Hospedagem de sites e registro de domínio: como fazer para se estabelecer na internet

hospedagem-e-dominio

hospedagem e domínio

Não é mais novidade a tendência de se estar na internet. As empresas estão se moldando ao mercado online e trabalhando na criação de websites – blogs, institucionais ou e-commerce. A verdade é que precisamos acompanhar o avanço tecnológico e os métodos de buscas por produtos e serviços que os consumidores estão realizando, pois não queremos parar no tempo e ficar para trás.

É nessa hora que surgem as dúvidas: o que é domínio e hospedagem de site? Quais são as opções? Por onde começar? Vamos com calma. Antes de colocar o site site no ar, é bom deixar claro alguns pontos da sua empresa.

Tenha seus objetivos de negócio bem definidos. Já sabe com o que vai trabalhar? Vai fazer a extensão de sua empresa? Já definiu quem será seu público alvo e suas metas? Então é hora de colocar a mão na massa e seguir o nosso passo-a-passo.

Se ainda não tiver uma estratégia definida, confira nosso post sobre plano de marketing para arquitetos.

1. É hora de projetar

 

hospedagem-e-dominio-sitegrama

hospedagem e domínio: sitegrama

Uma etapa importante e que exige um plano de construção é o sitegrama, que consiste no processo estrutural de seu site. Isso vai te ajudar a ter uma visão de seu projeto como um todo. Porém, o sitegrama funciona como um esboço ou teste, o que não significa que as coisas serão como o projetado.

2. Tenha um CMS

 

hospedagem-e-dominio-cms

hospedagem e domínio: cms

CMS – Content Management System – é um sistema de gerenciamento de conteúdo que ajuda você a realizar publicações de forma organizada. Use os CMS’s gratuitos, são ferramentas muito boas, principalmente para quem está colocando os primeiros tijolos da vida online. Conheça os CMS’s mais populares:

  • WordPress: gratuito e de fácil manuseio e ainda apresenta plugins e templates prontos.
  • Blogger: Lembra das páginas do blogspot? É bastante popular e gratuito e tem ferramentas e interfaces para iniciantes;
  • Joomla: ganha destaque por apresentar opções mais avançadas de gerenciamento e é mais utilizado em grandes sites;
  • Magento: mais indicado para e-commerce, pois permite o gerenciamento de loja e relatórios, cadastro de produto, controle de pedidos e estoque;
  • Prestashop: também mais relevante para e-commerce, é uma ferramenta gratuita e explicativa. É uma das mais completas do mercado.

3. Registro de domínio do seu site

 

hospedagem-e-dominio-registro-de-dominio

hospedagem e domínio: registro de domínio

Agora você vai precisar fazer o registro de domínio, que nada mais é do que o nome de seu site. Mas não se esqueça: o nome de seu site precisa de uma extensão. As mais conhecidas, comumente utilizadas são:  .com, .com.br. Ainda existem outros que você pode optar, como: .net, .org, etc.

Antes de definir o nome de sua empresa, é importante verificar se o nome do domínio está disponível para registro, ou seja, se nenhuma outra empresa ou marca está utilizando. Existem diversos sites que oferecem essa pesquisa gratuitamente.

Dicas relevantes:

  • Opte por nomes de fácil memorização;
  • Evite nomes longos;
  • Fique atento a domínios muito diferentes;

4. Hospedagem de site

 

hospedagem-e-dominio-hospedagem-de-site

hospedagem e domínio: hospedagem de site

A hospedagem do site é o “local” que fará o armazenamento de tudo o que você criou e estabeleceu para ser disponibilizado na web, como: as postagens, textos, imagens e vídeos. Pesquise sobre a melhor opção de hospedagem de sites. Como escolher?

