Entenda quais são as diferenças entre piso de porcelanato e cerâmica de uma vez por todas

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Mix de porcelanatos

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Mix de porcelanatos

O piso porcelanato virou moda e é usado em projetos de designers e arquitetos famosos não só pela estética, que oferece aos ambientes uma aparência mais refinada e elegante, mas também devido à sua praticidade de manutenção e limpeza.

Além disso, o porcelanato é um piso bastante versátil.

No radar de profissionais da construção civil, arquitetura e design de interiores, pode- se apresentar como boa opção de piso para sala, quarto e outros cômodos da casa, mas é preciso atenção para não confundir o material com a cerâmica.

Dono de aspecto mais liso que a cerâmica, há outras características que distanciam os dois materiais, tão presentes na construção e reformas de imóveis.

Mas você sabe qual a diferença entre porcelanato e cerâmica?

A diferença entre piso cerâmico e porcelanato está no tipo de material usado para cada fabricação.

Há vantagens e desvantagens na escolha de um ou outro.

Quer descobrir quais são?

Preparamos um comparativo para você ficar por dentro de cada detalhe, acompanhe!

Porcelanato x Cerâmica: vantagens e desvantagens

 

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Vantagens x Desvantagens

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Vantagens x Desvantagens

O piso porcelanato também é constituído de cerâmica, mas seu processo de produção é mais complexo.

Além da cerâmica em sua composição, ele recebe misturas com argila, areias, filitos, caulins e outros aditivos, quando necessário.

Outra característica no processo de fabricação do porcelanato está na temperatura de queima utilizada.

Ela chega a impressionantes 1.200 ºC. De regra, quanto mais alta a temperatura, maior é a resistência do piso.

Isso torna o porcelanato, consequentemente, mais durável que o piso de cerâmica.

Portanto, a diferença entre porcelanato e cerâmica está em seu processo de fabricação e na adição de substâncias ao porcelanato que não estão presentes no material usado para gerar o piso do tipo cerâmico.

Mas há outras diferenças.

Antes de ver mais diferenças entre porcelanato e cerâmica, responda: Está com dificuldade em calcular o rejunte de sua obra? Aprenda como fazer e escolher a cor que mais combina com o seu revestimento.

Confira também nossa Planilha de Orçamento de Obras para ajudá-lo com o cálculo do porcelanato (ou cerâmica) e de outros materiais de construção.

cta-planilha-de-orcamento-de-obra

Principais diferenças entre porcelanato e cerâmica:

 

Diferença entre porcelanato e cerâmica: porcelanato amadeirado

Diferença entre porcelanato e cerâmica: porcelanato amadeirado

1 – O porcelanato é mais liso

 

O porcelanato é um piso liso, homogêneo e mais denso.

A versão brilho é uma das mais utilizadas em ambientes internos por trazer a ideia de sofisticação e pureza.

A cerâmica é mais rústica e discreta.

2 – Acabamento

 

Outra diferença entre porcelanato e cerâmica está no quesito acabamento.

Enquanto na instalação do porcelanato é usada junta seca, o assentamento da cerâmica só pode ser feito com rejunte tradicional, portanto, o úmido.

3 – Limpeza e manutenção

 

Nesta linha construtiva dos pisos, a manutenção entra com um bom motivo para escolher um piso ou outro.

O porcelanato é limpo apenas com um pano umedecido com água e detergente, tornando a tarefa mais ágil e prática no dia a dia.

Já o piso cerâmico tem manutenção mais trabalhosa.

Suja com mais facilidade e o seu processo de limpeza inclui o uso de vassouras, aspirador de pó, panos úmidos e secagem rápida para que o piso não ganhe manchas.

4 –  Preço do porcelanato x Preço da cerâmica

 

No quesito preço, o porcelanato leva desvantagem.

Ele é mais caro que a cerâmica, dado todas as suas características e atributos, como durabilidade, beleza e facilidade de manutenção.

Os preços variam entre R$ 20 a R$ 300 o m².

