fachada livre
  • Janelas em fita
  • Pilotis
  • Terraço jardim
  • Planta livre

Essas características trouxeram mais liberdade aos arquitetos, pois a estrutura tornou-se independente das paredes, ou seja: é possível criar projetos mais orgânicos, curvilíneos e que possibilitem maior integração entre o interior e exterior das obras.

Nesse contexto, é possível trabalhar melhor as paredes, fachadas e janelas, expandindo a criatividade e as possibilidades estéticas de um projeto.

Arquitetos modernistas

 

Quando falamos sobre arquitetura moderna, podemos citar alguns arquitetos considerados os precursores do movimento. Confira quem são eles.

Le Corbusier

 

Le Corbusier (1887-1965) é o autor de uma das obras mais icônicas da arquitetura moderna, a casa Villa Savoye, construída na França em 1928.

Ele também é o arquiteto responsável pelo Unité d’Habitation, unidades de habitação criadas em alguns países após a II Guerra Mundial.

arquitetura-moderna-unite-d-habitation-França

Arquitetura Moderna: Unité d’Habitation, na França

Assim como a casa Villa Savoye, esse projetos também são considerados referência dentro da arquitetura moderna, pois contém elementos bastante característicos do estilo.

Mies van der Rohe

 

Menos é mais

– Mies van der Rohe

Essa famosa frase de Mies Van der Rohe (1886-1969) traduz o estilo do arquiteto alemão. Suas obras priorizavam a praticidade e funcionalidade, permitindo uma maior integração entre os ambientes.

Além de professor da escola Bauhaus, ele também foi diretor da instituição.

É desse período um de seus projetos arquitetônicos mais famosos, o Pavilhão Alemão da Feira Universal de Barcelona (1929).

arquitetura-moderna-Pavilhao-Alemao-da-Feira-Universal-de-Barcelona

Arquitetura Moderna: Pavilhão Alemão da Feira Universal de Barcelona

Ele foi desmontado em 1930, mas foi reconstruído décadas mais tarde, nos anos 80.

Mies Van der Rohe também ficou conhecido por suas criações mobiliárias, com destaque para a Cadeira Barcelona.

Frank Lloyd Wright

 

Outro arquiteto conhecido por suas obras no estilo moderno é o americano Frank Lloyd Wright (1867-1959).

O principal conceito que ele trouxe para a arquitetura moderna é que fatores como localização, terreno e finalidade da obra devem tornar cada projeto único.

Sua obra modernista mais conhecida é a Casa da Cascata, construída em 1938. Ela fica localizada no estado americano da Pensilvânia.

arquitetura-moderna-casa-da-cascata-3

Arquitetura Moderna: Casa da Cascata

arquitetura-moderna-casa-da-cascata-Frank-Lloyd-Wright-2

Arquitetura Moderna: Casa da Cascata (interior)

A obra harmoniza perfeitamente com as pedras, vegetação e a própria água. É como se a residência fosse uma continuação da cascata.

Em seu interior, parte da rocha em que a casa foi construída se eleva, dando uma aparência única ao ambiente.

Para Wright, uma casa deve sempre nascer para atender as necessidades do homem. O arquiteto também é o criador da arquitetura orgânica e do estilo arquitetônico Prairie School.

Oscar Niemeyer

 

O arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer (1907-2012) é um dos maiores representantes da arquitetura moderna no mundo.

Sua carreira começou em 1935, no escritório de arquitetura de Lúcio Costa. Em 1938, ele partiu para Nova York e, juntamente com Lúcio, projetou o Pavilhão Brasil na Feira Mundial.

arquitetura-moderna-pavilhao-Brasil-na-Feira-Mundial

Arquitetura Moderna: Pavilhão Brasil na Feira Mundial, em Nova York

Depois de outros projetos internacionais e da construção de Pampulha, em Minas Gerais, Oscar Niemeyer recebe o convite do presidente Juscelino Kubitschek para projetar a nova capital brasileira, Brasília.

