Lavabo pequeno decorado com parede verde

Samambaias e espelhos são os dois pontos de maior destaque em projeto de lavabo assinado pela revelação brasiliense da arquitetura, Letícia Hammerschmidt. A arquiteta apostou na funcionalidade e beleza de dois elementos, que juntos proporcionaram um ar leve, moderno e inovador, sem perder a funcionalidade de um dos ambientes mais visitados de uma casa.

Veja como um lavabo pequeno decorado com jardim vertical pode ficar interessante

 

Apesar de moderno, o projeto da arquiteta possui alguns dos mais clássicos elementos da arquitetura, como os ladrilhos hidráulicos estilizados. A mistura desses elementos é, sem sombra de dúvidas, o diferencial da assinatura da profissional brasiliense, que investiu ainda em quadros, pedras e madeira. Os espelhos utilizados no projeto serviram, além do charme e elegância, para aumentar a sensação de amplitude, duplicando o número do mobiliário e potencializando a cor verde explorada na proposta.

Na bancada de pedra preta, a moderna pia vem com design arrojado e prático, em tamanho médio, dando espaço para o uso do restante do elemento, que é usado para a disposição de sabonete e toalhas. O espelho posicionado estrategicamente acima da bancada reflete os quadros e ladrilhos da parede oposta, colorindo assim o ambiente e levando o charme das escolhas feitas pela arquiteta para todo o espaço. Logo abaixo, móveis em madeira foram os escolhidos para ajudar na organização e decoração. Com rodinhas, eles são exemplos de praticidade e versatilidade, uma vez que podem ser arrastados para limpeza e também para compor em outra área do espaço.

 

Na parede oposta à bancada, um espelho vertical cobre parte dela e antecede os quadros e azulejos, que preenchem o restante da mesma parede. As obras de arte são dispostas na parte de cima e a azulejaria trabalhada ocupa a metade horizontal, uma das tendências mais vistas ultimamente no que diz respeito às paredes de áreas molhadas.

A madeira também marca presença em estante que divide a entrada do lavabo da área privativa do mesmo. O móvel, além da função divisória, é também um apoio de bancada e serve para abrigar detalhes decorativos, como livros e difusores, que fazem toda a diferença no ambiente. Também com reflexo no espelho principal, a estante de coluna única parece ainda maior do que realmente é.

O microclima fresco e ameno no espaço é garantido pelo uso de samambaias, tanto da área de entrada como do espaço reservado, garantido assim uma melhor ventilação e sensação de contato com a natureza. Outra aposta da profissional foi o uso de uma composição de porcelanato com aparência de cimento queimado, levando neutralidade e modernidade ao projeto.

 

 

Letícia Hammerschidt é colaboradora da Revista Viva Decora e arquiteta  com currículo nacional e internacional