Casa de Taipa: Descubra a Origem e Veja 6 Exemplos Modernos

Taipa é um método construtivo vernacular que consiste no uso do barro e da madeira para criar moradias. Existem dois tipos de taipa: a taipa de mão e a taipa de pilão.

As casas de taipa fazem parte da história brasileira e ainda são construídas em diversas regiões do Brasil, principalmente no Norte e Nordeste. A técnica também é usada na bioconstrução e é um exemplo de moradia sustentável.

Além do aspecto rústico, a taipa também pode ter uma estética moderna e sofisticada. Quer saber mais sobre o assunto? No post de hoje, vamos explicar com detalhes o que é taipa e dar 6 exemplos de obras incríveis. Acompanhe!

O que é taipa?

Taipa é um método construtivo vernacular que consiste no uso do barro e da madeira para criar moradias. Existem dois tipos de taipa: a taipa de mão e a taipa de pilão.

Casa de Taipa de Mão

Casa de Taipa de Mão

Quais são as diferenças entre taipa de mão e taipa de pilão?

 

Taipa de mão

Taipa de mão é um método construtivo antigo que consiste no entrelaçamento de madeiras que formam vãos. Essas aberturas, posteriormente, são preenchidas com barro.

Essa técnica também é conhecida como pau a pique, taipa de sopapo ou taipa de sebe.

Taipa de mão: trama de madeira com preenchimento parcial de barro (foto: Coisas da Roça)

Taipa de mão: trama de madeira com preenchimento parcial de barro (foto: Coisas da Roça)

Taipa de pilão

Taipa de pilão é um método construtivo que consiste em comprimir a terra em formas de madeira, chamadas taipais, e dispor o barro compactado em camadas de 15 centímetros de altura.

Dessa forma, é criada uma casa de taipa de pilão com estrutura resistente e durável.

Casa de taipa de pilão (foto: Globoplay)

Casa de Taipa de Pilão (foto: Globoplay)

Qual a origem da taipa?

Não é possível dizer com exatidão quando a taipa de mão começou a ser utilizada, o que se sabe é que ela é empregada desde os tempos remotos do Oriente, tendo sua origem herdada dos romanos. Na África, sua utilização data de muito antes da colonização europeia.

Com o passar dos anos e a inclusão de novos materiais e métodos construtivos, a taipa evoluiu.

As madeiras deixaram de ser fixadas no solo, pelo fato de apodrecerem rápido, e suas amarrações passaram a ser feitas com outros materiais, como fibra vegetal e arame.

Casa de taipa de mão: amarração dos bambus (foto: Pinterest)

Casa de taipa de mão: amarração dos bambus (foto: Pinterest)

Já a taipa de pilão tem origem na China. As primeiras obras com esse método foram construídas pelo povo Longshan entre 2.600 e 1.900 a.C.

A taipa de pilão foi muito utilizada em monastérios budistas tradicionais localizados no Himalaia e em áreas do norte da Índia.

Ao longo dos séculos, a taipa de pilão foi se espalhando para o Oriente Médio e Norte da África, onde foi construída a cidade de Cartago.

Taipa: cidade de Cartago (foto: Wikipédia)

Taipa: cidade de Cartago (foto: Wikipédia)

A cidade de Cartago foi destruída pelos romanos, e hoje é possível ver apenas suas ruínas. Mas o povo de Roma levou a taipa para a Europa, tornando sua presença essencial na história da arquitetura.

Veja também: Casa de Bambu – tudo que você precisa saber para criar o projeto dos sonhos

Como foi o uso da Taipa no Brasil Colonial?

Não existe um registro oficial de quando a taipa começou a ser usada no Brasil. Pesquisadores apontam que pode ter havido uma mistura entre técnicas indígenas, africanas e portuguesas.

A Taipa foi muita usada na arquitetura colonial portuguesa no Brasil, principalmente para a vedação interna das residências da época.

As senzalas e casas rurais eram predominantemente construídas com Taipa.

Taipa: habitação de negros escravizados (obra: Johann Moritz Rugendas)

Taipa: habitação de negros escravizados (obra: Johann Moritz Rugendas)

Apesar da associação direta da taipa como casas mais simples, o método construtivo também foi usado nas residências de senhores de engenho entre os séculos XVI e XVII.

Casa-grande de taipa no século XVII (obra: Frans Post)

Casa-grande de taipa no século XVII (obra: Frans Post)

A taipa também foi usada na construção das Igrejas de Minas Gerais durante o período de mineração do Brasil.

Alguns exemplos são as Igrejas de Nossa Senhora das Mercês e Perdões, em Ouro Preto, e de Nossa Senhora do Ó, em Sabará.

Ao longo dos anos, a taipa na Igrejas foi substituída por paredes de alvenaria.

Veja também: Encante-se com as 12 cidades Históricas de Minas Gerais mais valiosas

Casas de Taipa: vantagens e desvantagens

 

Vantagens

  • Ótimo isolamento térmico e acústico
  • Baixo custo
  • Redução dos impactos ao meio ambiente
  • Baixo risco de incêndio

Desvantagens

  • Falta de padronização
  • Permeabilidade do barro
  • Risco de ataque de insetos à madeira (quando construída de maneira errada)

Como são feitas as casas de taipa de mão? 4 etapas essenciais

 

1- Fundação de pedras ou concreto

A construção de taipa começa com uma base sólida de pedras ou concreto para proteger as paredes da umidade. As ripas devem ser enterradas à, aproximadamente, 30 cm no chão.

