Você realmente sabe a diferença entre arquitetura e engenharia civil? Nós temos a resposta

diferenca-arquitetura-e-engenharia-civil-diferencas

Diferença arquitetura e engenharia civil: Qual a diferença?

Não é fácil responder qual a diferença entre arquitetura e engenharia civil porque estas são profissões que atuam em áreas que se relacionam profundamente.

Ou seja, elas caminham juntas, lado a lado, mas com as suas diferenças.

Isso já fica evidente desde a formação acadêmica – com focos diferenciados – e acaba se estendendo para a vida.

Em termos legais, arquitetos e engenheiros civis são os personagens mais importantes na construção de uma casa, por exemplo.

Ambos trabalham diariamente executando tarefas envolvendo a construção.

Algumas de suas responsabilidades são exclusivas e outras são compartilhadas. Mas, no geral, podem ser resumidas em projetar, executar e fiscalizar as obras.

Arquitetos, em relação aos engenheiros, atuam melhor em certos aspectos, e vice-versa.

O primeiro lida bem com obras de restauração de patrimônio histórico, por exemplo. O segundo com construção de pontes, viadutos e estradas.

E as diferenças entre arquitetura e engenharia civil vão além. Independente disso, um tem que ter noção sobre o trabalho do outro.

Se você também tem dúvidas sobre a diferença entre arquitetura e design de interiores, este post pode te ajudar.

Mas antes de começarmos, que tal aprender a usar uma das principais ferramentas de modelagem na arquitetura? Conheça o curso de Sketchup Básico do Viva Decora PRO Academy!

SketchUP-Basico

Diferença entre arquitetura e engenharia civil na faculdade

 

A diferença entre arquitetura e engenharia civil começa já nos cursos, que parecem iguais, mas não são.

Na verdade, eles se propõem a formar profissionais com características particulares, capazes de atuar em atividades específicas.

Então, há semelhança, mas também há diferença entre arquitetura e engenharia civil, inclusive na faculdade.

Antes de saber quais são elas, confira nossa lista de material para faculdade de arquitetura e fique preparado para sua jornada!

O curso de engenharia civil

 

diferenca-arquitetura-e-engenharia-civil-curso-engenharia

Diferença arquitetura e engenharia civil: curso de engenharia

A principal característica do curso de engenharia civil é a maior quantidade de carga de disciplinas envolvendo cálculo.

Tudo bem que na arquitetura também se lida com matemática e física, mas a capacitação não é a mesma.

A ideia dessa faculdade é lidar com projetos e cálculos de estruturas e sistemas complementares, não só de edifícios, mas também de pontes, rodovias e outros.

O engenheiro civil deve se envolver com o gerenciamento das obras. Ele tem que estudar várias matérias diferentes.

Para uma formação mais sólida, lhe serão passadas informações de desenho técnico, geotecnia, hidráulica, elétrica, saneamento, economia, administração, e mais.

O engenheiro não estuda tanto as questões humanas quanto os arquitetos. E é nesse ponto que se percebe mais qual a diferença entre arquitetura e engenharia civil.

O curso de arquitetura

 

diferenca-arquitetura-e-engenharia-civil-curso-arquitetura

Diferença arquitetura e engenharia civil: curso de arquitetura

O objetivo do curso de arquitetura e urbanismo é formar profissionais capazes de planejar espaços públicos e privados, da casa ao urbanismo, acessibilidade e paisagismo, das áreas verdes às peças de interiores.

Fica evidente, portanto, o porquê dessa rixa histórica com engenheiros e até designers. É que se trata mesmo de atuantes complementares, mas igualmente importantes em uma obra.

A faculdade de arquitetura apresenta cerca de oitenta por cento de disciplinas voltadas à prática, ou seja, exercitando o ato de projetar.

Mas também existem as teóricas, como as que abordam a história da arte, antropologia, ecologia, topografia, semiótica, acústica, entre outras.

Aprende-se a criar e avaliar a arte de acordo com as questões culturais, estéticas e funcionais, envolvendo as necessidades humanas e do ambiente.

O arquiteto não estuda tanto cálculo quanto os engenheiros. Porém, o conhecimento passado a ele deve ajudar o profissional a verificar, com antecedência – já na fase de concepção arquitetônica – se o projeto é mesmo viável.

Tanto o curso de arquitetura quanto o de engenharia civil estão na modalidade de bacharelado.

Eles têm em torno de 3.500 horas/aula, incluindo os estágios supervisionados.

O tempo de duração varia de acordo com a proposta de cada instituição. No geral, costuma durar cinco anos, totalizando dez períodos.

Optar por um ou outro vai depender das características do estudante, suas aptidões e interesses.

Caso escolha por arquitetura, dê uma olhada em nosso post sobre as melhores faculdades de arquitetura do Brasil e dê o próximo passo na sua carreira.

Diferenças na profissão

 

O que faz um engenheiro civil?

 

diferenca-arquitetura-e-engenharia-civil-engenheiro-civil

Diferença arquitetura e engenharia civil: o que faz um engenheiro

No dia-a-dia, o engenheiro civil lida com muito cálculo, principalmente quanto ao dimensionamento de cargas e esforços de propostas arquitetônicas.

Ele ajudará outros profissionais no desenvolvimento de projetos complementares, como para sistemas de água, esgoto, eletricidade e telefonia. E lidará com o gerenciamento de obras mais complexas como de estradas, viadutos, ferrovias e outras.

O que faz um arquiteto?

 

diferenca-arquitetura-e-engenharia-civil-arquiteto

Diferença arquitetura e engenharia civil: o que faz um arquiteto

O trabalho do arquiteto é, muitas vezes, sintetizado como o dimensionamento de espaços residenciais.

Mas, sabemos que é muito mais do que isso.

O arquiteto pode projetar desde casas a traçados urbanos, áreas verdes, ambientes comerciais, arquitetura corporativa, comunicação visual, mobiliário, arquitetura industrial e outros.

Ele também pode lidar com o desenvolvimento de planos diretores, parcelamentos de solo e restauro histórico.

O arquiteto, diferente do engenheiro civil, estuda profundamente as preferências das pessoas, o que vai determinar totalmente as primeiras etapas dos projetos.

Ele também analisa as condições ambientais que circundam as edificações, como iluminação e ventilação.

E nos interiores ele ajuda a determinar materiais, pontos de sistemas e fazer a paginação de revestimentos.

Outra diferença entre arquitetura e engenharia civil é que o arquiteto tem seu registro profissional controlado pelo CAU – o Conselho de Arquitetura e Urbanismo. Já os engenheiros são registrados no CREA – o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

Diferenças no mercado de trabalho

 

diferenca-arquitetura-e-engenharia-civil-diferenca-no-mercado

Diferença arquitetura e engenharia civil: diferenças no mercado de trabalho

Tanto para arquitetos quanto para engenheiros, por questão de demanda, sempre há ofertas de emprego no mercado interno.

Mas a quantidade de vagas disponíveis por ano vai depender da situação econômica do país.

Durante os últimos grandes eventos que o Brasil sediou – Copa do Mundo e Olimpíadas – houve mais opções para ambos. Porém, atualmente, esses profissionais têm sofrido com a recessão.

O jovem que aprecia tanto as ciências exatas quanto as humanas, certamente se sairá melhor em áreas profissionais como a arquitetura.

Agora, se ele tem bastante facilidade com gerenciamento de recursos e controle orçamentário, pode seguir para as engenharias.

Mas, se o objetivo é lidar com organização de residências, daí ele pode procurar por mais opções.

O design de interiores, por exemplo, pode ser uma melhor alternativa.

Arquitetos podem abrir seu próprio escritório e trabalhar em casa. Ou podem trabalhar em uma empresa especializada em construções para vários setores da indústria.

Ele pode atuar em órgãos públicos e até se dedicar a participar de licitações, uma das áreas mais competitivas do mercado.

O engenheiro também pode atuar em escritórios particulares, construtoras, incorporadoras, indústrias e órgãos públicos.

O mais comum é que cada empresa da área de construção tenha o seu engenheiro civil, que será responsável pelas obras e pela fiscalização.

Mesmo os próprios arquitetos, embora possam desenvolver muitos projetos complementares, vão recorrer à opinião especializada de engenheiros, e vice-versa.

Se quiser abrir seu próprio escritório, siga nossas dicas sobre como montar um escritório de arquitetura e ter sucesso na carreira.

Caso deseje seguir uma carreira pública, temos uma lista atualizada com os concursos para arquiteto de 2018. Confira!