Guia da carreira de arquitetura: 6 perguntas que vão mostrar o caminho

Quem se interessa por um guia da carreira de arquitetura, deve estar procurando se certificar de que esta é mesmo a profissão que quer seguir; ou, recém-formado, está buscando dicas de como fazer sua carreira deslanchar.

Nesta postagem, separamos 6 perguntas que podem ajudar a ambos os perfis de leitores. Analise cada uma delas, responda com sinceridade e descubra, com ajuda de nosso guia da carreira de arquitetura, como construir um futuro brilhante nesta área profissional.

Se você é recém-formado, talvez também seja interessante ler esta postagem de nosso blog, também: Primeiro emprego: como driblar a falta de experiência

Guia da carreira de arquitetura em 6 perguntas práticas

 

A vida de um profissional, ou de quem vai iniciar os estudos com este objetivo em mente, exige muita praticidade. O processo de tomada de decisão não é fácil e é preciso equilibrar a coleta ágil e adequada de informações com um tempo nem muito longo nem excessivamente curto para definir seus rumos.

Com o objetivo de facilitar tudo isso para você, criamos este questionário em 6 perguntas, que vai ser um verdadeiro guia para sua carreira de arquitetura.

Preparado? Então, vamos lá!

1- Tenho mesmo vocação para a arquitetura?

 

guia-da-carreira-de-arquitetura-vocacao

guia da carreira de arquitetura: vocação

Caramba! Agora que você estava decidido, resolvemos voltar uns passos atrás? Não é bem isso: alguns dos que respondem a este questionário do guia da carreira de arquitetura podem ainda ter dúvidas.

Por isso, relacionamos aqui algumas dicas do tipo de habilidades e mesmo de atividades que você gosta de fazer em seu dia a dia e que podem ser um indício de sua vocação:

  • Criatividade: se você sempre busca uma maneira inovadora de resolver as coisas, isso é um bom sinal.
  • Habilidade em exatas: sim, você vai precisar fazer alguns cálculos complexos, mas não precisa ser sua matéria preferida, de forma alguma.
  • Saber desenhar: o curso não é de artes plásticas, mas alguma habilidade em desenho sempre ajuda. Há inclusive provas específicas desta matéria em alguns vestibulares.
  • Se colocar no lugar do outro: projetar habitações e outros tipos de edificações para outras pessoas exige entender as necessidades delas. A chamada empatia é importante.
  • Gostar de arte e cultura: a arquitetura mistura habilidades técnicas e científicas com culturais e artísticas. Estar conectado com seu tempo e com a arte em geral é totalmente recomendado.
  • Fome de saber: esta é uma característica que todo profissional deve ter, mas na arquitetura estar sempre estudando e se atualizando sobre tendências e tecnologias é fundamental.

Se você quer mais pistas do que te espera na carreira, para ver se tomou a decisão certa, este artigo pode ser bastante útil: 12 Dicas de arquitetos e designers de interiores para ajudar você a superar os desafios e trilhar de forma mais eficiente sua trajetória profissional e pessoal

2- Qual faculdade fazer?

 

guia-da-carreira-de-arquitetura-qual-faculdade-escolher

guia da carreira de arquitetura: qual faculdade escolher

Aqui é preciso pesar vários aspectos, entre eles, destacamos dois:

Primeiro: você pretende pagar por seus estudos ou vai lutar por uma vaga na universidade pública?

A resposta a esta pergunta já elimina boa parte das opções.

Segundo: você está disposto a mudar de cidade ou estado para estudar na faculdade de seus sonhos, ou existe uma limitação geográfica?

Nem todos podem ou querem mudar de cidade. E isso é uma decisão pessoal, existem boas faculdade de arquitetura em diversas regiões do país.

Nosso guia de carreira de arquitetura não vai te indicar esta ou aquela instituição. Recomendamos que converse com profissionais da área e dê uma olhada no ranking de faculdades do ENADE, ou em outros ranking, como o da Folha de São Paulo.

3- Devo fazer uma pós-graduação?

 

É extremamente recomendável. Hoje, ter uma faculdade e falar um segundo idioma é o mínimo que se espera de um profissional. Portanto, cursos de especialização, de extensão e pós-graduações só podem auxiliar você a se destacar em sua carreira.

Um intercâmbio de arquitetura no exterior também pode ser algo que vai alavancar sua carreira logo no início, abrindo novas perspectivas.

4- Devo focar em alguma especialidade ou ser um generalista?

 

guia-da-carreira-de-arquitetura-especialista-x-generalista

guia da carreira de arquitetura: especialista x generalista

Esta resposta é praticamente uma unanimidade entre os arquitetos e fazemos questão de frisar em nosso guia da carreira de arquitetura: é muito importante ter um foco em sua carreira, escolher uma especialidade e se destacar nesse nicho.

Além das especializações dentro da arquitetura (que chegam a 22!)  existem outras áreas correlatas em que um arquiteto pode se destacar, como a gestão de ONGs e a implantação de projetos sustentáveis.

Veja algumas das 22 áreas de especialização de um arquiteto: Urbanismo, Paisagismo e Ambientes, Restauro de Edifícios, Acompanhamento e Administração de Obras, Design de Mobiliário, Design de Interiores, Visualização Arquitetônica em 3D, Arquitetura Comercial, Mobilidade Urbana e muitas outras.

Para saber mais sobre as vantagens de se especializar em sua carreira, recomendamos a leitura deste texto: Tenha foco: o segredo de como ganhar dinheiro com arquitetura

5- Como começar na carreira?

 

guia-da-carreira-de-arquitetura-como-comecar-carreira

guia da carreira de arquitetura: como começar na carreira

O primeiro passo é procurar, ainda na faculdade, um bom escritório para estagiar, enviando currículos.

E não importa quantos semestres de estágio sua faculdade exige, quanto antes começar a ter vivência profissional, melhor!

Outras dicas importantes e que vão turbinar seu currículo e sua experiência são:

  • Faça trabalhos voluntários ligados à área de arquitetura, como moradias populares e sustentáveis
  • Engaje-se na empresa júnior da faculdade e concursos internos
  • Participe de todos os outros concursos para estudantes de arquitetura que puder conciliar com sua carga horária
  • Acompanhe os bons blogs da área, como o Viva Decora, por exemplo
  • Comece a montar seu portfólio, mesmo que com trabalhos acadêmicos

Aqui no Viva Decora existe um espaço especialmente construído para que os arquitetos divulguem seus portfólios.

Veja mais sobre estes assunto aqui: 8 Dicas práticas de como fazer um portfólio de arquitetura e interiores

6- Trabalhar para um escritório ou abrir o próprio?

 

guia-da-carreira-de-arquitetura-empreender

guia da carreira de arquitetura: empreender

Não tenha dúvida que, na maioria dos casos, o arquiteto empreendedor tem mais chances de ter sucesso na carreira.

Mas, evidentemente, é preciso começar em alguma outra empresa, antes de abrir a sua.

Com o tempo, você poderá perceber se tem as qualidades necessárias para se tornar um empresário da arquitetura.

Para finalizar nosso guia da carreira de arquitetura, recomendamos que você baixe este infográfico bastante útil para quem quer abrir seu próprio escritório: os 6 Ps do arquiteto empreendedor