Muxarabi: O Que É, Vantagens e Dicas de Como Usar no Projeto

O muxarabi é uma espécie de treliça de madeira com origem na arquitetura árabe. Esse elemento arquitetônico é usado como fechamento para janelas e balcões, permitindo a ventilação e a entrada parcial da luz natural no ambiente. Sua estrutura também favorece o “ver sem ser visto”, ou seja, quem está dentro do imóvel consegue ver quem está fora, mas não o contrário.

Trazido para o Brasil pelos portugueses, o muxarabi foi pouco a pouco conquistando seu espaço nos mais diversos projetos pelo país. E hoje sua estrutura tem sido muito abraçada principalmente pelos profissionais que prezam pelo conceito da sustentabilidade em suas construções. Quer saber o motivo? Então, continue com a leitura do nosso post e descubra tudo sobre muxarabi.

O muxarabi fachada cria desenhos de luz e sombra no ambiente. Fonte: Hanno Mackowitz

1. O muxarabi fachada cria desenhos de luz e sombra no ambiente. Fonte: Hanno Mackowitz

Qual a diferença entre cobogó e muxarabi?

O muxarabi, também conhecido como muxarabiê, é uma espécie de treliça de madeira com origem na arquitetura árabe (presente desde o século XIV em países da Ásia e Oriente Médio). Especula-se que originalmente, esse elemento arquitetônico foi criado para manter a água de beber fresca, no entanto, desde o século XIV, sua estrutura passou a ser associada a refrescar pessoas e, ao mesmo tempo, favorecer a sua privacidade.

Isso porque, a peça ao ser usada como fechamento de portas e balcões permitia a ventilação, a entrada parcial de luz natural e favorecia o “ver sem ser visto”, ou seja, quem está dentro do imóvel consegue ver quem está fora, mas não o contrário.

O muxarabi chegou ao Brasil, em meados de 1530, com a chegada dos colonizadores portugueses de origem árabe e sua estrutura foi muito utilizada durante o período colonial.

O muxarabi foi usado na decoração do escritório. Fonte: MIS Arquitetura e Interiores

2. O muxarabi foi usado na decoração do escritório. Fonte: MIS Arquitetura e Interiores

O cobogó por sua vez, se trata de um elemento arquitetônico inventado no Brasil durante o século XX. Para quem não sabe, a palavra “cobogó” resulta da junção da primeira sílaba do sobrenome dos seus respectivos criadores, sendo eles: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góis.

Inicialmente, o cobogó havia sido produzido em concreto, mas atualmente sua estrutura é feita em diversos materiais como madeira, cerâmica e até vidro. Esse elemento construtivo vazado também facilita a ventilação e a entrada parcial de luz natural no ambiente. 

Nos projetos, o cobogó marca presença principalmente no período da arquitetura modernista dentre os arquitetos brasileiros, certamente Lúcio Costa e Oscar Niemeyer  foram os que mais aplicaram esse elemento em seus projetos pelo país.

A luz embutida na teto realça a presença do muxarabi madeira atrás da cama. Fonte: Casa Treschic

3. A luz embutida na teto realça a presença do muxarabi madeira atrás da cama. Fonte: Casa Treschic

Veja também: Casa Colonial – Conheça o Estilo de Arquitetura Que Marcou Nosso País

Quais são as vantagens e desvantagens do muxarabi?

O muxarabi além de agregar beleza estética ao projeto interno e externo, ele favorece a privacidade daqueles que fazem uso do imóvel, já que sua estrutura formada por elementos vazados permitem a visão de dentro para fora e não o contrário. 

Nos dias de hoje, o muxarabi tem sido usado por muitos arquitetos e engenheiros que prezam pelo conceito da sustentabilidade em suas construções. Projetos sustentáveis envolvendo casas, edificações residenciais, escritórios e estabelecimentos comerciais passaram a apostar no uso do muxarabi de maneira a proporcionar maior conforto térmico e redução de custos de energia no imóvel, já que o elemento vazado em questão facilita a ventilação e a entrada de luz natural dispensando o uso, muitas vezes, do ar condicionado e da luz elétrica em alguns momentos do dia.

O muxarabi proporcionar maior conforto térmico nas construções. Fonte: Pinterest

4. O muxarabi proporcionar maior conforto térmico nas construções. Fonte: Pinterest

Quanto às desvantagens podemos destacar seu preço elevado quando comparado a outros elementos construtivos e divisórias de ambientes. Além disso, a limpeza de um muxarabi madeira, por exemplo, também é um ponto que deve ser levado em consideração, já que a estrutura dependendo de como é colocada pode acumular pó e, em se tratando de uma régua trançada, alguns cantos podem ser difíceis de limpar.

A manutenção da peça merece uma atenção especial principalmente em se tratando de um muxarabi madeira exposto ao tempo. Neste caso, a aplicação do verniz é fundamental para que a estrutura se mantenha conservada.

Ambiente integrado com parede de muxarabi. Fonte: Casacor Franca 17

5. Ambiente integrado com parede de muxarabi. Fonte: Casacor Franca 17

Veja também: Arte Urbana – Conheça a Arte Expressa nas Ruas +20 Murais de Grafite

Como usar o muxarabi no projeto?

Perfeito para regiões quentes, áridas e com alto nível de incidência solar, o muxarabi ao ser usado na fachada do imóvel permite a entrada controlada da luz natural e da ventilação, promovendo o conforto térmico à construção. Dependendo do design do muxarabi fachada é possível criar desenhos de luz e sombra no ambiente.

Aposte no muxarabi fachada e modernize a construção do imóvel. Fonte: Pinterest

6. Aposte no muxarabi fachada e modernize a construção do imóvel. Fonte: Pinterest

Na decoração interna o muxarabi pode ser usado como divisória de ambientes. A presença desses elementos no projeto trazem um toque intimista para a decoração e acrescentam textura para a composição do cômodo.

O muxarabi madeira é usado como divisória de ambientes. Fonte: Casa de Valentina

7. O muxarabi madeira é usado como divisória de ambientes. Fonte: Casa de Valentina

Para aqueles que contam com uma área lazer externa podem apostar no uso do muxarabi em forma de pergolado. Na etapa de como fazer muxarabi, seu design e suas tramas podem seguir inclusive a arquitetura do imóvel em questão, facilitando a conexão entre os elementos construtivos.

Nas etapas de como fazer muxarabi pergolado procure integrar o seu design junto a arquitetura do imóvel. Fonte: Pinterest

8. Nas etapas de como fazer muxarabi pergolado procure integrar o seu design junto a arquitetura do imóvel. Fonte: Pinterest

E ao contrário do que muitos imaginam, o muxarabi pode ser inserido dentro do ambiente por meio de móveis. Portas e gavetas de um determinado móvel como rack, aparador, buffet, cômoda ou criado-mudo podem receber ser feitos com acabamento em muxarabi.

O muxarabi pode fazer parte do acabamento de móveis. Fonte:Pinterest

9. O muxarabi pode fazer parte do acabamento de móveis. Fonte: Pinterest

E aí, o que você achou desse post sobre muxarabi? Gostou?! Então, continue com a visita em nosso blog e leia agora mesmo “Ventilação Cruzada: O Que É e Quais os Benefícios de Usá-la no Projeto” e entenda os benefícios de incluí-la no seu projeto.