Mobiliário Urbano: Entenda o Conceito e Veja 20 Exemplos Criativos!

Mobiliários Urbanos são equipamentos e objetos instalados em espaços públicos disponíveis para o uso da população ou suporte dos serviços da cidade. Bancos, pontos de ônibus, lixeiras e postes de sinalização são alguns exemplos.

Além de deixar a cidade mais amigável, o mobiliário urbano ajuda em outras questões como segurança, iluminação e mobilidade urbana. Quer aprender mais sobre o assunto? No post de hoje, vamos explicar com mais detalhes o que é mobiliário urbano e mostrar 20 exemplos sensacionais.

Acompanhe!

O que é mobiliário urbano?

Mobiliários Urbanos são equipamentos e objetos instalados em espaços públicos disponíveis para o uso da população ou suporte dos serviços da cidade. Bancos, pontos de ônibus, lixeiras e postes de sinalização são alguns exemplos.

O que é mobiliário urbano?

O que é mobiliário urbano?

Apesar do nome remeter a móveis, o conceito de mobiliário urbano é bem mais amplo. Não existe um consenso sobre todos os objetos que são considerados mobiliários urbanos, mas podemos citar como exemplo:

  • abrigos e pontos de ônibus
  • pontos de táxi
  • caixas de coleta de correio
  • hidrantes
  • armários da rede telefônica
  • armários da rede elétrica
  • bancos com ou sem costas
  • vasos
  • lixeiras ou papeleiras
  • postes de iluminação
  • postes da rede elétrica
  • postes de sinalização
  • apoios ou parqueamento de bicicletas
  • divisores, guias e balizadores (fradinhos, pilones, etc)
  • fontes ou bebedouros
  • bancas de jornal
  • bancas de flores ou floreiras
  • relógios
  • mesas com bancos
  • guardas e corrimãos
  • grelhas para caldeiras de árvores
  • estruturas de sombreamento
  • dispensador de sacos para dejetos caninos
  • suportes informativos e expositores
  • estruturas de ginástica para seniores

Nos últimos anos, o mobiliário urbano ganhou relevância no mercado de mídia. É muito comum encontrar publicidade em pontos de ônibus, placas, entre outros objetos.

Mobiliário Urbano: exemplo de publicidade no ponto de ônibus (foto: Clear Channel)

Mobiliário Urbano: exemplo de publicidade no ponto de ônibus (foto: Clear Channel)

Qual é a importância dos mobiliários urbanos?

Separamos 5 motivos pelos quais o mobiliário urbano é essencial para as cidades, confira:

1- Orienta a movimentação das pessoas

Quem já visitou ou até mesmo morou em uma cidade com poucas placas de identificação e orientação de destino sabe como essas informações fazem falta, não é mesmo?

O mobiliário urbano ajuda a organizar o espaço por meio de placas nas ruas e estradas. Essas informações orientam pedestres, evitam congestionamentos e simplificam a movimentação no geral.

Mobiliário Urbano: exemplo de placa de sinalização turística em Belo Horizonte (foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

Mobiliário Urbano: exemplo de placa de sinalização turística em Belo Horizonte (foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

Veja também: Entenda de um jeito simples o que diz o Estatuto da Cidade

2- Caracteriza a imagem da cidade

Os mobiliários urbanos ajudam a criar a identidade da cidade, seja por meio das cores, formas ou materiais utilizados.

Um exemplo famoso que podemos citar é a cidade de Itu, no interior de São Paulo. Foram incluídos vários objetos enormes no centro, uma brincadeira com a fama da cidade que diz que tudo lá é grande.

Mobiliário Urbano: Itu tem elementos que remetem à fama da cidade

Mobiliário Urbano: Itu tem elementos que remetem à fama da cidade

3- Faz parte da iluminação pública

A iluminação de ruas, avenidas, parques e outros espaços públicos também está no grupo de mobiliário urbano.

Os postes e lâmpadas precisam abranger grandes áreas, além de oferecer conforto visual para os moradores.

