Calculadora de Piso: Veja Como Agilizar Sua Obra!

Fazer cálculo de piso parece algo muito complicado para você?

Por mais que esse seja um assunto recorrente em cursos de arquitetura e engenharia civil, sabemos que muitas informações aprendidas na sala de aula vão se perdendo ao longo do tempo.

Felizmente, existem softwares que realizam o cálculo de forma rápida e precisa. Mas aprender como calcular piso de forma manual é essencial para todo profissional de construção civil, afinal nunca se sabe quando a tecnologia pode nos deixar na mão, não é mesmo?

No post de hoje, vamos explicar como calcular piso de forma manual. Mas para agilizar seu trabalho, também criamos uma calculadora de piso super rápida e prática que vai fazer a diferença no seu projeto. Confira!

Como calcular piso? Aprenda de um jeito fácil!

 

Passo 1: Descubra a metragem do ambiente

O primeiro passo para fazer o cálculo de piso é saber qual é área total do cômodo.

Você vai precisar da planta baixa para verificar a metragem de cada lado do ambiente.

Só para relembrar, trata-se da representação de uma construção através de um gráfico que mostra, normalmente, a perspectiva da figura vista de cima.

Calculadora de piso: planta baixa (foto: Pinterest)

Vamos supor que o cômodo tenha a seguinte metragem de cada lado: 3 m x 3 m. Para saber a área em metros quadrados você precisará simplesmente multiplicar os dois números.

Em nosso exemplo, o resultado é 9 m².

Passo 2: Identifique a metragem do piso

Para calcular a quantidade de piso correta, é essencial saber o tamanho do piso que será utilizado. Existem vários modelos no mercado como porcelanato, cerâmica, vinílico, laminado, mármore, granito, entre outros.

Independentemente do tipo e do modelo, o arquiteto precisa saber o tamanho da peça e qual a quantidade necessária para cobrir 1 metro quadrado de piso.

Calculadora de piso: como calcular metragem de piso (foto: Verona Materiais de Construção)

Quem fornece essa informação é o próprio fabricante, mas caso não seja informado, você pode fazer o seguinte: é só multiplicar a largura e comprimento do piso para obter o m² de cada unidade. O cálculo é esse:

m² = base x altura (ambas as dimensões do piso)

Por exemplo: vamos supor que o piso que você escolheu tem 60 cm de comprimento e 60 cm de largura. Convertendo os centímetros em metros, a peça mede 0,6 m.

A multiplicação dos dois lados do piso é feito da seguinte forma: 0,6 x 0,6 = 0,36

Passo 3: Acrescente 10% de “quebra”

Antes de partir para o cálculo de piso final, vale lembrar que é obrigatório acrescentar 10% de quebra nessa conta.

Trata-se de uma quantidade a mais de piso que pode ser usada caso alguma peça quebre durante a obra.

Passo 4: Faça o cálculo final

Agora que já temos todas as informações que precisamos (metragem do ambiente, do piso e 10% de quebra), vamos ao cálculo final.

Primeiramente, divida a área total do cômodo pelo tamanho do piso

9 m²/0,36 = 25 peças

Vamos acrescentar a quebra:

25 x 10% = 2,5 de quebra

Como não dá pra comprar duas peças e meia, arredondamos para 3.

25 + 3 = 28

Ou seja: você vai precisar de 28 pisos para revestir esse ambiente.

Confira agora nossa calculadora de piso e agilize seu trabalho.