Saiba como o Gráfico de Gantt facilita a gestão de projetos de arquitetura

Gráfico de Gantt é uma ferramenta utilizada em projetos que utiliza barras coloridas para representar o progresso de uma atividade. Ele também mostra o tempo gasto em cada tarefa, os recursos utilizados, entre outras informações relevantes para o processo.

Não importa o tamanho do seu projeto de arquitetura: maximizar a produtividade da equipe e as atividades no canteiro de obras é uma dor de cabeça comum e um desafio constante entre gestores de obra.

O Gráfico de Gantt é uma ferramenta de gestão criada em meados de 1980, e desde então vem sendo utilizada como estrutura para auxiliar profissionais da construção civil no planejamento das etapas de obra, bem como no controle e análise de processos.

No artigo de hoje você confere como o Gráfico de Gantt pode te ajudar a melhorar os resultados dos seus projetos de arquitetura. Boa leitura!

Veja também como cobrar pelo seu projeto de arquitetura!

Gráfico de Gantt: Profissional visualizando Gráfico de Gantt em realidade virtual (foto: AdobeStock)

Gráfico de Gantt: Profissional visualizando Gráfico de Gantt em realidade virtual (foto: AdobeStock)

O que é o Gráfico de Gantt?

Em síntese, o Gráfico de Gantt é uma ferramenta que possibilita a visualização do progresso de todas as atividades de obra previstas em um projeto.

Um dos grandes atributos do Gráfico de Gantt é a forma extremamente visual na qual é possível apresentar os dados.

Isso contribui para que a leitura e compreensão das informações se torne bastante intuitiva, não só para o gestor de obras mas também para todos os outros colaboradores.

As atividades planejadas no Gráfico de Grantt são apresentadas em forma de barras em um eixo horizontal.

Nesse sentido, cada uma das barras representa os intervalos de tempo que marcam o início e fim de cada uma das etapas do projeto.

Ou seja, quanto maior o tempo estimado para a conclusão de uma etapa, maior será o tamanho da barra no Gráfico de Gantt.

No entanto, para que seja eficiente, é necessário que o Gráfico de Gantt seja atualizado diariamente conforme a evolução de cada uma das demandas.

Esse controle permite que o gráfico comunique de maneira visual as tarefas que estão próximas de seu vencimento.

5 vantagens do Gráfico de Gantt que vão facilitar seu trabalho

A seguir você confere os maiores benefícios em contar com o Gráfico de Gantt para te ajudar a fazer a gestão da obra:

Gráfico de Gantt: Profissionais analisando planta de projeto (foto: AdobeStock)

Gráfico de Gantt: Profissionais analisando planta de projeto (foto: AdobeStock)

1- Segmentação de tarefas

O primeiro passo para desenvolver o Gráfico de Gantt é listar as atividades planejadas para que seja possível fazer a execução daquele projeto de obras em específico.

Sendo assim, ao elencar as atividades necessárias no Gráfico de Gantt você automaticamente desmembra as atividades do projeto em tarefas menores.

Isso permite que você tenha uma visualização mais detalhada acerca do que deve ser feito.

Para te ajudar nessa etapa do processo no Gráffico de Gant, você pode e deve contar com a ajuda de profissionais especializados.

Gráfico de Gantt: Profissionais discutindo sobre projeto (foto: AdobeStock)

Gráfico de Gantt: Profissionais discutindo sobre projeto (foto: AdobeStock)

2- Cultura de responsabilização

Outra informação importantíssima no seu Gráfico de Gantt é a determinação dos responsáveis por cada uma das atividades planejadas.

Isso é importante não só para garantir que todos saibam suas atribuições dentro do projeto, mas para que entendam também qual o impacto de suas atribuições dentro do projeto como um todo.

Veja também: Descubra os segredos de como montar um escritório de arquitetura de sucesso!

3- Sequenciamento lógico das atividades 

Com todas as tarefas desmembradas e os seus responsáveis apontados, é hora de definir uma sequência lógica e sustentável para a execução desse cronograma de obras.

Quando tratamos de gerenciamento de obras, é mais do que comum ter atividades que sejam interdependentes. Ou seja, que só pode ser iniciada quando outra for concluída.

No Gráfico de Gantt fica mais fácil identificar essas interdependências, que são identificadas por meio do uso de setas. Tudo isso ajuda a reduzir atrasos na obra!

Gráfico de Gantt: Profissionais sobre plantas de projeto fazendo anotações (foto: AdobeStock)

Gráfico de Gantt: Profissionais sobre plantas de projeto fazendo anotações (foto: AdobeStock)

4- Definição de prazos

O cumprimento de prazos é, certamente, uma das áreas mais sensíveis da gestão de projetos de arquitetura. Distribuir e ajustar o tempo de execução das tarefas de forma justa dentro da linha do tempo do projeto é uma tarefa desafiadora.

Por meio do Gráfico de Gantt é possível experimentar diferentes combinações entre as atividades, o que permite que sejam identificados pontos críticos e que demandam mais esforços no projeto.

Essa organização ajuda a eliminar riscos de atrasos na obra por erro no dimensionamento dos prazos!

Gráfico de Gantt: Profissionais sobre plantas de projeto mexendo em tablet (Foto: AdobeStock)

Gráfico de Gantt: Profissionais sobre plantas de projeto mexendo em tablet (Foto: AdobeStock)

5- Controle de desenvolvimento

Por ser uma ferramenta bastante visual e de fácil compreensão, é interessante que você compartilhe o Gráfico de Gantt com os colaboradores de obra.

Assim, todos podem ter acesso às informações do cronograma de obra sempre que necessário!

No entanto, para garantir os resultados esperados, é necessário fazer o controle da execução da obra para ter certeza que os prazos estão sendo mesmo cumpridos no Gráfico de Gantt.

Por isso, não se esqueça de sinalizar no gráfico sempre que as tarefas forem concluídas. Isso ajuda a atualizar o status do projeto e, com isso, manter todos os colaboradores informados.

Da mesma forma, caso haja algum atraso, certifique-se de identificar a causa para que assim seja possível corrigir o percurso de forma a diminuir os riscos para o projeto.

Se você chegou até aqui, então já percebeu que as possibilidades de aplicação do Gráfico de Gantt na gestão de projetos são muitas.

De maneira resumida, pode-se dizer que o Gráfico de Gantt funciona como uma espécie de linha do tempo da obra, que além de elencar as atividades a serem desenvolvidas, estabelece também os limites de data para cada uma delas.

Graças a avanços tecnológicos hoje é possível contar com ferramentas que já possuem suas funcionalidades integradas e ainda mais otimizadas, como é o caso do VEJA OBRA. Acesse o http://www.vejaobra.com.br e teste grátis por 30 dias!