O que é Treliça? Conheça os 4 Tipos Mais Usados na Construção Civil

Treliça é uma estrutura metálica, comum na construção civil, composta por cinco ou mais unidades triangulares formadas por ângulos chamados de nós. Ela é usada para oferecer apoio e resistência para a estrutura de uma obra.

A escolha da treliça é feita pelo engenheiro no projeto estrutural, mas é importante que arquitetos também conheçam as características desse elemento para identificar as melhores alternativas para o projeto arquitetônico.

Pensando nisso, no post de hoje vamos explicar para que serve a treliça, quais são os tipos mais usados na construção civil e mostrar exemplos de obras impactantes. Acompanhe!

O que é treliça?

Treliça é uma estrutura metálica, comum na construção civil, composta por cinco ou mais unidades triangulares formadas por ângulos chamados de nós. Ela é usada para oferecer apoio e resistência para a estrutura de uma obra.

O que é treliça? (foto: Pinterest)

O que é treliça? (foto: Pinterest)

Esse tipo de elemento estrutural é aplicado na construção civil há centenas de anos. Um dos exemplos de obras construídas com treliça mais famosas é a Torre Eiffel. O cartão-postal de Paris, inaugurado em 1887, é formado essencialmente por quatro pilares de treliças de ferro.

O que é treliça: ToEiffel foi construída com quatro pilares de treliças de ferro (foto: Pinterest)

O que é Treliça: Torre Eiffel foi construída com quatro pilares de treliças de ferro (foto: Pinterest)

Com o passar dos anos, a treliça começou a ganhar destaque na construção de lajes, coberturas e pontes. Mas, afinal, para que serve esse elemento estrutural?

Veja também: A charmosa arquitetura francesa e sua importância para o Brasil

Para que serve uma treliça?

Ela é usada para oferecer apoio e resistência para a estrutura de uma obra. Devido ao seu formato, a treliça consegue absorver o peso e o impacto de lajes sem sobrecarregar a fundação.

Diante desse contexto, a laje treliçada é uma opção interessante para obras com grandes distâncias entre vãos, já que, além de criar uma estrutura leve, também contribui para a estética do espaço.

A treliça também pode ser usada em:

  • coberturas;
  • pontes;
  • fachadas;
  • mezaninos;
  • torres de energia e telecomunicações.
Treliça: exemplo de ponte treliçada (foto: depositphotos)

Treliça de ferro: exemplo de ponte treliçada (foto: depositphotos)

Quando usar a treliça em um projeto?

A obra do seu cliente terá um grande vão? Então a treliça é um elemento estrutural indicado para seu projeto. Ela também pode ser usada para sustentar telhas com menos material.

Outra aplicação interessante da treliça é em fachadas e mezaninos. O formato treliçado do material traz uma estética moderna para o projeto, além de facilitar a passagem de iluminação zenital.

Veja alguns exemplos lindos de treliça na arquitetura:

Treliça: sede da Unilever em Roterdã tem as treliças como elemento estrutural e estético (foto: ArchDaily)

Treliça: sede da Unilever em Roterdã tem as treliças como elemento estrutural e estético (foto: ArchDaily)

Treliça: Estação King’s Cross, em Londres, com cobertura treliçada (foto: Archtrends Portobello)

Treliça: Estação King’s Cross, em Londres, com cobertura treliçada (foto: Archtrends Portobello)

Descubra quais são os 4 tipos de treliça mais usados

 

1- Treliça triangular (Fink)

Essa treliça é bastante utilizada em telhados e é indicada para pequenos vãos.

2- Treliça banzo paralelo (Warren)

Nesse caso, os elementos superiores e inferiores da treliça, chamados de banzos, ficam paralelos. Além disso, as diagonais seguem um padrão que vai sempre se multiplicando. Em alguns casos, elas são cruzadas, formando um “X”. Essa treliça é indicada para vãos maiores, entre 20 a 100 m.

3- Treliça trapezoidal

A treliça trapezoidal apresenta uma leve inclinação no banzo superior. É indicada para coberturas.

Treliça trapezoidal de ferro em cobertura metálica (foto: Zanaga Serralheria Industrial)

Treliça trapezoidal de ferro em cobertura metálica (foto: Zanaga Serralheria Industrial)

4- Treliça tipo Pratt

Na treliça Pratt, os elementos diagonais, com exceção dos extremos, descem e apontam para o centro do vão. Ela é indicada para vãos maiores, entre 20 e 100 m.

Treliça: materiais

A treliça é feita de 3 materiais bastante resistentes: ferro, aço e madeira. Eles são utilizados porque, quando são submetidos a grandes esforços de tração e compreensão, têm reações semelhantes.

Na construção civil, é mais comum o uso de treliças metálicas, já que elas costumam ser aplicadas em lajes de concreto.

Treliça: exemplo de laje treliçada (foto: Tijolaje)

Treliça: exemplo de laje treliçada (foto: Tijolaje)

Já as treliças de madeira, além de serem usadas em obras, também são usadas para a criação de jardim vertical, vedação de ambientes e artesanato.

Treliças de madeira no telhado (foto: Pinterest)

Treliças de madeira no telhado (foto: Pinterest)

Treliça de madeira é usada para a criação de jardim vertical (foto: Mercado Livre)

Treliças de madeira são usadas para a criação de jardim vertical (foto: Mercado Livre)

Treliça de madeira com plantas (foto: Pinterest)

Treliças de madeira com plantas (foto: Pinterest)

Quais as vantagens da laje treliçada?

 

Maior durabilidade

A durabilidade é uma característica essencial quando falamos de elementos estruturais, não é mesmo?

Diante desse contexto, a treliça é uma opção ótima que permite que a carga da estrutura seja distribuída de forma eficiente.

A treliça também traz segurança para a obra, já que tem uma aderência ideal ao concreto e absorve com mais facilidade o peso e impacto do material.

Alta praticidade

O transporte da treliça até o canteiro é prático, pois trata-se de uma estrutura leve e compacta. Essas características também facilitam sua instalação e agilizam a entrega da obra. Ou seja: a treliça também reduz os custos.

Menor necessidade de retrabalho

Todo mundo que trabalha com obra sabe: qualquer material comprado em grande quantidade tem algum tipo de perda ou precisa de ajustes (como azulejos e tijolos, por exemplo).

Esse problema é menos comum com a treliça, pois a estrutura pode ser solicitada sob medida para o projeto. Sendo assim, os riscos de ajustes são minimizados.

Laje mais leve

No projeto estrutural, além de considerar o peso sobre os pilares e vergalhões, é importante levar em conta a carga da própria laje. Quanto mais pesada ela for, menor será a margem de erro para outras fontes de carregamento.

Por isso, a aplicação da treliça é interessante nesses casos, já que ela contribui para que a estrutura fique mais leve.

Laje treliçada de concreto (foto: Pinterest)

Laje treliçada de concreto (foto: Pinterest)

Já usou treliça em algum projeto? Compartilhe sua experiência nos comentários!