O guia definitivo para calcular qualquer escala de projetos arquitetônicos

escala-de-projetos-arquitetonicos-medicao

Escala de projetos arquitetônicos: Medição

Na arquitetura, compreende-se por escala aquilo que é representado graficamente através de medidas em um espaço.

A escala de projetos arquitetônicos é o conceito utilizado na arquitetura para representar desenhos ou objetos muito pequenos (escala reduzida) ou muito grandes (no caso de escala de projetos arquitetônicos ampliados).

O assunto faz parte dos conhecimentos que envolvem o desenho técnico, dentro do universo da arquitetura e na área de edificação.

Geralmente, a escala de projetos arquitetônicos é tema recorrente entre alunos e profissionais de arquitetura e áreas afins.

Mas, para relembrar o assunto e ter certeza de que está empregando a escala correta em seus projetos, é importante rever esse conceito em detalhes.

Nesta postagem, você verá como calcular a escala de projetos arquitetônicos de uma maneira bastante prática e didática.

Confira também a escala humana: a medida que usa o ser humano como referência na arquitetura

Tipos de escala de projetos 

 

escala-de-projetos-arquitetonicos-tipos-de-escala

Escala de projetos arquitetônicos: tipos de escala

Há, na verdade, 3 tipos de representatividade de escalas:

  • Escala de redução: Por exemplo,  1/5 (um por cinco)
  • Escala real: 1/1 ou 1:1 (um por um)
  • Escala de ampliação: 5/1 ou 5:1 (cinco por um)

A escala é bastante utilizada pelos arquitetos para exibirem projetos de obras e representar uma ideia sobre uma edificação.

O profissional apresenta o projeto em dimensões homólogas, considerando a relação de proporcionalidade.

Por exemplo, ao elaborar o projeto de um objeto, o arquiteto pode representá-lo a partir de uma escala reduzida, mostrando exatamente como ficará dentro de um cômodo depois de pronto.

A escala de projetos arquitetônicos é, portanto, um recurso poderoso para trazer noções reais – embora em tamanhos reduzidos ou ampliados – sobre uma construção, reforma ou ideia de objeto.

Quando se trata de desenho na arquitetura, profissionais costumam usar escala de redução equiparada com a escala real, para dar efeito comparativo.

A ideia é que os objetos relacionados ao real ganhem representações gráficas pequenas ou grandes.

A arquitetura digital trouxe outras maneiras de representar seus projetos, veja:

Como calcular escala de projetos arquitetônicos

 

escala-de-projetos-arquitetonicos-como-calcular

Escala de projetos arquitetônicos: Como calcular

Uma boa escala de projetos arquitetônicos deve ter, basicamente, 3 características principais:

  • Tamanho do objeto a representar;
  • Dimensões do papel;
  • Desenho feito de forma clara e precisa.

Para gerar bons resultados, uma característica depende da outra.

Do contrário, tudo o que o arquiteto ou desenhista terá é um trabalho mal feito e longe da realidade de uma escala de projetos arquitetônicos.

O cálculo feito para representar a escala ampliada de 20 metros (nosso exemplo por aqui) será da seguinte forma:

Passo a passo para calcular escala de projetos:

 

escala-de-projetos-arquitetonicos-passo-a-passo

Escala de projetos arquitetônicos: Passo a passo

  1. Um arquiteto deseja saber como calcular escala de projetos arquitetônicos e criar um desenho com uma folha A3 (que mede 297 mm x 420 mm);
  2. O maior tamanho do papel, portanto, é de 420 mm;
  3. Considerando uma margem de 10 mm, ele terá 400 mm (ou 40 cm) de área livre para criar a escala de arquitetura;
  4. Para criar uma escala de um objeto ou edificação com dimensão máxima de 20 m, podemos representá-la em 5, 10, 20 ou 50 vezes menor que o objeto em seu tamanho real;
  5. No cálculo, há que se considerar que não seria possível representar no papel um objeto com dimensões maiores que o seu tamanho;
  6. Ou seja, não seria possível representar um objeto de 20 m em um papel de 40 cm, como no nosso caso;
  7. Para tornar isso possível, há a escala. Ela está relacionada à proporcionalidade do objeto;
  8. 20 m correspondem a 2.000 cm;
  9. Dividindo a grandeza total pelo tamanho da área útil do papel, temos:
  10. 2.000 / 40 = 50;
  11. Portanto, neste caso, pode-se usar a escala de 1:50.

Escalas mais usadas em projetos

 

escala-de-projetos-arquitetonicos-escalas-mais-usadas

Escala de projetos arquitetônicos: Escalas mais usadas

Justamente por causa de relação de proporcionalidade entre tamanho real e reduzido ou ampliado, nem todas as escalas se adequam a todos os projetos.

Na prática, arquitetos buscam utilizar determinadas escalas para adaptação de redução.

Escalas arquitetônicas mais usadas

 

  • 1:50;
  • 1:100;
  • 1:200;
  • 1:500.

Como exemplo, temos a seguinte situação: um arquiteto precisa usar uma escala para fazer o desenho de uma planta baixa de um apartamento representado na escala 1:50 (um por cinquenta).

A escala de 1:50 significa que para cada 1 cm representado no papel, essa medida corresponde a 50 cm reais.

Ou seja, a representação do apartamento será 50 vezes menor no papel (na planta) do que é na realidade.

O modelo de cálculo vale para todas as outras escalas e aplicações dessas em plantas.

Ele está ancorado no raciocínio da proporcionalidade que já mencionamos.

Complemente a representação de seu projeto com imagens fazendo um levantamento fotográfico.

Viu como é fácil calcular uma escala de projeto arquitetônico? Que tal agora aprender a conquistar seus clientes e divulgar o seu trabalho?

Conheça os cursos do Viva Decora PRO Academy, criados especialmente para arquitetos e designers de interiores que queiram encantar seus clientes.

curso ciclo do encantamento