A fundação de uma casa de taipa também exige a colocação de vigas baldrames, que recebem as casas e servem de base para as paredes.

Taipa de mão: Fundação da obra (foto: Pinterest)

Taipa de mão: Fundação da obra (foto: Pinterest)

2- Trama de madeira ou bambu

A trama de madeira é feita geralmente com bambus ou varas de eucaliptos posicionados verticalmente e horizontalmente amarrados entre si.

Antigamente, usava-se cipó ou materiais semelhantes encontrados na região da casa para fazer a amarração, mas hoje utiliza-se fibras vegetais, arames e até pregos.

O espaçamento entre as varas deve ser de, no máximo, 15 centímetros.

Construção de taipa de mão (foto: Vai com Tudo)

Construção de taipa de mão (foto: Vai com Tudo)

Importante: Casas de Taipa com madeira de má qualidade e inapropriadas para o solo podem apresentar rachaduras e fendas. Nesses casos, a taipa vira alvo de insetos que se instalam nessas aberturas, entre eles o barbeiro, transmissor da Doença de Chagas.

Por isso, é importante que a base da casa de taipa seja feita de pedra ou concreto para afastá-la do solo. Também é essencial que haja o revestimento correto das madeiras.

Veja também: Aprenda a criar fachadas de casas térreas e inspire-se com 25 exemplos!

3- Adobe preparado com a terra da região

A próxima etapa da construção da casa de taipa é o barreamento, que trata-se do processo de preenchimento das tramas de madeira com o barro.

Geralmente, são feitos três barreamentos para garantir que todos os buracos vazios da casa de taipa sejam tampados.

A construção não deve ter nenhuma abertura sem preenchimento, pois pode sofrer o ataque de insetos ou até mesmo ter danos na vedação após a secagem do barro.

Sobre os acabamentos, a casa de taipa pode receber pintura ou não, tudo depende da aparência que se busca no projeto.

Casa de taipa: barreamento (foto: margem arquitetura)

Casa de taipa: barreamento (foto: Margem Arquitetura)

4- Telhado leve

O barro utilizado nas paredes de taipa é pouco resistente à compreensão, por isso é necessário usar materiais leves na execução do telhado.

Em geral, são escolhidos materiais da própria região, como palha de coqueiro, barnaúba, sisal, palha de buriti, etc. Independentemente do material escolhido, é essencial que ele tenha 50 cm ou mais de beiral para proteger as paredes da chuva.

Taipa de mão: cobertura com palha (foto: Pinterest)

Taipa de mão: cobertura com palha (foto: Pinterest)

Em quais regiões do Brasil ainda encontramos a técnica de taipa?

As casas de taipa ainda são encontradas em várias regiões do interior do Brasil, principalmente do Norte e Nordeste, onde as famílias não têm condições de arcar com os custos de uma casa de alvenaria.

Mas esse método construtivo tem ganhado adeptos que buscam moradias sustentáveis e um estilo de vida mais próximo da natureza.

Casas de taipa são comuns em projetos de bioconstrução, por exemplo. Em conjunto com soluções tecnológicas como a energia solar, elas tornam-se uma opção interessante para quem busca conforto e preservação do meio ambiente.

6 exemplos de Casa de Taipa modernas

Os métodos construtivos vernaculares também podem criar edificações sofisticadas e com materiais modernos. Pensando nisso, separamos 6 exemplos modernos de construções de taipa, confira:

1. Taipa de Pilão: Escola de Artes Plásticas (projeto: Mauricio Rocha e Gabriela Carrillo)

1. Taipa de Pilão: Escola de artes plásticas (projeto: Mauricio Rocha e Gabriela Carrillo)

2. Taipa de Pilão: Casa de fim de semana no México (projeto: Taller Hector Barroso)

2. Taipa de Pilão: Casa de fim de semana no México (projeto: Taller Hector Barroso)

3. Taipa de Pilão: Projeto de banheiro com paredes curvas - espaço Deca na CASACOR (foto: Pinterest)

3. Taipa de Pilão: Projeto de banheiro com paredes curvas – espaço Deca na CASACOR (foto: Pinterest)

4. Casa de Taipa de Pilão: Tucson Mountain Retreat (projeto: escritório Dust Architects)

4. Casa de Taipa de Pilão: Tucson Mountain Retreat (projeto: escritório Dust Architects)

5. Casa de Taipa de Pilão na Califórnia (projeto: escritório Feldman Architecture)

5. Casa de Taipa de Pilão na Califórnia (projeto: escritório Feldman Architecture)

6. Casa de Taipa de Pilão: Glenlyon House (projeto: Joh Architects)

6. Casa de Taipa de Pilão: Glenlyon House (projeto: Joh Architects)

E aí, qual dessas casas de taipa mais te impressionou? Compartilhe com a gente nos comentários!