Concreto Armado: Entenda Quando é a Melhor Escolha Para o Projeto

Concreto armado é uma estrutura que utiliza armações feitas de barras de aço em conjunto com o concreto. As ferragens têm como objetivo resistir aos esforços de tração e tornar a edificação mais resistente.

Devido a sua solidez, o concreto armado consegue suportar grandes estruturas com o uso de poucas pilastras e vigas. Diante desse contexto, esse sistema é ideal para projetos de grandes vãos e com arquitetura moderna.

Outra caraterística do concreto armado que conquista arquitetos é a sua flexibilidade. A estrutura pode ser curvada de acordo com a necessidade da obra, possibilitando projetos icônicos com o Edifício Copan de Oscar Niemeyer.

Quer conhecer outras particularidades desse sistema construtivo? No post de hoje, vamos explicar o que é concreto armado, suas vantagens e desvantagens. Acompanhe!

O que é concreto armado?

Concreto armado é uma estrutura que utiliza armações feitas de barras de aço em conjunto com o concreto. As ferragens têm como objetivo resistir os esforços de tração e tornar a edificação mais resistente.

O sistema de concreto armado pode ser usado em várias obras da construção civil, por exemplo:

  • edificações
  • obras de saneamento
  • estação de tratamento de água
  • sistemas de esgotos
  • barragens
  • usinas hidrelétricas
  • prédios
  • pontes
  • viadutos
O que é concreto armado

O que é concreto armado?

Existem algumas normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) que regulamentam o uso do concreto armado do Brasil. Veja quais são as duas principais:

Veja também: Descubra 8 tipos de cimento e qual é o mais indicado para sua obra

Qual é a composição do concreto?

Antes de explicarmos com mais detalhes a execução do sistema de concreto armado, é importante esclarecer qual é a composição do concreto.

Trata-se basicamente de uma mistura de cimento, água, pedra e areia. Ao ser hidratado com água, o cimento transforma-se em um pasta aglomerante que cria a aderência perfeita para os fragmentos agregados (pedra e areia).

Por isso a etapa de mistura da água com o cimento é essencial para o concreto armado, pois apenas a quantidade correta ativa a reação química que transforma o cimento em uma pasta aglomerante.

Se a dose líquida for pequena, a reação não acontecerá por completo no concreto armado. Já se for excessiva, a resistência da pasta pode diminuir.

A dosagem dessa proporção é chamada de fator água/cimento (a/c).

Concreto armado: processo de mistura da água com cimento e componentes (foto: Protótipo - Controle Tecnológico de Concreto)

Concreto armado: processo de mistura da água com cimento e componentes (foto: Protótipo – Controle Tecnológico de Concreto)

A proporção entre todos os materiais que fazem parte do concreto armado também é conhecida como dosagem ou traço.

É possível criar concretos especiais de acordo com as necessidades da indústria. Basta adicionar à mistura aditivos, isopor, pigmentos, fibras ou outros tipos de substâncias.

Cada material deve ser analisado previamente em laboratório (como determina a ABNT).

A composição do concreto armado é de cimento+água+agregado miúdo+agregado graúdo.

Veja alguns exemplos de composição de argamassa e concreto:

Concreto armado: exemplo de composição de argamassa e concreto (foto: Portal do Concreto)

Concreto armado: exemplo de composição de argamassa e concreto (foto: Portal do Concreto)

Veja também: Laje de Isopor – Confira como Funciona e as Vantagens para Seu Projeto

Quais as características de uma estrutura de concreto armado?

Um projeto de estrutura de concreto armado é criado por um engenheiro especializado em cálculo estrutural.

É o profissional que vai determinar a bitola (diâmetro) da barra de aço, os elementos que serão usados na estrutura, como vigas e pilares, a resistência do concreto armado e os espaçamentos entre as barras de aço.

