Conheça 3 tipos de madeira para painel e escolha o melhor para o seu projeto

Certamente, se você é arquiteto ou designer de interiores, já pensou em substituir a madeira natural em um projeto por painéis de madeira do tipo MDF ou MDP, mas ficou inseguro quanto à especificação mais adequada para determinado uso e sobre a qualidade final do móvel.

Essa dúvida é bastante comum entre os profissionais da área, por isso esse post vai ajudá-lo a identificar as vantagens e desvantagens entre os diversos tipos de madeira para painel disponíveis no mercado.

Tipos de madeira para painel

Tipos de madeira para painel

Mas, antes, se você não sabe onde utilizar painéis de madeira, confira: Como e onde usar painéis de madeira – 9 formas de dar um toque profissional na sua obra.

Primeiramente é importante lembrar que a utilização de painel de madeira em substituição à madeira natural de maneira alguma vai prejudicar a qualidade e a resistência final do móvel.

Porém é necessário avaliar que tipo de material é mais adequado para cada situação, estudando também as recomendações dos fabricantes.

Os tipos de painéis mais utilizados atualmente são os MDF, MDP e HDF, que apresentam propriedades e aplicações distintas, que veremos a seguir.

Tipos de madeira para painel

 

1- Madeira MDF

MDF é a sigla utilizada para o termo em inglês “Medium Density Fiber board”, que significa “chapas de fibras de média densidade”. Produzido a partir da madeira do tipo Pinus, o painel de madeira MDF apresenta coloração mais clara que o painel MDP e boa maleabilidade, o que garante condições adequadas para o corte, entalhes e confecção de cantos arredondados.

Tipos de madeira para painel: painel de madeira MDF (sem revestimento)

Tipos de madeira para painel: painel de madeira MDF (sem revestimento).

2 – Madeira MDP

O painel MDP refere-se à “Medium Density Particle board”, ou seja, “chapas de partículas de média densidade”. Esse tipo de painel está entre os mais consumidos no mercado, sendo um dos produtos mais tecnológicos e econômicos para produção de móveis e painéis.

Tipos de madeira para painel: Painel de madeira tipo MDP (sem revestimento)

Tipos de madeira para painel: Painel de madeira tipo MDP (sem revestimento)

Veja também: Madeira Clara – Confira os 7 Tipos Mais Lindos + Como Usar Com Perfeição

3 – Madeira HDF

O painel HDF (High Density Fiberboard), também conhecido como “chapa de fibra de alta densidade”, é um painel de madeira industrializada que apresenta maior densidade que os demais tipos de painéis.

Ele é composto por fibras de madeiras selecionadas de Pinus ou Eucalipto de reflorestamento, impregnado de resina termofixada por pressão e alta temperatura, garantindo resistência, superfície uniforme e textura lisa.

O painel HDF é muito utilizado no fundo de móveis e gavetas, mas pode ser aplicado também em peças curvas, nichos e outros.

Tipos de madeira para painel: Painel de madeira tipo HDF

Tipos de madeira para painel: Painel de madeira tipo HDF

Veja também: Encante-se com a marcenaria criativa e descubra onde fazer cursos

MDF ou MDP? Vantagens e desvantagens de cada um

Por tratar-se de materiais feitos a partir da mesma base (madeira), o MDF e o MDP são bastante similares, tanto no quesito resistência quanto à densidade apresentada, que é média para os dois casos.

Além disso, as dimensões vendidas no mercado também são as mesmas (as espessuras dos painéis variam de 1,5cm até 4cm ou mais).

A principal diferença entre os painéis MDF e MDP é sua composição: o primeiro é feito de fibras e o segundo de partículas de madeira. Essa característica vai influenciar na textura e no tipo de uso ideal para cada um deles, principalmente com relação ao contato com umidade.

Como o MDF é composto por fibras que se assemelham a fios agrupados em camadas, sua textura é mais lisa que a do MDP, que, por ser um aglomerado de partículas, apresenta superfície mais porosa.

Dessa forma, o MDF é mais indicado que o MDP para cortes arredondados e formatos diferenciados e também em móveis que receberão pintura.

Utilização dos painéis MDF e MDP

Tanto o MDF quanto o MDP podem ser utilizados em móveis para dormitórios, escritórios, painéis divisórios, prateleiras, cabeceiras, tampos e outros. Quando manuseados e montados corretamente, os móveis podem ser montados e desmontados diversas vezes.

A vantagem do MDP em relação ao MDF está na fixação do móvel com parafusos. O MDP apresenta superfície mais fácil de ser perfurada e garante maior estabilidade para o prego ou parafuso após a fixação.

Tipos de madeira para painel: utilização

Tipos de madeira para painel: utilização

Porém, não significa que apresente menor resistência. Deve-se tomar cuidado para não confundir o MDP com o antigo aglomerado, pois são produtos distintos.

Quanto à resistência à umidade, nenhum dos dois tipos de painel apresenta grande resistência.

O MDP ao contato com umidade costuma inchar, enquanto o MDF descama. Por isso, os fabricantes desenvolveram outros tipos de painéis especiais para usos mais específicos, que veremos a seguir.

Painéis de madeira com resistência à umidade

É possível encontrar no mercado painéis de madeira industrializada (MDF e MDP) que apresentam maior resistência à umidade e proteção contra cupins, garantindo maior durabilidade ao material.

Esses painéis apresentam um ótimo custo x benefício, e são fáceis de serem reconhecidos devido à coloração esverdeada do miolo.

Os painéis de madeira com resistência à umidade são indicados para ambientes com bastante incidência de água e umidade, como cozinhas, banheiros, áreas de serviço, varandas.

Tipos de madeira para painel: Painel de madeira com resistência à umidade (miolo verde)

Tipos de madeira para painel: Painel de madeira com resistência à umidade (miolo verde)

Além disso, o uso também é recomendado em regiões com alta umidade relativa do ar como praias e regiões serranas.

E já que estamos falando sobre como evitar umidade nos ambientes, aproveite para conferir também: Descubra como tirar a umidade de ambientes fechados usando os materiais certos em seus projetos.

Painéis de madeira com retardante de fogo

Outra grande evolução na tecnologia dos painéis de madeira é o painel MDF com retardante de chamas, indicado para ambientes que exigem máxima atenção em relação a incêndios, como cinemas, escolas, hotéis, shoppings e outros.

Esse painel retarda e evita a propagação de chamas em caso de incêndio, podendo ser aplicado em áreas internas secas (não é recomendado o uso em áreas úmidas e áreas externas), paredes, tetos, pisos e mobiliário em geral.

Tipos de madeira para painel: painel de madeira com retardante de fogo (miolo vermelho)

Tipos de madeira para painel: painel de madeira com retardante de fogo (miolo vermelho)

Apresentando miolo na cor vermelha, esse tipo de painel aceita ser revestido, pintado e envernizado, mantendo sua maior resistência a chamas. Dessa forma, é possível aliar design e segurança.

Afinal, vale a pena utilizar painel de madeira?

Sim, se você tinha alguma dúvida sobre a utilização de painéis de madeira industrializada, já pode utilizar o material com tranquilidade, pois a relação custo-benefício é muito boa.

Além de ecológicos, os painéis de madeira apresentam um custo muito menor que a madeira natural, e resultados estéticos bastante similares. Os painéis de madeira apresentam uma diversidade de acabamentos e texturas, podendo ser o diferencial do seu projeto.

Cabe salientar que, além da qualidade do material, é importante que o móvel seja bem projetado e que o seu design esteja adequado às características técnicas dos painéis.

Por isso, recomenda-se que sempre se pesquise junto ao fabricante as características e recomendações técnicas do produto.

Também é importante a utilização de fitas de borda adequadas para proteger as bordas dos painéis, melhorando o acabamento e aumentando sua durabilidade.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe nas redes sociais!

Este post foi escrito pela Duratex, a maior produtora de painéis de madeira industrializada do Hemisfério Sul.