  • Analise o suporte que será oferecido. Afinal, em termos de funcionalidade, você precisará de ajuda;
  • Didática e praticidade do painel de controle para que você gerencie seu site de forma simples;

5. Analise e alcance o seu público

 

hospedagem-e-dominio-grafico

hospedagem e domínio: gráfico

Agora que você já tem hospedagem e domínio, falta o público para se estabelecer na internet. Mas, tanto para quem está iniciando, como para quem já está nesse mundo e quer mais alcance, alguns recursos são essenciais para o acompanhamento do público, como a integração com o Google Analytics (através dele você acessa relatórios relacionados com a performance de seu site) e outras ferramentas que permitem analisar o comportamento dos usuários, como o mapa de calor do site.

6. SEO e molas propulsoras

 

Tão importante quanto despertar o interesse do público é mantê-lo interessado.  Sua permanência no meio digital também depende disso. Então vigie seus conteúdos: eles são dignos de sua atenção, precisam de relevância e coerência já que atuam como molas propulsoras. Liste sus estratégias, cuide das datas e prioridades de publicações e a periodicidade com que serão feitas (se possível faça um calendário).

Use palavras-chave, através delas seu conteúdo será considerado nos sistemas de buscas como: Google, Yahoo, Bing. Para isso você pode usar estratégias de SEO (Search Engine Optimization). Acompanhe a frequência de visita em seu site e o tempo que os usuários levam em cada acesso. Se o resultado for ruim, observe o tipo de conteúdo que você está publicando e refaça sua estratégia.

Quer ser encontrado pelos seus clientes? Confira 12 ferramentas de SEO e melhore seu posicionamento no Google.

7. Carregamento de páginas na velocidade da luz

 

Um fator muito importante para você garantir os acessos de visitantes a seu site é a velocidade de carregamento das páginas. Não adianta nada ter um site lindo, investir na hospedagem e domínio se seu usuário desiste de ver antes de carregar tudo.

8. Não deixe seu site fora do ar

 

hospedagem-e-dominio-page-not-found

hospedagem e domínio: page not found

É muito desagradável acessar um site que apresenta mensagens de erro avisando que site não carregou corretamente.

Para termos uma noção da importância de um provedor de hospedagem, ele auxilia no Uptime (tempo em que seu site fica no ar) dos websites, diminuindo o número de vezes em que seu negócio fica fora do ar. Para se ter uma ideia, um uptime aceitável é de 99,99%, ou seja, no período de um mês, ele pode ficar 4,32 minutos fora do ar. Então, trabalhe para que seu site fique no ar o mais próximo possível de 100% do tempo.

Dica: não foque só nas redes sociais

 

A questão não é a escolha entre um site ou as redes sociais. Mesmo que o ponto forte de seu negócio sejam as mídias sociais, você precisa de um site. As redes atuam como uma vitrine, mas com uma grande desvantagem: os produtos brigam entre si, disputando a atenção dos clientes com a concorrência.

No site o cliente terá acesso, exclusivamente, aos seus produtos e serviços. Quem acessa diretamente seu site é porque tem interesse em seus negócios. São seus clientes potenciais. Já para fazer propaganda nas redes sociais, seu cliente dividirá a atenção com outras informações presentes na timeline.

Interaja com seus clientes e aumente a visibilidade de sua marca nas redes sociais, mas não deixe seu site de lado. Sabemos que você optou pela internet para acompanhar a velocidade com o que mundo digital cresce e para andar lado a lado com seus clientes potenciais. Imagina perder todas as novas oportunidades com a ascensão dos negócios online?

hospedagem-e-dominio-evolucao-faturamento-ecommerce

hospedagem e domínio: evolução faturamento e-commerce

Agora que você já sabe o que é domínio e hospedagem de site, que tal otimizar o seu conteúdo? Confira 5 dicas para criar um site de arquitetura e use o marketing de conteúdo para atrair os clientes certos!

Este artigo foi produzido pela Hostinger, empresa do ramo de hospedagem de sites, que também atua no Brasil com a marca WebLink, oferecendo serviços de hospedagem barata, registro de domínio e VPS.