Banheiro de coworking: 8 pontos essenciais a se considerar na hora do projeto!

banheiro-de-coworking-preto-e-amarelo

banheiro de coworking preto e amarelo

Provavelmente você já ouviu falar no coworking, modelo de escritório colaborativo cada vez mais popular e numeroso no Brasil e no mundo. Antes de considerar as suas características, é importante entender como surgiu o termo e o conceito do coworking.

O que é e de onde surgiu o Coworking?

 

Criado em 2005 pelo programador americano Brad Neuberg, o termo coworking define um sistema em que um mesmo espaço é compartilhado por um grupo de profissionais de diferentes áreas (autônomos ou organizados em startups). A grande vantagem de dividir o mesmo ambiente de trabalho é não ter que arcar com os altos custos de abertura e manutenção de um escritório próprio, e também possibilitar maior convívio social e interação para os profissionais que trabalham sozinhos.

Além das mesas e salas de trabalho, o coworking geralmente conta com espaços comuns e de uso coletivo, como áreas de convívio, copa, banheiros, salas de reunião, etc. Dependendo do tamanho das instalações, pode haver também espaço para eventos, cursos e workshops.

O projeto de um escritório de Coworking

 

Apesar das inúmeras vantagens de um coworking, compartilhar um espaço de trabalho entre diferentes pessoas e empresas pode ser uma experiência desagradável se o ambiente não for planejado adequadamente. Nesse quesito, a infra-estrutura adequada dos banheiros é um ponto importante para uma melhor experiência e uso do espaço.

Além de ser um ambiente destinado ao uso de várias pessoas simultaneamente, o banheiro também deve proporcionar conforto e bem-estar. Pensando nisso, listamos alguns pontos importantes que devem ser considerados no planejamento de um banheiro para um coworking.

8 pontos para prestar atenção ao projetar um banheiro de coworking

 

1 – Localização dos banheiros

 

banheiro-de-coworking-planta

Banheiro de coworking: o banheiro centralizado na planta facilita o acesso a partir de todos os ambientes

Lembre-se que os banheiros são espaços que serão utilizados por todas as pessoas que frequentam o coworking, portanto é importante que sua localização seja planejada de modo a facilitar o acesso a partir de qualquer ambiente, sem privilegiar nenhuma sala nem criar longas distâncias no percurso.

A localização dos banheiros também poderá estar condicionada às instalações hidráulicas e de esgoto existentes no imóvel, portanto se não houver condições de relocar os banheiros, deve-se pensar na disposição das salas da maneira que melhor possibilite o uso coletivo desses espaços.

2 –  Dimensionamento

 

O dimensionamento do banheiro estará relacionado com a quantidade de pessoas que frequentarão o local, sempre visando oferecer um espaço o mais confortável possível. Por se tratar de um ambiente de uso coletivo, o número de cabines deve seguir as exigências do Código de Obras de cada município, que define normas para essa quantificação.

O Código de Obras de São Paulo, por exemplo, define o cálculo com base na lotação da Edificação (que representa o número total de usuários que a edificação consegue abrigar), sua área útil e tipo de utilização. O cálculo é feito a partir da fórmula:

calculo-de-dimesionamento

Cálculo para dimensionamento de banheiro

O índice a ser considerado no cálculo é dado na tabela abaixo:

tabela-indice-para-lotacao

Tabela de índice para Lotação – Fonte: Código de Obras do Município de São Paulo (1992)

Além disso, o Código de Obras de São Paulo também prevê a quantificação mínima de sanitários de acordo com o uso:

quantificacao-de-sanitarios

Quantificação de Sanitários – Fonte: Código de Obras do Município de São Paulo (2017)

Também é importante lembrar que de acordo com a NBR 9050 (Norma Brasileira de Acessibilidade), 5% das instalações sanitárias deve ser acessível para o uso de pessoas com alguma deficiência.

* Dados baseados no Código de Obras de São Paulo em vigor em 2017.

3 – Separação das áreas de bancadas e cabines sanitárias

 

banheiro-de-coworking-universidade-do-oregon

Banheiro coletivo na Universidade do Oregon. Solução de cabines individuais e área isolada de cubas possibilita o uso por diversas pessoas simultaneamente

Uma boa solução para banheiros coletivos é separar a área das pias da área das cabines sanitárias. Isso possibilita que mais pessoas utilizem os equipamentos simultaneamente.

É interessante que as cabines tenham instalações individuais, com portas totalmente fechadas. Assim, homens e mulheres podem utilizar o espaço ao mesmo tempo sem  nenhum constrangimento.

Veja também: 11 pontos de atenção na hora da instalação dos produtos para o banheiro

4 – Materiais

 

banheiro-de-coworking-materiais

Materiais resistentes e de fácil limpeza são requisitos importantes no banheiro de um coworking

Em um banheiro de uso coletivo, a escolha dos materiais deve estar baseada na facilidade e praticidade de limpeza e manutenção, para que consiga ser mantido sempre com a melhor aparência.

