Atrasos na Obra: Confira 4 Dicas Infalíveis para Evitá-los!

Se você é um profissional da construção civil, então certamente sabe que atrasos na obra podem ser uma grande dor de cabeça.

Isso porque as consequências do atraso na execução dos serviços são enormes. Elas vão desde o descumprimento do cronograma de obras e impactos no orçamento, até a insatisfação do cliente com o serviço prestado.

No artigo de hoje listamos as principais causas de atraso em obras e alguns cuidados que você pode ter para evitar esse tipo de problema no canteiro de obras. Boa leitura!

Atrasos na obra: profissionais sentados a mesa trabalhando em problemas de projeto (foto: Adobe Stock)

Atrasos na obra: profissionais sentados a mesa trabalhando em problemas de projeto (foto: Adobe Stock)

A obra atrasou, e agora?

Executar uma obra dentro dos prazos estipulados é uma dor de cabeça para a grande maioria dos gestores de obras.

As variáveis a serem controladas para garantir o sucesso do projeto são muitas, e nem sempre é possível se preparar para todos os imprevistos de obra.

Nesse cenário, cada dia, semana ou mês de atraso na obra significa custos extras com mão de obra, aluguel de equipamentos e, claro, promove o descontentamento do seu cliente.

Retrabalhos, entrega de materiais fora do prazo e baixa produtividade dos colaboradores de obra são problemas que assolam o mercado da construção civil e que influenciam de maneira direta os atrasos na obra.

Ainda assim, cabe ao gestor da obra identificar a origem do problema para que seja possível  traçar um plano capaz de diminuir os riscos e impactos causados por atrasos na obra.

Atrasos na obra: os 4 problemas mais comuns e como evitá-los!

1- Falta de Planejamento

O primeiro passo para evitar atrasos na obra é a realização de um planejamento detalhado de obras. Essa etapa do processo é muitas vezes negligenciada, o que resulta em problemas na etapa de execução do projeto.

Dedique tempo para conhecer as particularidades dos projetos, listar as atividades que deverão ser executadas, colocá-las em uma ordem lógica de serviços e, claro, estimar o prazo de execução para cada uma delas.

Para aquelas tarefas mais complexas, o ideal é contar com uma margem de segurança de, ao menos 10%. Não se esqueça que contar com a ajuda de profissionais especializados nessa etapa do projeto faz toda a diferença!

Atrasos na obra: profissional de elétrica trabalhando (foto: Adobe Stock)

Atrasos na obra: profissional de elétrica trabalhando (foto: Adobe Stock)

Veja também: Laudo técnico para reforma de apartamento – saiba como fazer de um jeito prático!

2- Mão de Obra Especializada

Contar com bons profissionais é indispensável para garantir a entrega da obra dentro daquilo que foi definido na etapa de projeto.

No entanto, a dificuldade em recrutar profissionais qualificados para a execução da obra é uma das maiores queixas de empresas do setor da construção civil.

A falta de mão de obra especializada é um dos principais fatores que afetam a produtividade no setor da Construção Civil no Brasil.

Some a isso o crescente uso de novos equipamentos e tecnologias no canteiro de obras, o que também requer profissionais atualizados e com boa formação técnica.

Para evitar qualquer problema, a nossa dica aqui é sempre buscar por referências antes de contratar qualquer profissional.  É nesse momento que você deve usar e abusar do seu networking!

Outra boa prática é visitar obras nas quais o profissional em questão trabalhou. Dessa forma é possível avaliar se ele está apto a realizar uma obra no porte e nível de complexidade que você planeja.

Hoje em dia também é possível encontrar aplicativos especializados na contratação de mão de obra. Eles são uma forma prática de encontrar o profissional certo e ainda contam com a possibilidade de avaliação de usuários que já contrataram os serviços do profissional.

Atrasos na obra: profissionais em sala de reunião (foto: Adobe Stock)

Atrasos na obra: profissionais em sala de reunião (foto: Adobe Stock)

3- Falha na comunicação

Essa é uma das grandes causas dos atrasos na obra. Projetos de construção civil são complexos, por isso exigem exatidão das informações a serem compartilhadas entre os colaboradores da obra.

Muitas vezes, a falha na comunicação ocorre por que o número de informações a serem compartilhadas é enorme, mas não existe uma plataforma única para fazê-lo.

Essa comunicação descentralizada é responsável não só pela perda de informações, mas também pela falta de documentação dos processos. Isso tudo resulta em retrabalhos e atrasos na obra.

Atrasos na obra: profissionais trabalhando sobre planta de projeto (foto: Adobe Stock)

Atrasos na obra: profissionais trabalhando sobre planta de projeto (foto: Adobe Stock)

4- Fornecedores que não cumprem prazos

Para garantir a entrega sem atrasos da obra, é preciso contar com fornecedores confiáveis.

Uma boa forma de evitar riscos e dores de cabeça é alimentando um cadastro detalhado com as informações do fornecedor, dos produtos e também o seu histórico de relacionamento com cada um deles.

Com esse registro, você pode identificar com facilidade aqueles fornecedores que cumprem os prazos e especificações e que, por isso, devem ser priorizados na hora de realizar a compra de insumos.

Lembre-se também que é importante estar atento às regras de armazenamento de materiais no canteiro de obras para evitar perdas e desperdícios.

Atrasos na obra: Canteiro de obras com materiais espalhados (foto: Adobe Stock)

Atrasos na obra: Canteiro de obras com materiais espalhados (foto: Adobe Stock)

Caso você tenha chegado até aqui, deve ter percebido que todos os problemas relacionados a atrasos da obra estão diretamente associados à uma gestão ineficiente de obras.

Hoje em dia existem diversas soluções tecnológicas capazes de auxiliar na centralização e compartilhamento das informações da obra de forma prática e segura, como é o caso do VEJA OBRA. Clique aqui para testar gratuitamente por 30 dias!

Esse artigo foi produzido pela equipe do VEJA OBRA.