Piso de madeira natural ou cerâmica? Veja as vantagens e desvantagens e acerte na escolha!

Escolher o revestimento ideal para o piso de uma casa ou apartamento é uma etapa importante de todo projeto.

Além da questão estética, os pisos também têm um aspecto funcional muito importante relacionado ao conforto térmico, isolamento acústico e outras propriedades que os tornam mais ou menos indicados para cada tipo de ambiente.

Diante da diversidade de materiais e acabamentos disponíveis no mercado, é possível que na hora de especificar um piso surjam dúvidas até mesmo para os profissionais da área. Por isso, é preciso estar preparado e informado.

Afinal, o que é melhor: piso de madeira natural ou porcelanato?

Piso de madeira natural ou cerâmico: qual o melhor?

Piso de madeira natural ou cerâmico: qual o melhor?

Nesse post, vamos comparar esses dois tipos de materiais. É importante conhecer suas vantagens e desvantagens para que se possa fazer a escolha mais adequada para o seu projeto!

Aproveite para conferir mais dicas sobre revestimento:

Piso de madeira ou cerâmica: principais características dos materiais

Antes de te ajudar a escolher entre piso de madeira natural ou porcelanato, vamos falar mais sobre as características gerais desses materiais.

É necessário lembrar que a madeira é um material natural, orgânico e vivo.

Por essas características, ela é um dos materiais mais escolhidos para utilização em pisos, já que confere ao ambiente aconchego e a ideia de contato com a natureza.

Porém, questões como o alto custo e a baixa resistência à umidade fizeram com que a madeira perdesse certo protagonismo nos projetos, dando espaço para materiais artificiais que, devido à inúmeras vantagens como manutenção, custo e limpeza, ganham cada vez mais adeptos em todo o mundo.

É o caso dos revestimentos cerâmicos, material que será apresentado nesse post em comparação com a madeira natural.

piso-de-madeira-ou-ceramica-Material-natural-Material-artificial

Material natural X Material artificial

Resistência à umidade e manchas

Como todo tipo de revestimento, o piso de madeira tem vantagens e desvantagens. Vamos começar falando sobre a resistência a manchas e umidades.

Por tratar-se de um material orgânico, o piso de madeira é mais sensível a líquidos, pois absorve a umidade, podendo ocasionar manchas na superfície e o aparecimento de microorganismos, além de diminuir a resistência do material.

Piso de madeira ou cerâmica: revestimento cerâmico é ideal para utilização em áreas úmidas

Piso de madeira ou cerâmica: revestimento cerâmico é ideal para utilização em áreas úmidas

Dessa forma, a madeira é mais recomendada para ambientes secos, como quartos e salas, por exemplo.

Nesse ponto, o revestimento cerâmico apresenta vantagens em relação à madeira: sua grande resistência e baixo nível de absorção torna-o ideal para utilização em áreas molhadas como cozinhas ou banheiros, podendo ser utilizado também nos demais ambientes.

Conforto térmico

O conforto térmico é um aspecto que deve ser considerado na escolha de um material de piso. Dependendo do clima do local do projeto, pode ser mais interessante utilizar materiais que retenham ou não calor, por exemplo.

A madeira natural é um material que apresenta bom desempenho térmico, ou seja, sua temperatura é agradável ao toque, sem ficar muito quente ou muito fria.

Essa capacidade de manter a temperatura mais constante confere conforto aos ambientes e também ajuda a manter sua temperatura interna.

Dessa forma, a madeira é muito indicada para regiões de clima frio, pelo aspecto quente e aconchegante, mas também pode ser utilizada em regiões quentes sem apresentar problemas.

piso-de-madeira-ou-ceramica-Revestimentos-ceramicos-apresentam-bom-conforto-termico.

Piso de madeira ou cerâmica: revestimentos cerâmicos apresentam bom conforto térmico

No caso dos pisos cerâmicos o conforto térmico também é bem atendido, porém a retenção de calor é menor, fazendo com que o material esfrie e esquente dependendo do clima e da condição de insolação.

Nesse ponto, a desvantagem do revestimento cerâmico é que nos dias frios a residência não fica tão acolhedora quando comparada à madeira.