Mobiliário Urbano: iluminação pública em praia (foto: Citelum)

Mobiliário Urbano: iluminação pública em praia (foto: Citelum)

Veja também: Arranha-céu – necessidade ou exagero? Conheça os maiores do Brasil e do mundo

4- Cria áreas verdes

Quando falamos da criação de praças e áreas verdes no geral, o mobiliário urbano é um dos pontos essenciais no projeto.

Esses espaços reúnem muitos equipamentos voltados para utilização pública como bancos, bebedouros, academias ao ar livre, iluminação, entre outros.

É importante que as peças levem conforto, segurança e sigam um design agradável, que transmita a identidade da cidade.

Mobiliário Urbano no parque Victor Civita (foto: Gazeta de Pinheiros)

Mobiliário Urbano no parque Victor Civita (foto: Gazeta de Pinheiros)

5- Oferece qualidade de vida

Uma cidade amigável prioriza o mobiliário urbano e oferece à população parques, locais de descanso para pedestres, áreas de lazer, entre outras soluções urbanas.

Para alcançar esses resultados, é necessário que haja um planejamento urbano que invista em mobilidade urbana e projetos que tragam resultados a longo prazo.

Esse é o principal desafio das grandes cidades em relação ao mobiliário urbano já que, muitas vezes, não existe o interesse dos governantes em investir nessas soluções.

Quais são as características essenciais de um mobiliário urbano?

  • Funcionalidade
  • Durabilidade
  • Racionalidade
  • Bom desenho
  • Beleza
  • Complementos específicos de cada finalidade

Quais são os materiais indicados para mobiliário urbano?

Se você se interessou pelo design de mobiliário urbano, é importante que conheça os materiais mais indicados para esse tipo de projeto.

A ação do tempo e atos de vandalismo fazem com que a durabilidade de um mobiliário urbano seja comprometida muito rapidamente.

Por isso, é essencial que se use materiais de qualidade, que durem o máximo de tempo possível, com o mínimo de manutenção e reparos.

Diante desse contexto, o concreto é um material muito utilizado, pois é resistente a grandes impactos e esforços.

O uso de materiais como aço e plástico também é indicado.

Mobiliário Urbano de Concreto (foto: Mapa da Obra)

Mobiliário Urbano de Concreto (foto: Mapa da Obra)

Os desafios do mobiliário urbano brasileiro

Infelizmente, na maior parte das cidades brasileiras não há uma preocupação com o design do mobiliário urbano.

Sob a justificativa de redução de custo e riscos de vandalismo, existe uma padronização de estética e materiais.

Por esse motivo, é comum que o mobiliário urbano não ofereça o conforto e segurança necessários para a população.

Podemos citar como exemplo os pontos de ônibus de diversas cidades, que deixam os passageiros vulneráveis ao clima e não dão as informações necessárias sobre os itinerários.

Mobilidade Urbana: Ponto de ônibus simples (foto: Blog Mural - UOL)

Mobilidade Urbana: Ponto de ônibus simples (foto: Blog Mural – UOL)

Na Europa e nos EUA a situação é diferente. Só para citar um exemplo, em 2018 foi criada na França a E-Tree, um mobiliário urbano em formato de árvore equipado com painéis solares.

Ele fornece serviços gratuitos como Wi-Fi, estações de carregamento móvel, bebedouro, iluminação noturna e informações relevantes exibidas na tela.

Mobiliário Urbano: E-Tree (foto: Jcdecaux)

Mobiliário Urbano: E-Tree (foto: Jcdecaux)

Outra questão que envolve o investimento em mobiliário urbano é como integrar objetos e elementos antigos com novos desenhos, modelos e tipos de materiais.

Esse é um problema enfrentado principalmente por cidades históricas que precisam ser preservadas.

A intervenção, de qualquer forma, deve ser contextualizada em relação ao ambiente físico, cultural e social no qual será realizada.

