Porcelanato Técnico Pode Ser Usado em Todos os Ambientes? Descubra!

Porcelanato técnico, também conhecido como “toda massa”, é aquele que não recebe esmalte em sua superfície e tem nível de absorção de água menor ou igual a 0,1%. Devido à alta resistência mecânica, ele é indicado para locais com alto tráfego de pessoas como shoppings, supermercados, hospitais, garagem, entre outros.

Trata-se de um acabamento que faz sucesso entre os clientes por causa da sua estética moderna e durabilidade, mas será que ele é indicado para todos os ambientes?

No post de hoje, vamos mostrar quais são os tipos de porcelanato técnico que podem ser usados em áreas internas, externas e molhadas. Boa leitura!

O que é porcelanato?

Antes de explicarmos o que é porcelanato técnico, vamos relembrar qual é a definição de porcelanato. Trata-se de um tipo de piso constituído de cerâmica com processo de produção complexo que inclui misturas com argila, areias, filitos, caulins e aditivos, quando o fabricante julgar necessário.

Ao contrário de outros pisos, o porcelanato é fabricado sob temperatura de queima diferenciada, chegando a 1.200 ºC. Existem vários tipos de porcelanato, entre eles o porcelanato técnico. Vamos conhecê-lo?

O que é porcelanato técnico?

Porcelanato técnico, também conhecido como “toda massa”, é aquele que não recebe esmalte em sua superfície e tem nível de absorção de água menor ou igual a 0,1%. Devido à alta resistência mecânica, ele é indicado para locais com alto tráfego de pessoas como shoppings, supermercados, hospitais, garagem, entre outros.

O que é porcelanato técnico (foto: Portinari)

O que é porcelanato técnico (foto: Portinari)

Uma forma muito fácil de identificar o porcelanato técnico é verificar suas laterais e base. Se todos os lados da peça tiverem a mesma cor, trata-se de um porcelanato técnico.

Porcelanato técnico? acabamento faz parte da massa (foto: Blog ABC da Construção)

Porcelanato técnico: acabamento faz parte da massa (foto: Blog ABC da Construção)

Outra característica comum do porcelanato técnico é que ele é retificado, ou seja, têm as bordas retas. A vantagem é que esse formato reduz a necessidade do uso de rejunte e traz uma estética mais clean para o piso. Fica perfeito em projetos com decoração minimalista ou clássica, por exemplo.

Veja também: Porcelanato Para Quarto – Descubra Qual é a Escolha Ideal Para Seu Projeto

Quais são os tipos de porcelanato técnico?

Existem basicamente 3 tipos de porcelanato técnico no mercado. Confira quais são eles:

Porcelanato técnico natural

Como o próprio nome diz, tem uma superfície natural, sem nenhum brilho. Geralmente, ele simula a textura e a cor de pedras naturais.

Esse tipo de piso recebe um tratamento especial dado na fabricação que oferece resistência às manchas. É recomendado para áreas de alto tráfego e que exigem um piso antiderrapante.

O porcelanato técnico natural branco, por exemplo, é uma ótima escolha para banheiros, pois deixa o ambiente sofisticado.

Porcelanato técnico natural (foto: Archtrends Portobello)

Porcelanato técnico natural (foto: Archtrends Portobello)

Porcelanato técnico polido

Nesse caso, o porcelanato técnico recebe um polimento mecânico que traz brilho para a superfície da peça. Ele apresenta menor absorção de água (≤ 0,1%) e tem alta resistência mecânica.

Outra característica do porcelanato técnico polido é que seu desgaste ao longo do tempo é praticamente nulo, já que ele não recebe impressão de estampa na superfície.

Pode ser usado em projetos comerciais e residenciais, mas não é indicado para áreas externas, pois é mais suscetível a riscos. Também não é interessante utilizá-lo em áreas molhadas, já que o polimento torna sua superfície escorregadia.

Porcelanato técnico polido em sala de estar com decoração sofisticada (foto: Série Calacata - Incepa)

Porcelanato técnico polido em sala de estar com decoração sofisticada (foto: Série Calacata – Incepa)

Porcelanato técnico acetinado

Esse tipo de porcelanato passa por um processo de escovação que resulta em uma aparência suave e textura agradável. O porcelanato acetinado pode ser usado tanto em áreas internas como externas.

Porcelanato técnico acetinado com decoração neutra (foto: ABC da Construção)

Porcelanato técnico acetinado com decoração neutra (foto: ABC da Construção)

Como é feito o porcelanato técnico?

O porcelanato técnico é composto por uma massa cerâmica de matérias primas nobres prensadas e queimadas em elevadas temperaturas.

Onde usar porcelanato técnico?

Se a ideia é dar um acabamento natural e resistente para o ambiente, o porcelanato técnico é um dos melhores revestimentos do mercado.

Devido a sua resistência, o porcelanato técnico é indicado para locais com alto tráfego de pessoas como shoppings, supermercados, hospitais, aeroportos, garagens, entre outros.

Porcelanato técnico em supermercado (foto: Coleção Pietra Portinari Prime - Portinari)

Porcelanato técnico em supermercado (foto: Coleção Pietra Portinari Prime – Portinari)

Porcelanato técnico em estação de metrô (foto: Divulgação Eliane)

Porcelanato técnico em estação de metrô (foto: Divulgação Eliane)

Sua indicação também é comum para áreas externas, já que ele tem baixa porosidade, resiste bem às mudanças climáticas e exige pouca manutenção. O porcelanato técnico EXT é a escolha indicada para projetos desse tipo.

O porcelanato técnico polido pode ser usado tanto no piso como na parede. Seu brilho traz sofisticação e reflete o ambiente. A dica é não usá-lo em áreas molhadas, pois sua superfície é mais escorregadia quando comparada aos outros tipos de porcelanato técnico.

Nicho de porcelanato técnico cinza em parede com revestimento de tijolinho (foto: Zark Studio Lab - Serviços Ltda. EPP)

Nicho de porcelanato técnico cinza em parede com revestimento de tijolinho (foto: Zark Studio Lab – Serviços Ltda. EPP)

Vale destacar que o porcelanato técnico também pode ser usado para a criação de nichos e bancadas, mas fique atento(a).

É essencial verificar na descrição do produto qual é o nível de absorção de água do acabamento. Alguns fabricantes divulgam o produto como porcelanato técnico, mas na embalagem consta que o material não apresenta absorção de água menor ou igual a 0,1%. Por isso, lembre-se de conferir essa informação antes da compra.

Veja também: Como escolher porcelanato para cozinha? Veja o passo a passo completo!

Qual a diferença entre porcelanato técnico e esmaltado?

Porcelanato técnico são aquelas peças que não recebem esmalte em sua superfície e têm nível de absorção de água menor ou igual a 0,1%.

Já o porcelanato esmaltado ganha uma camada de esmalte na superfície e pode ter vários tipos de acabamento que reproduzem outros materiais (como madeira e mármore, por exemplo). Seu nível de absorção de água precisa ser menor ou igual a 0,5%.

Diante desse contexto, o porcelanato técnico é mais resistente a manchas e alto tráfego de pessoas.

Qual é o preço do porcelanato técnico?

O preço do porcelanato técnico varia de acordo com o acabamento, o tamanho da peça e o fabricante. O valor de uma peça de 60×60 cm, por exemplo, fica em torno de R$ 60,00 a R$ 140,00 reais.

Porcelanato técnico com acabamento lapado (foto: Portinari)

Porcelanato técnico com acabamento lapado (foto: Portinari)

Gostou de conhecer mais detalhes sobre o porcelanato técnico? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!