Limpeza e manutenção

Na escolha entre piso de madeira ou porcelanato, cuidados com limpeza e manutenção muitas vezes colocam os revestimentos cerâmicos em vantagem.

A facilidade de limpeza desses revestimentos os torna indicados para inúmeras situações, principalmente em ambientes de muita utilização.

Dessa forma, além do uso residencial, os revestimentos cerâmicos também são muito apropriados para ambientes de alto tráfego, em escolas, centros comerciais, lojas, etc.

Já a madeira requer cuidados mais específicos na limpeza e na manutenção do dia a dia, pois ao longo do uso o material apresenta desgaste mais aparente do que os pisos cerâmicos.

piso-de-madeira-ou-ceramica-Manutencao-em-piso-de-madeira

Piso de madeira ou cerâmica: Manutenção em piso de madeira

Assim, é necessário que se faça uma manutenção periódica para refazer a camada protetora de verniz aplicada sobre ela. Além disso, o tipo de madeira e o local de instalação interferem muito na vida útil do material.

A grande vantagem do piso de madeira natural é que ele pode ser completamente restaurado por meio de raspagem e nova aplicação de verniz, obtendo-se o aspecto de um piso novo.

Veja também: Como escolher porcelanato para cozinha? Veja o passo a passo completo!

Resistência ao impacto

Com relação ao impacto, tanto a madeira quanto os revestimentos cerâmicos apresentam grande resistência, porém a madeira tende a riscar mais quando submetida à queda de objetos ou o arrastar de móveis.

A vantagem da madeira é que é um material absorvente, ou seja, os sons não rebatem tanto em sua superfície, ajudando a tirar o efeito de eco dos ambientes.

Piso de madeira ou cerâmica: revestimento cerâmico risca menos quando recebe algum impacto

Piso de madeira ou cerâmica: revestimento cerâmico risca menos quando recebe algum impacto

Estética diferenciada

No quesito estética, ambos materiais apresentam grande diversidade de acabamentos. No caso da madeira, porém, por ser um material natural, a gama é menos diversificada que a de revestimentos cerâmicos, que podem ser encontrados em diferentes cores, formatos e texturas.

Essa versatilidade dos revestimentos cerâmicos favorece a adequação aos mais diversos projetos, além de apresentarem um custo geralmente mais acessível do que a madeira natural.

piso-de-madeira-ou-ceramica-Revestimento-ceramico-e-madeira-natural

Piso de madeira ou cerâmica: revestimento cerâmico e madeira natural

Cabe lembrar que atualmente já existem no mercado revestimentos cerâmicos que simulam o efeito da madeira, não apenas o visual, mas também o tátil: algumas placas reproduzem a textura dos veios da madeira.

Nesse caso, a diferença entre piso de madeira e porcelanato está na questão da temperatura dos materiais, que não é a mesma. Mesmo muito similar visualmente, a sensação do toque no revestimento cerâmico é fria.

A opção dos revestimentos cerâmicos padrão madeira se faz muito interessante em situações em que se deseja o efeito estético do material natural, mas não se quer o trabalho com manutenção.

piso-de-madeira-ou-ceramica-Piso-em-revestimento-cerâmico-padrão-madeira

Piso de madeira ou cerâmica: piso em revestimento cerâmico padrão madeira

Mas a dúvida continua. Afinal: piso de madeira ou porcelanato?

Os pisos cerâmicos se apresentam como uma alternativa muito interessante para quem deseja um espaço personalizado, mas que busca melhor custo-benefício.

Essa é uma ótima opção para projetos de espaços pequenos, em que se deseja atribuir a sensação de amplitude e continuidade, já que o material pode ser utilizado em salas, quartos, cozinhas, varandas, banheiros, etc.

Já os pisos de madeira são indicados para quem deseja um efeito mais rústico nos ambientes e conta com o investimento necessário para a aquisição desse material. Além disso, o uso da madeira também está condicionado à questão da possibilidade de manutenção frequente.

Certamente, a escolha entre um material ou outro estará condicionada a cada situação de projeto e uma série de fatores que devem ser analisados para uma correta especificação, entre eles os citados nesse post!

Esse post foi escrito pela Ceusa Revestimentos Cerâmicos, a única empresa que garante assentamento junta seca, com produtos monotom, monocálibre e textura flossy.