Outro requisito importante é a resistência desses materiais. Visando maior durabilidade, recomenda-se evitar materiais muito frágeis. Granitos e outras pedras naturais, materiais resinados e aço inox são bastante recomendados para as bancadas, assim como revestimentos cerâmicos nas paredes, para que protejam a superfície da umidade. Para o piso, sempre utilizar materiais antiderrapantes visando a segurança.

Falando em bons materiais, confira os catálogos da Deca e descubra o que há de melhor em itens para o seu banheiro.

cta-lp-catalogos-deca

5 – Escolha das cubas e torneiras

 

banheiro-de-coworking-cubas

banheiro de coworking – cubas e torneiras devem ser adequadas ao uso intenso

Para as cubas, recomenda-se modelos que sejam fáceis de limpar e cujas dimensões estejam adequadas para o tamanho do banheiro. Um ponto importante a ser considerado é a altura de instalação das cubas, para que seja garantido o conforto do usuário. Recomenda-se a altura de 90cm entre o piso e a pia.

Como se trata de um banheiro de fluxo intenso, outro cuidado importante a ser tomado é escolher uma cuba com altura capaz de evitar que a água respingue na bancada, evitando assim que a pessoa se molhe ao utilizar a cuba.

Quanto à escolha das torneiras, recomenda-se torneiras de fácil acionamento. Muitos são os modelos disponíveis no mercado, entre eles as torneiras com sensores automáticos e com alavancas de acionamento. As torneiras automáticas são bastante recomendáveis pois reduzem o desperdício de água.

torneira-sensor-e-alavanca

Torneira com sensor automático (à esquerda) e torneira com alavanca (à direita)

6 – Considere incluir chuveiro no banheiro

 

Dependendo do tipo de uso do coworking, incluir chuveiro nos banheiros pode ser um atrativo para o empreendimento, pois essa medida facilita o uso daqueles que costumam sair da academia e ir direto para o trabalho, usuários que se locomovem de bicicleta (algo que tem se tornado comum devido à preocupação com a mobilidade urbana) e outros.

A instalação de chuveiro no banheiro estará condicionada às condições de instalação hidráulica e de esgoto do imóvel, além do tamanho do banheiro, que deve ser adequado para que o espaço de banho seja também confortável.

7 – Divisórias e acessórios

 

banheiro-de-coworking-acessorios

banheiro de coworking – acessórios e divisórias bem utilizados qualificam o espaço

Pequenas medidas podem trazer grandes resultados quando se fala em projetos de  banheiros coletivos. Devemos lembrar que os banheiros de um coworking serão utilizados tanto por pessoas que trabalham no local como por visitantes, por isso é importante que ele conte com acessórios que possibilitem o conforto para todos os usuários.

Instalar ganchos para pendurar bolsas e casacos é uma das ações que facilitam a utilização. Além disso, prateleiras também podem ser interessantes no caso de mochilas e bolsas maiores.

Espelhos são muito recomendados pois, além da questão funcional, também ampliam o ambiente e colaboram para um sensação de maior limpeza do espaço.

Mesmo sendo um banheiro coletivo, privacidade é um item que não pode ser desconsiderado no projeto. No caso de banheiro masculino, se houver mictórios aconselha-se instalar divisórias entre eles, separando um do outro. Uma medida simples mas que altera profundamente a questão da privacidade.

Cadeiras ou bancos, quando o tamanho do banheiro permite, também contribuem para melhorar a experiência.

8 – Iluminação

 

banheiro-de-coworking-iluminacao

banheiro de coworking – iluminação é requisito básico para um projeto eficiente

Um ponto muito importante e capaz de fazer a diferença no projeto de um banheiro é a é a correta iluminação. Além de transmitir segurança, a luz também qualifica o espaço, transmitindo uma boa impressão do ambiente quando bem utilizada.

Em banheiros, recomenda-se a utilização de luz branca para que não interfira na percepção do usuário no espelho. No caso das mulheres, uma luz próxima ao espelho pode ajudar no retoque da maquiagem.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira este post sobre Iluminação ideal para banheiro – tipos e dicas essenciais para o ambiente perfeito

Por fim, vale lembrar que o projeto do banheiro deve estar adequado à linguagem de todo o coworking. Não seria adequado trabalhar uma linguagem despojada e descontraída nos materiais do banheiro quando o espaço de trabalho é usado por pessoas mais formais.

Investir em um bom banheiro, que reúna beleza, funcionalidade e praticidade pode ser até mesmo uma estratégia comercial para atrair usuários que buscam praticidade mas também conforto e bem-estar no coworking.

Agora que você já sabe como projetar um bom banheiro, que tal se inspirar?

101 banheiros

Este post foi escrito pela Deca, maior fabricante de louças e metais sanitários do Hemisfério Sul.