Dentre as principais obras, estão o Palácio da Alvorada, o Congresso Nacional e Palácio do Planalto.

arquitetura-moderna-palacio-da-alvorada

Arquitetura Moderna: Palácio da Alvorada

arquitetura-moderna-congresso-nacional

Arquitetura Moderna: Congresso Nacional

arquitetura-moderna-palacio-do-planalto

Arquitetura Moderna: Palácio do Planalto

Esse projeto, mais uma parceria com Lúcio Costa, trouxe à redenção definitiva para Oscar Niemeyer, que tornou-se o maior nome da arquitetura brasileira.

Gregori Warchavchick

 

Muito se fala sobre a importância de Oscar Niemeyer na arquitetura moderna brasileira, mas é importante lembrar que antes dele existiram outros nomes que influenciaram o estilo no país.

O arquiteto Gregori Warchavchick (1826-1972) foi um dos primeiros nomes da arquitetura moderna no Brasil. Nascido na Ucrânia, ele chegou em terras brasileiras em 1923 e se naturalizou em 1928.

Em 1927, após se casar, ele fez o projeto de sua própria casa, na rua Santa Cruz, bairro de Vila Mariana, em São Paulo.

A obra é considerada a primeira casa modernista do Brasil.

arquitetura-moderna-casa-santa-cruz-gregori-warchavchick

Arquitetura Moderna: Casa Santa Cruz

Ela chamou a atenção na época por não contar com vários ornamentos característicos das residências daquele período.

Para conseguir a aprovação da prefeitura para a construção, Warchavchick teve que “camuflar” o projeto. Para deixar a obra com o aspecto que ele queria, o arquiteto depois alegou que não tinha verba suficiente para finalizar o projeto.

Gosta de conhecer a obra de grandes arquitetos? Aproveite para conferir também:

  • As curvas de Ruy Ohtake: o arquiteto brasileiro que chamou a atenção do mundo
  • Lina Bo Bardi – biografia, curiosidades, as principais obras e o legado do MASP
  • Lúcio Costa, o arquiteto com um propósito: ordenar o espaço

Obras de arquitetura moderna

 

Agora que você conferiu a história da arquitetura moderna e quais foram os arquitetos que mais contribuíram para o estilo, veja alguns exemplos de obras:

arquitetura-moderna-masp

Arquitetura Moderna: MASP

  • Ministério da Educação e Saúde, de Oscar Niemeyer, Lúcio Costa, Affonso Eduardo Reidy;
arquitetura-moderna-Ministério-da-Educação-e-Saúde

Arquitetura Moderna: Ministério da Educação e Saúde

  • Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, de Affonso Eduardo Reidy;
arquitetura-moderna-Museu-de-Arte-Moderna-do-Rio-de-Janeiro

Arquitetura Moderna: Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

  • Copan, de Oscar Niemeyer;
arquitetura-moderna-Copan-Oscar-Niemeyer

Arquitetura Moderna: Copan

  • Escola de Arquitetura do Instituto de Tecnologia de Illinois, de Mies van der Rohe;
arquitetura-moderna-Escola-de-Arquitetura-do-Instituto-de-Tecnologia-de-Illinois

Arquitetura Moderna: Escola de Arquitetura do Instituto de Tecnologia de Illinois

  • Lake Shore Drive, de Mies van der Rohe;
arquitetura-moderna-lake-shore-drive

Arquitetura Moderna: Lake Shore Drive

  • Neue National Galerie, Mies van der Rohe;
arquitetura-moderna-neue-national-galerie

Arquitetura Moderna: Neue National Galerie

A arquitetura moderna nas casas

 

A arquitetura moderna possibilitou que as casas se tornassem ambientes mais ventilados, iluminados e que moradores pudessem interagir mais com a parte externa. Confira alguns exemplos:

arquitetura-moderna-casa-curutchet

Arquitetura Moderna: Casa Curutchet

arquitetura-moderna-casa-farnsworth-lateral

Arquitetura Moderna: Casa Farnsworth

arquitetura-moderna-Casa-Tugendhat

Arquitetura Moderna: Casa Tugendhat

arquitetura-moderna-casa-toblerone

Arquitetura Moderna: Casa Toblerone

Assim como a arquitetura moderna, outros estilos marcaram época ao longo da história. Saiba mais sobre eles:

Se você quer ler mais conteúdo sobre a história da arquitetura, que tal começar acompanhando toda a evolução do design desde a Idade da Pedra até os dias de hoje? É só baixar nosso e-book:

banner-cta-infografico-historia-do-design