Veja também: Entenda o que é Retrofit e quando vale a pena investir nele

Como criar um projeto de mobiliário urbano? 4 etapas obrigatórias

  1. Estudo do contexto urbano
  2. Estudo aprofundado da história do lugar
  3. Estudo dos materiais
  4. Estudo da iluminação pública

20 exemplos criativos de mobiliário urbano

Mobiliário Urbano: Três giros na manivela deixam esses bancos com o lado seco prontos para uso (foto: Mundo Gump)

1. Mobiliário Urbano: Três giros na manivela deixam esses bancos com o lado seco prontos para uso (foto: Mundo Gump)

Mobiliário Urbano: Instalação UNIRE UNITE, projetada pelo escritório Urban Movement Design

2. Mobiliário Urbano: Instalação UNIRE UNITE, projetada pelo escritório Urban Movement Design

Mobiliário Urbano de material reciclável (foto: Outdoor Design Source)

3. Mobiliário Urbano de material reciclável (foto: Outdoor Design Source)

Mobiliário Urbano de concreto polimérico de acabamento liso (foto: Pinterest)

4. Mobiliário Urbano de concreto polimérico de acabamento liso (foto: Pinterest)

Mobiliário Urbano: banco modular LIFT, do escritório de design e arquitetura Dis-Section

5. Mobiliário Urbano: banco modular LIFT, do escritório de design e arquitetura Dis-Section

Mobiliário Urbano: Banco lápis de cor em Kiev, Ucrânia (foto: Mundo Gump)

6. Mobiliário Urbano: Banco lápis de cor em Kiev, Ucrânia (foto: Mundo Gump)

Mobiliário Urbano: banco em formato de livro (foto: Mundo Gump)

7. Mobiliário Urbano: banco em formato de livro (foto: Mundo Gump)

Mobiliário urbano: Banco em formato de casca de banana (foto: Pinterest)

8. Mobiliário Urbano: Banco em formato de casca de banana (foto: Pinterest)

Mobiliário Urbano: banco de madeira e concreto (foto: GQ - Globo)

9. Mobiliário Urbano: banco de madeira e concreto (foto: GQ – Globo)

Mobiliário Urbano: Banco de madeira curvado (foto: Pinterest)

10. Mobiliário Urbano: Banco de madeira curvado (foto: Pinterest)

Mobiliário Urbano: Banco de madeira com jardim (foto: Ideias Diferentes)

11. Mobiliário Urbano: Banco de madeira com jardim (foto: Ideias Diferentes)

Mobiliário Urbano: banco de concreto no piér Mauá - Rio de Janeiro (Foto: Ótima)

12. Mobiliário Urbano: banco de concreto no piér Mauá – Rio de Janeiro (Foto: Ótima)

Mobiliário Urbano: Banco criado por Alleswirdgut Architektur, Luxemburgo (foto: Mundo Gump)

13. Mobiliário Urbano: Banco criado por Alleswirdgut Architektur, Luxemburgo (foto: Mundo Gump)

Mobiliário Urbano: banco com formato de teclas de máquina de escrever (foto: Mundo Gump)

14. Mobiliário Urbano: banco com formato de teclas de máquina de escrever (foto: Mundo Gump)

Mobiliário Urbano: banco com cobertura e área verde (foto: Pinterest)

15. Mobiliário Urbano: banco com cobertura e área verde (foto: Pinterest)

Mobiliário Urbano: banco com barras de aço (foto: Wikipédia)

16. Mobiliário Urbano: banco com barras de aço (foto: Wikipédia)

Mobiliário Urbano: Banco cauda de baleia (foto: Mundo Gump)

17. Mobiliário Urbano: Banco cauda de baleia (foto: Mundo Gump)

Mobiliário Urbano: Banco “Saturnia” desenhado por Philippe Nigro (foto: Ideias Diferentes)

18. Mobiliário Urbano: Banco “Saturnia” desenhado por Philippe Nigro (foto: Ideias Diferentes)

Mobiliário Urbano “Los bancos suizos” encontrados em Barcelona, Espanha, projetados pelo designer Alfredo Häberli (foto: Ideias Diferentes)

19. Mobiliário Urbano “Los bancos suizos” encontrados em Barcelona, Espanha. O projeto é do designer Alfredo Häberli (foto: Ideias Diferentes)

Mobiliário Urbano: banco de concreto com assento de madeira (foto: Pinterest)

Mobiliário Urbano: banco de concreto com assento de madeira (foto: Pinterest)

E aí, qual desses exemplos de mobiliário urbano mais te impressionou? Compartilhe com a gente nos comentários!