Tudo o que você precisa saber para criar uma casa sustentável!

A arquitetura sustentável e a bioconstrução são atividades cada vez mais presentes em moradias pelo Brasil.

Diante dessa realidade, novas técnicas e materiais surgem para a criação de projetos de casas sustentáveis.

Todo profissional de arquitetura e design de interiores precisa estar atento para oferecer as melhores soluções aos clientes.

Pensando nisso, neste artigo, trouxemos as principais características de uma casa sustentável e quais materiais devem ser utilizados.

Acompanhe!

Uma casa sustentável merece um lindo paisagismo. Veja o que já publicamos sobre o assunto:

O que é casa sustentável?

Casa sustentável é uma moradia construída com materiais sustentáveis que tem como objetivo promover uma relação mais saudável com o meio ambiente e garantir o bem-estar dos moradores.

Uma casa 100% sustentável deve atender várias exigências técnicas para receber esse título. Existe até mesmo certificações para esse tipo de projeto, como a certificação AQUA-HQE e o selo ouro do Green Bulding Council.

Casa sustentável: casa com contêineres e madeira

Casa sustentável: casa com contêineres e madeira

Mas alguns detalhes na hora de construir podem tornar seu projeto uma referência em sustentabilidade. Veja agora as características de uma casa sustentável:

4 características de uma casa sustentável

1 – Localização estratégica

Um projeto de casa sustentável começa na escolha da sua localização. Um local apropriado é aquele que fica longe de áreas de preservação, para evitar qualquer impacto negativo.

Também é interessante que uma casa sustentável fique próxima de locais com fácil acesso ao transporte público e lojas de conveniência.

Dessa forma, evita-se o uso de carros e a emissão de poluentes para a atmosfera.

Veja também: De área contaminada à exemplo de sustentabilidade: conheça o projeto da Praça Victor Civita

2 – Sistemas elétricos e hidráulicos com uso racional dos recursos

Projetos de casas sustentáveis criam alternativas para a geração de energia e uso da água.

É possível investir no uso de painéis solares, que reduzem os gastos no fim do mês.

Casa sustentável: painel solar

Casa sustentável: painel solar

Janelas grandes também ajudam na economia de energia em casas sustentáveis de baixo custo. Elas contribuem com a iluminação zenital e ventilação do ambiente.

O uso de brises e toldos é indicado para impedir a entrada da luz solar e permitir o conforto térmico da casa sustentável.

Casa sustentável: casa com iluminação zenital (escritório Dialog)

Casa sustentável: casa com iluminação zenital (projeto do escritório Dialog)

Outra solução que ajuda a manter a temperatura ideal na casa sustentável são os telhados verdes. Veja o que já falamos sobre ele no blog: Tipos de telhados – Aprenda a criar coberturas bonitas e seguras

Quando falamos do consumo de água na casa sustentável indica-se o uso de cisternas. Trata-se de reservatórios que servem para captar e armazenar água da chuva.

Casa sustentável: cisterna

Casa sustentável: cisterna

A água da cisterna pode servir para atividades que não exigem água potável, como regar o jardim, lavar o carro, entre outras.

Objetos que economizam água e energia em uma casa sustentável:
  • Descarga econômica
Casa sustentável: descarga econômica

Casa sustentável: descarga econômica

  • Torneiras com arejador ou automáticas
Casa sustentável: torneira com arejador

Casa sustentável: torneira com arejador

  • Aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos com o selo Procel (que indica melhor eficiência energética)
Casa sustentável: selo procel

Casa sustentável: selo procel

  • Lâmpadas Led
Casa sustentável: lâmpada led

Casa sustentável: lâmpada led

Veja também: Projeto de casa de praia – 10 dicas práticas para evitar erros

3 – Materiais construtivos que evitam o desperdício

Quem já gerenciou uma obra sabe que, no dia a dia, pode haver um desperdício de recursos como água, terra, argamassa, entre outros.

Um projeto de casa sustentável procura utilizar materiais que evitam essa situação. Um deles é o tijolo ecológico.

Casa sustentável: tijolo ecológico

Casa sustentável: tijolo ecológico

Esse material é feito com cimento, água e terra e, ao contrário de outros tipos de cimento, dispensa o cozimento em forno. Dessa forma, não há o consumo de madeira e nem a emissão de gases poluentes.

Outro vantagem do tijolo ecológico para uma casa sustentável é que ele reduz o consumo de concreto, argamassa e aço, diminuindo a geração de entulho.

Também é comum encontrar projetos de casas sustentáveis no Brasil que levam outros materiais construtivos, como o barro e a madeira.

Eles também são muito encontrados na chamada arquitetura vernacular.

No caso da madeira, o material deve ser certificado para garantir que sua origem veio de práticas adequadas de manejo florestal.

Casas sustentáveis de baixo custo costumam inovar nos materiais construtivos. Veja mais exemplos de materiais e técnicas utilizados:

Materiais usados na construção de uma casa sustentável:

  • Bambu
Casa sustentável: bambu

Casa sustentável: bambu

  • Contêineres
Casa sustentável: Contêineres

Casa sustentável: Contêineres

  • Argamassa de argila
Casa sustentável: argamassa de argila

Casa sustentável: argamassa de argila

  • Adobe
Casa sustentável: casa de adobe

Casa sustentável: casa de adobe

  • Superadobe
Casa sustentável: casa de superadobe

Casa sustentável: casa de superadobe

  • Madeira plástica
Casa sustentável: madeira plástica

Casa sustentável: madeira plástica

Descubra outro material que ajuda na construção de uma casa sustentável: Saiba como deixar suas obras mais rápidas com o Steel Frame.

4 – Revestimentos com materiais sustentáveis

Nós já mostramos toda a parte estrutural de uma casa sustentável, mas a decoração também faz parte de um projeto como esse.

Usar tinta mineral ecológica é um exemplo de como deixar casas sustentáveis de baixo custo mais bonitas.

Esse material é feito com minérios da terra e têm tonalidades bem interessantes.

Casa sustentável: tinta mineral natural

Casa sustentável: tinta mineral natural

O avanço na tecnologia permitiu que os revestimentos evoluíssem para materiais mais sustentáveis.

Além da madeira de demolição, uma casa sustentável pode apostar em revestimentos à base de resina. O material possui em sua composição resina pet e resíduos de pedra.

Outra opção para casa sustentável é o ladrilho hidráulico, que é ecológico porque não emite gases com a queima em fornos.

Casa sustentável: ladrilho hidráulico

Casa sustentável: ladrilho hidráulico

As pastilhas de garrafa pet também são um material sustentável, já que são produzidas com materiais recicláveis e garrafa pet. Elas podem ser usadas tanto em paredes como no piso.

Leia mais sobre revestimentos ecológicos.

Vantagens de uma casa sustentável

1 – Custo – benefício
2 – Durabilidade
3 – Conforto acústico
4 – Conforto térmico
5 – Beleza arquitetônica
6 – Versatilidade
7 – Sustentabilidade

Casas sustentáveis: projetos

Veja alguns projetos de casas sustentáveis no Brasil e no mundo:

Casa sustentável: casa de madeira suspensa

Casa sustentável: casa de madeira suspensa

Casa sustentável: casa de madeira

Casa sustentável: casa de madeira

Casa sustentável: casa de bambu

Casa sustentável: casa de bambu

Casa sustentável: casa com terraço jardim e painel solar (argentina)

Casa sustentável: casa com terraço jardim e painel solar (argentina)

casa sustentável casa com grandes janelas e telhado verde Austrália

Casa sustentável: casa com grandes janelas e telhado verde (Austrália)

Casa sustentável: casa com adobe e bambu

Casa sustentável: casa com adobe e bambu

Veja também: Descubra quais são os tipos de solo e evite problemas na estrutura da obra

Gostou de aprender mais sobre projetos de casas sustentáveis? Então veja 7 dicas incríveis para promover a arquitetura sustentável em seus projetos.

Se você quer aprender a gerenciar uma obra como a de uma casa sustentável, receba nosso material e confira nossas dicas práticas:

 

Saiba mais sobre como fazer uma casa sustentável no nosso infográfico:

Infográfico - Casa Sustentável

Copie o código abaixo e compartilhe este infográfico no seu site