Estrutura de concreto armado: barra de aço tem diversos diâmetros (foto: grupo Aço Cearense)

Estrutura de concreto armado: barra de aço tem diversos diâmetros (foto: grupo Aço Cearense)

O concreto pode ser preparado no canteiro de obra ou fornecido por usinas, que têm um controle mais preciso e seguro da mistura de componentes.

A armadura de concreto estrutural é feita de aço e suas especificações e características devem seguir a ABNT NBR 7480 – Barras e Fios de Aço destinados a Armaduras para Concreto Armado

O principal objetivo da armadura de concreto estrutural é oferecer resistência às tensões de compressão e tração.

Concreto armado: armadura de concreto estrutural

Concreto armado: armadura de concreto estrutural

Existem basicamente dois tipos de concreto armado: o comum e o protendido.

No caso do sistema de concreto armado protendido, a armadura recebe um estiramento prévio do aço.

Ou seja, quando ocorre a concretagem, ela já tem uma resposta, o que aumenta a capacidade de carga da estrutura.

Esse sistema de concreto armado é indicado para edifícios que necessitam de grandes vãos entre pilares, como estacionamentos e shoppings.

Concreto armado: estacionamento com grande vão

Concreto armado: estacionamento com grande vão

Já o concreto armado comum não passa por esse pré-alongamento. Ele costuma ser utilizado em edifícios residenciais, comerciais e casas.

Concreto armado: Copan, de Oscar Niemeyer

Concreto armado: Copan, de Oscar Niemeyer

Veja também: Como Calcular Concreto Para Lajes, Vigas e Pilares – Tudo Que Você Precisa Saber

Concreto armado: vantagens e desvantagens

 

Vantagens

 

Resistência

Devido a armadura de concreto estrutural, esse sistema construtivo tem alta resistência à compressão em relação a outros materiais.

Além disso, o concreto armado é bastante resistente ao desgaste mecânico como choques e vibrações.

Rapidez na obra

Se o prazo de entrega da obra é curto, o concreto armado é uma excelente opção. Além da possibilidade de comprar o concreto já pronto, o manuseio das ferramentas é relativamente simples.

Custo baixo

A matéria-prima do sistema de concreto armado não tem o custo muito alto, o que torna a opção mais econômica se comparada com outros sistemas construtivos como o Wood Frame e o Steel Frame.

Outro fator que torna o custo do concreto armado mais acessível são os equipamentos de transporte e preparo.

Como trata-se de materiais comuns, não é necessário um investimento alto em mão de obra especializada.

Concreto armado: tem custo menor que o Steel Frame

Concreto armado tem custo menor que o Steel Frame

Resistência ao fogo

A estrutura de concreto armado resiste ao fogo, às influências atmosféricas, ao desgaste mecânico, ao choque e às vibrações.

Desvantagens

 

Não é sustentável

A produção do cimento é um processo que consome grande quantidade de energia. Além disso, ele utiliza muitos recursos naturais e gera resíduos que impactam o meio ambiente.

Diante dessa realidade, as empresas desenvolveram nos últimos anos algumas versões de cimento sustentável.

Elas substituem o clínquer  – material de argila e calcário utilizado na produção de cimento convencional – por componentes que geram menos emissão de carbono e consumo de energia.

Concreto armado: concreto sustentável é alternativa para preservar o meio ambiente

Concreto armado: concreto sustentável é alternativa para preservar o meio ambiente

Veja também: Viga Baldrame – Entenda Por Que Ela é Essencial na Sua Obra

Difícil demolição

A alta resistência do concreto armado pode torna-se uma desvantagem de acordo com a situação.

A reforma ou até mesmo demolição da estrutura de concreto armado é mais trabalhosa, o que aumenta o custo do processo.

Pouco isolamento térmico e acústico

O concreto armado não oferece bom isolamento térmico e acústico. Por esse motivo, é recomendado que se use recursos de isolamento à parte, como placas de isolamento e mantas acústicas.

Gostou de aprender mais sobre o concreto armado? Aproveite para ver mais dicas que vão otimizar sua obra: