Levantamento Quantitativo: Entenda o Que é e Conheça as Melhores Práticas

Se o assunto é construção ou reforma, então sabemos que realizar um planejamento da obra de forma adequada é fundamental para garantir que os prazos e limites estipulados serão cumpridos. Nesse cenário, o levantamento quantitativo da obra possui um papel importante para evitar problemas e desvios de rota.

No artigo de hoje você confere as melhores dicas e práticas para acertar em cheio no levantamento quantitativo da sua obra. Boa leitura!

O Que é o Levantamento Quantitativo? 

O levantamento quantitativo nada mais é do que a determinação e especificação das quantidades de cada serviço, material e mão de obra necessários para que seja possível realizar a execução do projeto.

Sendo assim, essa é uma das etapas mais importantes tanto para a definição de um orçamento de obras assertivo, quanto para o planejamento das atividades. No entanto, muitas vezes não recebe a devida atenção.

A seguir você confere as melhores dicas para não errar no levantamento quantitativo.

Planta com régua e caneta sobre a mesa

1. Planta com régua e caneta sobre a mesa 

Atenção às especificações

Para garantir a assertividade do seu levantamento quantitativo, é preciso utilizar os projetos como base. Afinal, sem as medidas corretas é impossível realizar os cálculos de medida adequados para o uso de cada um dos materiais e serviços.

Além disso, é no projeto arquitetônico que constam todas as especificações técnicas dos materiais e insumos, e isso é fundamental para que você possa calcular as quantidades necessárias.

Por exemplo: dependendo das dimensões do piso selecionado e também da paginação de pisos, os níveis de aproveitamento podem ser menores, o que significa que será necessário uma maior quantidade de material.

A importância do cronograma 

Como você sabe, a contratação de mão de obra possui um alto impacto no orçamento da obra. 

É por isso que você deve considerar todos os serviços planejados e a quantidade de mão de obra necessária para realização de cada um deles no seu levantamento quantitativo.

Em função disso, recomenda-se começar o planejamento da sua obra pelo Cronograma de obras. Afinal, quando conhecemos as atividades essenciais, fica mais fácil identificar os materiais, ferramentas e mão de obra necessárias para a execução do projeto. 

Profissional realizando cálculos na calculadora

2. Profissional realizando cálculos na calculadora

Realizando Cálculos 

Essa etapa é fundamental para que você tenha sucesso no seu levantamento quantitativo. Nesse sentido, é preciso que o responsável pelo levantamento tenha compreensão de como cada quantidade de serviço ou produto deve ser calculado. 

Afinal, as unidades de medida vão variar de acordo com o serviço ou produto. Enquanto a mão de obra pode ser calculada com base em horas trabalhadas ou diárias, o cálculo de um material pode ser realizado utilizando como base unidades ou área. 

Justamente por conta dessa variação, é que contar com a ajuda de softwares de gestão de projetos especializados é fundamental para ajudar na realização de cálculos mais precisos.

Com a ferramenta correta, é possível registrar não só o custo total de um orçamento, mas também o custo por unidade, as quantidades e unidade de medida utilizada para cada um dos itens do levantamento quantitativo. 

Profissionais trabalhando sobre planta de imóvel

3. Profissionais trabalhando sobre planta de imóvel

Organizando As Informações Da Obra

A organização das informações é fundamental para que você tenha sucesso na sua gestão de obras. Por isso, organize as informações do projeto de forma que você tenha fácil acesso a todas as informações utilizadas no cálculo de cada um dos materiais e serviços. 

Esse controle é especialmente importante para aqueles itens os quais você realizou mais de uma cotação. 

Conclusão

Se você chegou até aqui, então já percebeu que o levantamento quantitativo é fundamental para que você consiga atingir a precisão orçamentária, evitando assim desperdícios e desvios de rota.

Afinal, compras acima ou abaixo do necessário podem comprometer não só o orçamento da obra, mas também a sua lucratividade e reputação no mercado. 

Não se esqueça que hoje em dia existem ferramentas tecnológicas como o VEJA OBRA, capazes de te auxiliar desde a etapa de planejamento da obra, até o acompanhamento e controle da execução – tudo de forma muito prática e assertiva!