Aprenda o que é autocontrole e saiba como aumentar o seu

Faça um exercício de memória e tente se lembrar se hoje você precisou usar de muita força de vontade para tomar uma decisão qualquer.

Nessa tarefa, você obteve sucesso? Todos os dias, precisamos enfrentar uma série de tentações e provações diversas do nosso autocontrole.

Por isso, cada vez mais buscamos a força para subjugar nossas vontades indevidas e assumir as rédeas da nossa mente.

Seja para dizer sim ou para dizer não. E se você ainda não sabe o que é autocontrole e nem como dominar seus sentimentos, certamente qualquer decisão se torna mais complicada.

O grande desafio que temos é como alcançar esse estado mental em que conseguimos tomar as melhores decisões na hora certa.

Não fugir da dieta, não gastar o dinheiro que estava economizando para outro objetivo, começar o trabalho sem enrolar etc.

Todas essas situações exigem muito da nossa força de vontade. E autocontrole é a palavra de ordem para quem quer chegar lá, nesse ponto de equilíbrio.

O caminho para o autocontrole é o que vamos abordar nesse post.

Uma dica que pode diminuir seu stress é sempre planejar tudo antes de por em prática. Se você tem um negócio próprio, dê uma olhada em nosso artigo sobre plano de negócio para escritório de arquitetura e não tenha mais dor de cabeça.

Os três fundamentos que explicam o que é autocontrole

 

o-que-e-autocontrole-principios-basicos

Em sua obra “Os Desafios à Força de Vontade“, Kelly McGonigal se dedica a tratar do autocontrole, de seu poder, e de como chegar até ele. Mas antes de entrar em dicas e hacks para dominar a própria mente, vamos teorizar com a ajuda dela os fundamentos sobre o que é autocontrole.

O que norteia o autocontrole é nossa força de vontade. Ela, por sua vez, consiste em três poderes: “Eu não vou”, “Eu vou” e “Eu quero”.

Eu não vou: essa é a sua habilidade de resistir às tentações. Mesmo quando o corpo diz que sim, a mente consegue resistir e dizer que não. O poder de dizer “Eu não vou” é um verdadeiro exercício de força. Eu não vou cair em tentação, eu não vou me submeter aos hábitos ruins que atrapalham minha saúde ou minha carreira.

Eu vou: a versão positiva da habilidade de dizer que não vai. Essa é a habilidade que todos temos de nos impulsionar a cumprir tarefas. “Eu vou” te ajuda a executar tarefas que são desagradáveis, mas necessárias para alcançar seus objetivos – por exemplo, fazer a limpeza da casa ou estudar para passar em uma prova.

Eu quero: essa habilidade da nossa força de vontade está mais ligada à obstinação e a capacidade de focar nos próprios objetivos. É sobre colocar objetivos certos, a longo prazo, que vão te fazer bem. Para resistir às tentações do presente, você precisa de objetivos claros de longo prazo, que guiem suas ações.

A chave para ter autocontrole: treinamento

 

o-que-e-autocontrole-treinamento

Entendendo e unindo os três poderes em torno da nossa força de vontade, podemos prosseguir na busca por autocontrole. Agora, o que precisamos entender é que o autocontrole funciona como um músculo. E como os músculos, ele pode ser exercitado e treinado. É como adquirir um novo hábito.

Desempenhando desafios simples do cotidiano, regularmente, você pode melhorar gradualmente seu autocontrole e assim “malhar” sua força de vontade.

Esse treinamento do autocontrole, porém, não é feito apenas na mente – é preciso trabalhar com o corpo também. Para isso, se esforce para manter o nível de açúcar no sangue estável e níveis de energia altos.

Tenha esse cuidado sabendo que a força de vontade é um recurso limitado. Quanto mais usamos dela, mais exaustos ficamos para continuar usando-a. Alimentos com baixo índice glicêmico como castanhas, cereais, frutas, vegetais e grãos ricos em fibra, contribuem para manter sua força de vontade.

Treinando a força de vontade com pequenos desafios, você vai ganhando o poder sobre as tentações. Assim, os desafios maiores da vida ficarão infinitamente mais fáceis de serem encarados.

Assim como a força de vontade, a criatividade também pode ser exercitada com exercícios de criatividade, evitando posteriormente os temidos bloqueios criativos.

Autocontrole através da meditação

 

o-que-e-autocontrole-meditacao

o que é autocontrole: meditação

A renomada psicóloga Kelly McGonigal mostra, em Os Desafios à Força de Vontade“, que meditar é uma ótima forma de exercitar o autocontrole. Em um mundo com cada vez mais distrações, a meditação é a alternativa ideal para trabalhar a mente.

Isso porque uma mente distraída tende a tomar piores decisões do que aquelas de uma pessoa centrada.

Estudos científicos mostram que apenas três horas de meditação regular podem melhorar a autoconsciência e desenvolver uma maior atenção.

Depois de 11 horas de prática, as mudanças já são facilmente observadas no cérebro. Para começar, tente respirar profundamente e foque sua concentração em seu objetivo de longo prazo, sempre que estiver diante de uma situação que desafie seu autocontrole.

Assim, você pode quebrar o ciclo de distração e retomar o controle sobre os impulsos.

Há uma série de exercícios de autoconhecimento que também vão te ajudar nisso.

Sentimentos ruins: os maiores inimigos do autocontrole

 

o-que-e-autocontrole-sentimentos-ruins

o que é autocontrole: sentimentos ruins

Tente pensar nas piores decisões que você já tomou. Agora, relembre as motivações por trás delas. É bem provável que, nesse rápido exercício, você se lembre como estava tomado por raiva, angústia, ansiedade ou outros sentimentos ruins quando decidiu de forma errada em algumas situações na sua vida.

Isso é porque sentimentos negativos têm, e muito, efeito sobre a forma como nosso autocontrole age.

O estresse, por exemplo, é um dos principais inimigos da mente saudável que controla seus instintos. Ele faz você se sentir mal consigo mesmo, o que te motiva a fazer alguma coisa para se sentir melhor. Assim, cedemos ao instinto e tomamos decisões ruins.

Para não cair nessa situação, tente livrar a mente dos sentimentos negativos antes de decidir sob ação deles. Respire fundo, apele para a meditação ou faça um exercício físico. Vale tudo para clarear a mente e as ideias para ganhar tempo e não ceder aos instintos.

Outra forma de encarar situações perigosas em que podemos agir por instinto é sempre pensar no futuro. Uma mente que se autocontrola positivamente é aquela que foca nos bons e reais objetivos para o futuro.

Por fim, a dica de Kelly McGonigal é de que a força de vontade é contagiosa. Depois de exercitar a sua, aja sempre positivamente perto das pessoas com quem você convive. Espalhe seus exercícios e truques para atingir o autocontrole e veja o fenômeno se espalhando.

Estudos mostraram que se observamos outras pessoas agindo de maneira impulsiva, é mais provável que também agiremos assim, negligenciando nossos objetivos de longo prazo por momentos de prazer.

Você conseguiu aprender mais sobre o que é autocontrole? Se sentiu motivado após ler esse post? Então você provavelmente vai adorar os outros títulos da categoria Motivação & Inspiração, lá no acervo do 12Minutos e do post sobre motivação e liderança no trabalho do Viva Decora Pro. Confira lá e boa leitura! 😉

Esse artigo foi escrito pela equipe de conteúdo do 12Minutos, a plataforma que seleciona, lê e resume os mais importantes livros de não ficção, transformando-os em microbooks e audiobooks. Baixe agora o app na Play Store ou na App Store e bons aprendizados!