Devido ao seu processo mais econômico de produção, a cerâmica é vista no mercado como a mais popular e é encontrada em lojas de materiais de construção com melhor preço em comparação com o porcelanato.

Contra os R$ 20 o m² do porcelanato, o valor da mesma metragem de piso cerâmico pode ser encontrada a partir de R$ 9,90.

Como vimos, a diferença entre porcelanato e cerâmica envolve preço, manutenção e resistência, mas ainda mais um detalhe: o piso cerâmico tem como vantagem extra apresentar mais variedade no mercado, sendo encontrado com mais opções de cores, desenhos e tamanhos.

Já decidiu se vai usar porcelanato ou cerâmica? Mas quantos metros quadrados vai precisar? Aprenda como calcular metro quadrado para piso e azulejos – com exemplos!

Porcelanato: acetinado ou polido? Veja principais tipos

 

O revestimento para pisos queridinho da construção civil para espaços internos – por causa de sua estética bonita e sofisticada e facilidade de manutenção – o piso de porcelanato pode ser encontrado em várias versões, e sempre há novidades de revestimentos com texturas e tamanhos diferenciados.

Veja alguns de seus principais tipos:

  • Polido: recebe polimento de proteção, sendo mais liso e brilhoso que os demais. É recomendada a instalação para cômodos que não apresentam umidade.
Diferença entre porcelanato e cerâmica: porcelanato polido

Diferença entre porcelanato e cerâmica: porcelanato polido

  • Esmaltado: sua camada superior é esmaltada, podendo ter acabamento liso, áspero ou mate.
Diferença entre porcelanato e cerâmica: Porcelanato esmaltado

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Porcelanato esmaltado

  • Struturato: indicado para áreas molhadas por ter acabamento mais rígido.
Diferença entre porcelanato e cerâmica: Porcelanato struturato

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Porcelanato struturato

  • Natural: tem superfície em mate e é usado para áreas externas, principalmente comerciais. Sua superfície foi projetada propositalmente para evitar escorregões.
Diferença entre porcelanato e cerâmica: Porcelanato natural

Diferença entre porcelanato e cerâmica: Porcelanato natural

  • Acetinado: possui menos brilho. É muito utilizado para salas e quartos.
Diferença entre porcelanato e cerâmica: porcelanato acetinado

Diferença entre porcelanato e cerâmica: porcelanato acetinado

Agora que você conhece os diferentes tipos, já sabe onde irá usá-los? Confira 5 maneiras diferentes de onde usar revestimentos Ceusa e inspire-se.

Classificação de pisos de cerâmica: qual escolher?

 

Ao decidir instalar pisos de cerâmica ou porcelanato em sua casa ou comércio, é necessário se atentar para a classificação PEI (sigla para Porcelain Enamel Institute – nome do instituto responsável pela regulamentação da resistência à abrasão dos pisos cerâmicos esmaltados).

Quanto mais alto é o número do PEI, mas resistente é o piso.

Aprenda a entender esse número:

  • Classificação baixa – PEI 1: Piso menos resistente. Indicado para cômodos onde haverá pouca circulação, como lavabos e revestimentos de paredes.
  • Classificação média – PEI 2: Resistência superior ao PEI 1 indicado para locais com baixa circulação. Serve para quartos e salas.
  • Classificação média/alta – PEI 3: Com resistência intermediária, é ideal para salas, cozinhas, halls e outros ambientes internos. Não é recomendado para uso em comércios por causa da alta rotatividade de circulação.
  • Classificação alta – PEI 4: Muito resistentes, usados para áreas com grandes circulação, como garagens e banheiros comerciais.
  • Classificação Altíssima – PEI 5: Resistente ao tempo, serve para qualquer área com grande circulação, inclusive para comércios.

Ficaram claras para você todas as diferenças entre porcelanato e cerâmica?

Confira mais dicas sobre revestimentos em nosso blog: O que faz a Ceusa uma das melhores marcas de revestimentos.

Banner-ceusa-3

Esse post foi escrito pela Ceusa Revestimentos Cerâmicos, a única empresa que garante assentamento junta seca, com produtos monotom, monocálibre e textura flossy.