Entenda como fazer pingadeira e proteja muros e telhados da umidade

A pingadeira é um elemento que, aparentemente, parece só um detalhe em muros e paredes.

Mas além de ter função estética, ela atua como uma proteção, evitando vários problemas que podem surgir ao longo do tempo.

Existem 4 tipos de pingadeira, que variam de acordo com o material. Há também o rufo, uma peça muito semelhante à pingadeira, mas que tem outras particularidades.

Nesse artigo, vamos falar sobre cada um deles e explicar como fazer pingadeira. Acompanhe!

O que é pingadeira?

 

Pingadeira é um acabamento que evita que a água da chuva escorra pelas paredes, peitoris de janelas e muros de uma construção. Ela pode ser feita de diversos materiais e também tem função estética.

O que é pingadeira?

O que é pingadeira?

A pingadeira para muro ajuda a evitar a deterioração e evita manchas na parede. Além disso, ela dá um acabamento estético interessante, padronizando os rebaixos.

Outra vantagem da pingadeira é que ela valoriza a edificação e evita gastos com reformas.

Muro sem pingadeira: mofo e umidade

Muro sem pingadeira: mofo e umidade

A pingadeira também é utilizada em projetos de maior porte, como passarelas, pontes e viadutos.

Quais são os tipos de pingadeira?

 

  1. Concreto
  2. Aço galvanizado
  3. Granito
  4. Plástico

1- Concreto

 

Quando falamos de pingadeira para muro, o concreto é o material mais utilizado.

Como ele é relativamente permeável, não existe o risco da água ficar acumulada na peça.

Outra vantagem da pingadeira de concreto é a sua resistência, que possibilita que os rebaixos fiquem protegidos durante muito tempo das intempéries e mudanças climáticas.

A pingadeira de concreto pode ser reta ou no formato capelinha, com 2 águas.

Pingadeira para muro reta

Pingadeira para muro reta

Pingadeira para muro capelinha

Pingadeira para muro capelinha

2- Aço galvanizado

 

A pingadeira de aço galvanizado é conhecida como rufo e falaremos mais sobre ela ao longo do texto.

Esse tipo de pingadeira tem três possibilidades de acabamento. São elas:

  • Galvanizado in natura (sem pintura)
  • Galvanizado com pintura galvite
  • Galvanizado com pintura eletrostática branca

Galvanizado in natura sem pintura

 

Como o próprio nome diz, esse tipo de pingadeira para muro é instalada sem pintura. Ela é ideal para grandes obras com equipe de pintores, que podem fazer a pintura após a instalação.

Galvanizado com pintura galvite

 

Nesse caso, a pingadeira de aço galvanizado recebe o galvite antes da instalação. Trata-se de um composto utilizado quando o objetivo é tornar a peça mais resistente.

O galvite proporciona aderência à pintura e evita a formação de pontos de corrosão no aço.

Pingadeira de aço pintado com galvite branco

Pingadeira de aço pintado com galvite branco

Caso a ideia seja pintar a pingadeira de aço com esmalte sintético, é indispensável o uso do galvite para evitar bolhas e descolamentos da tinta.

Galvanizado com pintura eletrostática branca

 

Esse tipo de pingadeira de aço é pintada antes da instalação. É a melhor opção no caso de obras que precisam de agilidade no processo de acabamento.

3- Granito

 

A pingadeira de granito costuma ser utilizada principalmente no peitoril de janelas, mas também é encontrada em muros e bordas de telhado.

Por ser um material totalmente impermeável, é a opção mais resistente. Outra vantagem da pingadeira de granito é o seu belo acabamento estético, que valoriza o imóvel.

Pingadeira de granito

Pingadeira de granito

4- Plástico

 

Se o cliente busca uma opção mais acessível, a pingadeira para muro feita de plástico é a opção ideal.

Ela é impermeável e também tem uma boa durabilidade. A principal vantagem da pingadeira de plástico é a facilidade na instalação, já que o material é mais leve.

Por ser um material versátil, a pingadeira de plástico também oferece cores diferentes.

Pingadeira de PVC

Pingadeira de PVC

Veja também: Tipos de telhados – aprenda a criar coberturas bonitas e seguras

Para que serve o rufo pingadeira?

 

Antes de explicar o que o rufo pingadeira, vamos a uma definição do que é o rufo

Trata-se de uma peça moldada, geralmente metálica, que tem como função proteger os encontros de coberturas e paredes, evitando a infiltração da água da chuva e a umidade.

Quais são os tipos de rufo?

 

  1. pingadeira
  2. encosto
  3. externo
  4. interno

1- Rufo pingadeira

 

O rufo pingadeira cria uma cobertura sobre o muro, de forma semelhante aos tipos de pingadeira que vimos até aqui.

Ele apresenta uma “caída”, que é a responsável pelo escoamento da água.

Rufo pingadeira

Rufo pingadeira

2- Rufo de encosto

 

No rufo tipo encosto, o material faz uma proteção na parede, mas diferente do modelo pingadeira não tem uma caída.

Rufo encosto

Rufo encosto

3- Rufo externo

 

Já no rufo externo, a proteção é feita no telhado localizado na parte externa do mundo.

Rufo externo

Rufo externo

4- Rufo interno

 

Com o rufo interno, o telhado localizado na parte interna do muro recebe a proteção.

A fixação do rufo é feita com bucha e a vedação é de silicone.

Rufo interno

Rufo interno

Como criar uma pingadeira?

 

A pingadeira pode ser pré-moldada e comprada em lojas de construção ou feita no canteiro de obra, no caso do uso do concreto.

Pingadeira: forma de pingadeira

Pingadeira: forma de pingadeira

O comprimento e a largura da pingadeira variam de acordo com o tamanho da superfície em que ela será instalada.

Mas, de modo geral, a medida correta da parte superior da pingadeira é sempre a largura total da parede ou muro (incluindo reboco e pintura) + 20 mm.

O ideal é que a pingadeira não seja muito fina, pois dessa forma ela não será eficiente no escoamento da água.

Também é fundamental que a pingadeira de muro e janela seja levemente inclinada para fora para que a água escoa.

A escolha do material vai depender do projeto arquitetônico e, claro, do orçamento disponível para a obra.

Gostou das nossas dicas sobre pingadeira? Então, aproveite para conhecer outros materiais que vão dar um UP no seu projeto: