Com a diminuição dos espaços, a importância da decoração está em evidência

Importância da decoração

importância da decoração

Os espaços estão cada vez mais escassos, sobretudo em grandes centros urbanos como São Paulo e Rio de Janeiro. O tamanho médio dos imóveis vem diminuindo, fazendo com que cada m² precise ser melhor utilizado, valorizado ao máximo, o que só mostra toda a importância da decoração em cada projeto.

Nos anos 80, quando alguém pensava em decoração, na hora vinha na cabeça algo supérfluo. Mas decorar e planejar os espaços, seja em casa ou no trabalho, é fundamental e, mais do que algo supérfluo, pode gerar qualidade de vida e ajudar a aproveitar cada espaço, por isso o reconhecimento da importância da decoração vem aumentando nos últimos anos.

E se você se dedica a esta área, aproveita também para dar mais destaque ao seu talento com estas 8 Dicas práticas de como fazer um portfólio de arquitetura e interiores

A importância da decoração na qualidade de vida das pessoas

 

Um profissional de interiores ou um arquiteto faz decoração através da mistura bem dosada de elementos. Com isso é possível criar ambientes que são mais do que simplesmente belos. A era de contemplação dos espaços já passou.

Hoje, cada ambiente deve ser desfrutado ao máximo. É preciso encontrar a melhor relação entre o design, o conforto e a praticidade. Essa missão pode ser executada com maestria tanto por um profissional de interiores como por um arquiteto que faz decoração.

Veja também: O que é o SketchUp e como melhorar sua apresentação de projetos

Mas como atingir esse objetivo? Trata-se de um processo com algumas etapas. A mais importante é ter um bom projeto, o qual guiará todos os trabalhos.

Aí entram em cena as modificações físicas dos espaços, as mudanças de paredes, os ajustes de elétrica e hidráulica etc. É importante entender elementos como tamanho e proporção de mobiliário, formas e revestimentos, cores, tecidos, fibras, texturas e iluminação.

Aliás, você sabe a diferença entre design de interiores e arquitetura?

É a combinação coordenada de todos esses pontos que irá promover diferentes sensações. Pode-se promover praticidade, aconchego, convivência, sedução, produtividade, lazer. Um bom projeto de design de interiores pode mudar por completo um imóvel conforme a necessidade do morador. E é nesse poder que reside a importância da decoração.

Como a decoração pode melhorar a qualidade de vida?

 

Vamos lá. Quando planejamos armários e estantes, por exemplo, organizamos os objetos para achar e guardar as roupas, os sapatos, livros.

Outra situação: um móvel mal escolhido. Imagine que a cadeira de jantar ou o sofá do home theater foram mal escolhidos, você já pensou que sentará nos dois todos os dias? Um móvel deve ser escolhido levando em consideração o tamanho e o peso de quem irá usá-lo, o tamanho do ambiente, suas características.

A iluminação é outro ponto. Um espaço mal iluminado ou com uma iluminação inadequada pode causar problemas de visão, depressão e, no caso de empresas, baixa produtividade. Fazer o cálculo luminotécnico e saber usar luz quente ou luz fria resolve esse problema! A própria cor da parede pode influenciar o comportamento das pessoas, para isso é necessário saber como funcionam as cores na arquitetura e decoração do ambiente.  Um simples interruptor ao lado da cama pode facilitar muito sua vida, só de não ter que se levantar da cama para apagar ou acender a luz.

Veja também: Lina Bo Bardi – Biografia, as principais obras e o legado do MASP

Um profissional de interiores fará as melhores escolhas na hora de decorar uma casa.

E olha que esses são apenas alguns exemplos de como o planejamento de interiores pode trazer qualidade de vida todos os dias, criar um ambiente mais confortável, uma empresa mais produtiva e uma morada mais acolhedora.

Importancia da decoração

Marília Veiga destaca a importância da decoração e que arquiteto também faz decoração

A autora deste artigo é Marília Veiga, profissional de design de interiores. Atua em projetos residenciais, corporativos e empreendimentos imobiliários, combinando design, aconchego e funcionalidade. É apaixonada pela profissão e tem prazer em ver o impacto positivo de seu trabalho na vida das pessoas.

Se você leu com atenção todos os recados que ela passou neste texto, deve ter notado uma coisa importante: arquiteto faz decoração. Na verdade, muitos deles se dedicam exclusivamente a este ofício e com grande sucesso.

O segredo de muitos é encantar seus clientes. Quer aprender como fazer isso em seu escritório de arquitetura ou de design de interiores? Então confira a nossa metodologia em 12 passos: Ciclo do Encantamento