7 dicas de fotografia de interiores para bombar nas redes sociais!

fotografia-de-interiores-quarto-projeto-concretize-interiores-foto-mariana-orsi

fotografia de interiores: quarto – projeto: concretize interiores – foto: mariana orsi

Chamar a atenção de um possível cliente está cada vez mais difícil.

Com toda a concorrência na timeline de redes sociais como Facebook, Instagram e Pinterest, é preciso publicar boas fotos se você quiser se destacar. Todos nós já entendemos a importância do posicionamento de um escritório de arquitetura nas redes sociais, mas o terror de muitos arquitetos é ter uma boa fotografia de interiores para alimentar o feed.

Quer se destacar? Siga nossas dicas de engajamento nas redes sociais.

Muitas vezes, a sensação de insegurança na hora de fotografar seus próprios projetos assusta. Mas a boa notícia é que existem dicas que podem fazer as fotos um sucesso e, consequentemente, acabar com esse medo. Separamos aqui as sete mais importantes:

1 – Separe um tempo para as fotos e tenha paciência

 

Uma das melhores formas de atrair os espectadores é despertar a curiosidade mostrando algo que eles não estão acostumados a ver. Se você nunca teve aulas de fotografia, treinar o olhar para usar ângulos diferentes e criar uma identidade para suas fotos é o primeiro passo.

Se a foto não tiver um impacto imediato, o espectador vai apenas continuar rolando a tela para a próxima na timeline. Lembre-se que o seguidor só vai ler o texto se tiver interesse pela foto. Para isso, precisamos separar um tempo para fazer as fotos e encarar isso como uma parte importante do dia a dia do escritório.

É preciso usar a criatividade para transmitir informações importantes do projeto por meio da fotografia. Você pode traçar uma estratégia de postagens contando a história do projeto, por exemplo.

2 – Organize o ambiente

 

fotografia-de-interiores-projeto-quattrino-arquitetura-foto-mariana-orsi

fotografia de interiores – projeto: quattrino arquitetura – foto: mariana orsi

Para passar uma boa impressão, é preciso que o ambiente esteja impecável!

Retire os objetos de uso cotidiano que estão espalhados pelo ambiente. Para não deixar a foto vazia e sem personalidade, inclua acessórios como vasos, almofadas, quadros e enfeites que combinem com a decoração. Se o cômodo tiver portas ou divisórias, bata fotos com elas abertas e fechadas para mostrar a interação entre os ambientes. Não se esqueça de tirar os amassados dos tecidos!

3 – Analise a luz

 

fotografia-de-interiores-sala-projeto-anastassiadis-arquitetos-foto-mariana-orsi

fotografia de interiores: sala – projeto: anastassiadis arquitetos – foto: mariana orsi

A luz pode dar ao mesmo lugar uma aparência completamente diferente, principalmente na fotografia de arquitetura. Usar a luz da manhã e do final de tarde sempre traz um equilíbrio maior entre a área externa e interna.

Além disso, usar a luz natural mantém as cores mais fiéis na imagem às escolhidas em projeto, já que a luz artificial deixa tudo amarelado e exclui muitas sombras do ambiente.

fotografia-de-interiores-varanda-projeto-triarq-arquitetura-foto-mariana-orsi

fotografia de interiores: varanda – projeto: triarq arquitetura – foto: mariana orsi

Mas cuidado: A luz do sol pode criar linhas e sombras que fazem desenhos que não estavam no projeto. Aproveite os dias nublados, que apresentam uma luz difusa. E utilize o sol nas fotos apenas quando ele fizer parte do projeto.

4 – Perspectiva e altura do observador

Evite fotos tiradas de baixo pra cima que fechem o ambiente. Esse ângulo tampa visão da decoração em cima de uma mesa ou atrás de um sofá, por exemplo.

Dê preferência para fotos na altura do espectador: assim, a visão do cômodo fica mais ampla, os detalhes mais destacados e agradáveis ao observador.

5 – Procure as linhas e escolha o enquadramento

 

A regra dos terços é uma das estratégias de composição fotográfica mais importantes. A partir dela, escolhemos onde posicionar os objetos, norteando assim o enquadramento.

Use a grade disponível em ajustes na câmera do seu celular para não posicionar os temas no centro gratuitamente. Pode-se criar um equilíbrio colocando os objetos principais a um terço das dimensões do quadro. Procurar ângulos diferentes para fazer suas fotografias sempre funciona. Mudar a posição do celular enquanto se esta fazendo a foto ou dar um passo para o lado, para trás ou a frente pode mudar completamente a composição.

Procure linhas direcionadoras do olhar, usando a perspectiva da cena. Se você quiser usar a geometria, lembre-se de manter o celular reto e plano em relação a cena fotografada para que os ângulos não fiquem distorcidos. Se houver uma linha do horizonte, certifique-se de que ela esteja totalmente reta.

6 – A importância do corte

 

Uma das decisões mais importantes na hora de fazer a foto é quais objetos entrarão na cena. Sua foto pode ser horizontal, quadrada ou vertical: no mesmo ambiente, você pode mostrar a mesa de centro, a estante ou a mesa lateral só mudando o enquadramento. Lembre-se também de usar a simetria da imagem se posicionando no centro da cena. Confira nos exemplos abaixo.

fotografia-de-interiores-triarq-arquitetura-estante

fotografia de interiores: horizontal – foco na estante – projeto: triarq arquitetura – foto: Mariana Orsi

fotografia-de-interiores-triarq-arquitetura-mesa-centro

fotografia de interiores: vertical – foco na mesa de centro – projeto: triarq arquitetura – foto: Mariana Orsi

fotografia-de-interiores-triarq-arquitetura-mesa-lateral

fotografia de interiores: foco na mesa lateral – projeto: triarq arquitetura – foto: Mariana Orsi

7 – Aplicativos para edição

 

Tente usar o mesmo método de edição para as fotos. Isso fará com que as pessoas reconheçam com mais facilidade uma foto sua ao passar pela timeline.

Fuja dos filtros prontos dos aplicativos, procure usar os efeitos básicos de edição. No instagram o “Ajustes” ajuda a deixar todas as linhas retas, corrigindo a perspectiva da imagem. Adicionar um pouco de Contraste e Saturação torna as fotos mais vivas, mas tome cuidado para que o efeito não fique exagerado. E acrescentar um pouco de nitidez para finalizar a fotografia aprimora sutilmente a aparência das fotos na tela dos smartphones.

Alguns aplicativos gratuitos e fáceis de usar: VSCO, snapseed, photoshop express e o próprio Instagram antes de postar a foto.

Vai começar a divulgar? Aproveite as nossas dicas para aproveitar ainda mais as redes sociais:

Quer mais? Matricule-se no curso de mídias sociais voltado para o público profissional e conquiste mais fãs!

Bons cliques!

Mariana Orsi é fotógrafa especializada em arquitetura e idealizadora do “Click a Pé”, iniciativa de passeios fotográficos mensais gratuitos. Arquiteta e urbanista, com pós-graduação em Arquitetura Contemporânea, integra a plataforma OliOli, que reúne os maiores influenciadores digitais em design e lifestyle do Brasil.