Laje Nervurada: Descubra Por Que Ela é Econômica e Veja 15 Exemplos

Laje nervurada é um tipo de laje maciça feita com nervuras de concreto interligadas entre si por uma capa ou mesa de compreensão. Ela é recomendada para obras com grandes vãos, maiores que 5 metros.

Além de proporcionar uma bela estética, a laje nervurada usa menos concreto, o que traz economia para a obra. Mas algumas desvantagens podem tornar essa estrutura uma péssima escolha para uma obra. Quer descobrir quais são?

No post de hoje, vamos mostrar quais são os tipos de laje nervurada, suas características e 15 exemplos práticos. Acompanhe!

O que é laje nervurada?

Laje nervurada é um tipo de laje maciça feita com nervuras de concreto interligadas entre si por uma capa ou mesa de compreensão. Ela é recomendada para obras com grandes vãos, maiores que 5 metros.

O que é laje nervurada (foto: construindoDECOR)

O que é laje nervurada (foto: construindoDECOR)

Nesse tipo de laje, a zona de tração é constituída por nervuras.

O espaço entre elas pode ficar vazio ou ser preenchido por blocos de cerâmica, concreto celular ou EPS (vamos explicar as diferenças entre os tipos de laje nervurada ao longo do texto).

Laje nervurada: MASP tem laje nervurada (foto: Pinterest)

Laje nervurada: MASP tem laje nervurada (foto: Pinterest)

As lajes nervuradas são indicadas para obras com grandes vãos como museus, estacionamentos, rodoviárias, universidades, shoppings, entre outros exemplos.

Laje nervurada: exemplo de ambiente integrado com laje nervurada e viga T (foto: Pinterest)

Laje nervurada: exemplo de ambiente integrado com laje nervurada e viga T (foto: Pinterest)

Apesar de não se usada com tanta frequência, a laje nervurada também fica ótima em projetos residenciais com arquitetura moderna ou estilo industrial.

Veja também: Arranha-céu – necessidade ou exagero? Conheça os maiores do Brasil e do mundo

Quais as características da laje nervurada?

Para explicar as características da laje nervurada, vamos fazer uma breve comparação com o concreto armado, um dos tipos de laje mais executados no Brasil.

A laje nervurada, assim como o concreto armado, é uma laje de concreto maciça,

Mas no caso do concreto armado, a laje tem uma superfície interior lisa, feita com armadura de aço preenchida totalmente com concreto.

Explicando de maneira simples, o aço fica localizado embaixo porque suporta mais a tração, enquanto o concreto fica em cima porque é mais resistente à contração.

A grande quantidade de concreto torna esse tipo de laje mais pesado e exige o uso de mais material.

Diante desse contexto, uma solução alternativa para tornar a laje de concreto mais leve é a laje nervurada.

Laje nervurada representada no SketchUp

Laje nervurada representada no SketchUp

Nesse tipo de laje, a superfície não é lisa, e sim feita com volumes cúbicos vazados. Eles são interligados entre si por uma capa ou mesa de compreensão. Esses espaços sem concreto tornam a laje mais leve e, consequentemente, permitem vãos maiores.

Laje nervurada com grande vão

Laje nervurada com grande vão

Enquanto os vão de uma laje de concreto armado tem espaço máximo de até 5 metros, um vão de laje nervurada pode ter 7 metros, por exemplo.

Em relação ao modelo estrutural, uma laje nervurada pode ser unidirecional, com nervuras principais em apenas uma direção, ou bidirecional, com nervuras principais nas duas direções.

De acordo com a configuração da estrutura, a laje nervurada pode ser apoiada em vigas ou diretamente em pilares. Neste último caso, é essencial considerar que a região do entorno do pilar será maciça (capitel).

Laje nervurada: Pilar com capitel (foto: Pinterest)

Laje nervurada: Pilar com capitel (foto: Pinterest)

Quais são os tipos de laje nervurada?

 

Existem dois tipo de laje nervurada, veja quais são:

Laje nervurada com cubetas

A laje nervurada moldada in loco com cubetas de polipropileno é a mais utilizada. As cubetas ficam apoiadas sobre o escoramento convencional ou sistemas de escoramento específicos para ela.

O cimbramento (suporte provisório) pode ser feito com madeirite plastificado, resinado ou escoras metálicas.

Esse tipo de laje nervurada é indicada para prédios mais altos, pois resiste mais aos esforços horizontais.

Laje nervurada: cubetas

Laje nervurada: cubetas

Laje nervurada com vigotas ou painéis treliçados

As lajes nervuradas com vigotas ou painéis treliçados pré-fabricados têm elementos de enchimento em sua composição, como lajotas cerâmicas e poliestireno expandido (EPS).

Elas são indicadas para obras de edifícios baixos, com poucos pavimentos e vãos com até 5 metros.

Laje nervurada com painéis treliçados (foto: Escola Engenharia)

Laje nervurada com painéis treliçados (foto: Escola Engenharia)

A escolha entre os dois tipos de laje nervurada é determinada a partir dos seguintes fatores:

  • O vão livre a ser vencido
  • A disponibilidade de materiais e mão de obra
  • O custo
  • Prazo de entrega da obra
  • A necessidade de limitar as deformações do edifício

Laje Nervurada: Vantagens e Desvantagens

Vantagens

Economia de material

A primeira grande vantagem da laje nervurada é a economia de material, já que há um uso menor de concreto e aço se comparado a lajes de superfície lisa.

Além disso, as cubetas e materiais usados no cimbramento podem ser utilizados em mais de uma obra, o que reduz ainda mais o orçamento para o cliente.

Otimização do Espaço

Esse tipo de laje permite um maior aproveitamento do espaço, já que há a possibilidade de criar vãos com mais de 5 metros entre as vigas.

Estética diferenciada

Os “nervos” desse tipo de laje oferecem uma estética bem interessante, que dispensa o acabamento com forro.

Além de contribuir com a decoração do ambiente, essa característica também reduz os custos com materiais e mão de obra.

Veja também: Tipos de telhados – aprenda a criar coberturas bonitas e seguras

Bom isolamento térmico e acústico

Considerando a laje nervurada com vigotas ou painéis treliçados, há um ganho significativo na qualidade do conforto térmico e acústico. Essa vantagem é vista principalmente em lajes feitas com o poliestireno expandido (EPS).

Sustentabilidade

A fabricação do concreto no mundo corresponde a 7% da emissão de CO2 na atmosfera, o que contribui diretamente para o aquecimento global e o efeito estufa.

Esse é só um dos exemplos de como o material causa impactos negativos na preservação do meio ambiente.

Diante desse contexto, toda obra que reduz o uso do concreto contribui para a sustentabilidade na construção civil.

Desvantagens

 

Exige uma mão de obra mais especializada

Como o manuseio das cubetas e a concretagem dá mais trabalho, criar uma laje nervurada exige uma mão de obra mais especializada e, consequentemente, mais cara.

Dificuldade na compatibilização

A laje nervurada aumenta a dificuldade de compatibilização entre outros sistemas do projeto, como instalações elétricas, hidráulicas e vedações.

Aumenta a altura da edificação

Devido ao seu formato, a telha nervurada acrescenta uma altura considerável à edificação, o que pode ser um problema de acordo com as necessidades do cliente ou legislação da cidade.

Veja também: Entenda de um jeito simples o que diz o Estatuto da Cidade

Confira 16 projetos incríveis com laje nervurada

Laje nervurada em sala de jantar (projeto: Felipe Hess)

1. Laje nervurada em sala de jantar (projeto: Felipe Hess)

Laje nervurada em casa moderna (foto: Decostore - Casa & Decoração)

2. Laje nervurada em casa moderna (foto: Decostore – Casa & Decoração)

3. Laje nervurada com pé direito duplo (foto: Arcoweb)

3. Laje nervurada com pé direito duplo (foto: Arcoweb)

Laje nervurada em biblioteca (foto: Flickr)

4. Laje nervurada em biblioteca (foto: Flickr)

Laje nervurada em academia (foto: Revista Viva Decora)

5. Laje nervurada em academia (foto: Revista Viva Decora)

Laje nervurada em academia: cores ajudam na setorização do ambiente (foto: Casa Vogue)

6. Laje nervurada em academia: cores ajudam na setorização do ambiente (foto: Casa Vogue)

Laje nervurada com pilar laranja (foto: Archdaily)

7. Laje nervurada com pilar laranja (foto: Archdaily)

Laje nervurada com lustre (projeto: Tetriz Arquitetura e Interiores)

8. Laje nervurada com lustre (projeto: Tetriz Arquitetura e Interiores)

Laje nervurada com instalação elétrica aparente (projeto: Melina Romano)

9. Laje nervurada com instalação elétrica aparente (projeto: Melina Romano)

Laje nervurada com iluminação de trilho (foto: Pinterest)

10. Laje nervurada com iluminação de trilho (foto: Pinterest)

Laje nervurada com formato triangular (foto: Pinterest)

11. Laje nervurada com formato triangular (foto: Pinterest)

Laje nervurada branca em sala de jantar (foto: Archdaily)

12. Laje nervurada branca em sala de jantar (foto: Archdaily)

Laje nervurada amarela em escritório (foto: Archdaily)

13. Laje nervurada amarela em escritório (foto: Archdaily)

Laje nervurada amarela é o destaque do ambiente (foto: Galeria da Arquitetura)

14. Laje nervurada amarela é o destaque do ambiente (foto: Galeria da Arquitetura)

Laje nervurada em ambiente com tons neutros (foto: Galeria da Arquitetura)

15. Laje nervurada em ambiente com tons neutros (foto: Galeria da Arquitetura)

A laje nervurada é uma opção excelente para projetos que buscam economia de material. Veja outras dicas que vão reduzir os custos da sua obra:

  • Telha Ecológica: O que é, Materiais, Vantagens e Mais!
  • Laje de Isopor: Confira como Funciona e as Vantagens para Seu Projeto
  • Confira os mitos e verdades sobre o que é Drywall e veja como ele realmente funciona