Loft Assinado pelo Escritório SP ESTÚDIO se Destaca por Decoração Industrial

Imagine um loft todo industrial. Assim é essa morada decorada pelo escritório escritório paulistano SP ESTÚDIO. Quando um casal de jovens recém-casado pegou a chave do apartamento de 44m² no Brooklin, em São Paulo, recebeu uma planta bem diferente da atual, que tinha um quarto fechado, sala, varanda, cozinha e área de serviço. Os acabamentos eram todos neutros e faltava uma identidade mais vibrante. Para contornar esse desafio e imprimir o seu estilo na morada, a dupla contratou as profissionais do SP ESTÚDIO.

Loft localizado no Brooklin, em São Paulo, e decorado pelas arquitetas Fabiana Silveira e Patricia de Palma, do SP ESTÚDIO.

Loft localizado no Brooklin, em São Paulo, e decorado pelas arquitetas Fabiana Silveira e Patricia de Palma, do SP ESTÚDIO.

Às profissionais, os jovens pediram uma decoração jovem e na qual a integração entre os ambientes se destacasse. Como recebem muito amigos, também pediram que cada m² do apê fosse aproveitado ao máximo e que fossem usados móveis que assumissem diferentes funções.

Detalhes da decoração do loft.

Com o pedido em mãos, Fabiana Silveira e Patricia de Palma quebraram paredes, mudaram as cores e valorizaram o multifuncional. Na parede que separava o quarto da sala, instalaram uma porta pantográfica de ferro, que tanto pode permanecer aberta – integrando os espaços – quanto ficar fechada e demarcar cada ambiente.

Uma porta pantográfica de ferro separa a sala do quarto. Pode permanecer aberta ou fechada, conforme a necessidade.

Uma porta pantográfica de ferro separa a sala do quarto. Pode permanecer aberta ou fechada, conforme a necessidade.

A porta, assim como a iluminação, as cores e os revestimentos, acentua o caráter industrial do décor da residência. “Por terem as estruturas de ferro aparentes, como as características de antigas fábricas, tanto a porta quanto os suportes das luzes imprimiram um caráter industrial ao espaço, o que estava de acordo com o pedido inicial dos moradores de criar um apê mais jovem e descolado”, conta a arquiteta Fabiana Silveira. Na parede da sala, canos aparentes que escondem os fios também contribuem para tornar esse pedido realidade.

Os suportes aparentes da iluminação e os canos da TV coloboram com o estilo industrial.

Os suportes aparentes da iluminação e os canos da TV coloboram com o estilo industrial.

As cores e revestimentos também foram outros pontos fundamentais para tornar o loft jovial. “Optamos por uma paleta neutra, aqui possível graças ao cimento queimado, revestimento que acinzentou toda a casa. Pontualmente, cores quebram a neutralidade do cinza, em elementos como os móveis da cozinha que vibra cores”, revela Silveira. O revestimento que imita tijolinhos aparentes, presente na sala, também colabora com decór menos pretencioso do loft.

O cimento queimado criou uma decoração neutra e imprimiu um estilo descolado ao loft.

O cimento queimado criou uma decoração neutra e imprimiu um estilo descolado ao loft.

No banheiro, o décor é bem clean e neutro, marcado por cimento queimado e cores brancas

No banheiro, o décor é bem clean e neutro, marcado por cimento queimado e cores brancas

Para não criar um décor estravagante, as profissionais investiram em pontos de cores na cozinha, como nos móveis.

Para não criar um décor estravagante, as profissionais investiram em pontos de cores na cozinha, como nos móveis.

As cores do mobiliário quebram a neutralidade do cimento queimado.

As cores do mobiliário quebram a neutralidade do cimento queimado.

A marcenaria foi usada para disfarçar os utensíos domésticos e esconder o que o casal não quer deixar aparente para as visitas.

A marcenaria foi usada para disfarçar os utensíos domésticos e esconder o que o casal não quer deixar aparente para as visitas.

Cada item foi pensado com cuidado. Outro item que acentua o caráter industrial da morada é o revestimento que imita tijolinho e que se destaca na sala.

Cada item foi pensado com cuidado. Outro item que acentua o caráter industrial da morada é o revestimento que imita tijolinho e que se destaca na sala.

Uma parede lousa serve para os moradores anotarem lembretes.

Uma parede lousa serve para os moradores anotarem lembretes.

Ao integrarem a sala e o terraço, mais espaço de circulação foi agregado. “Um pedido do casal foi ter uma área ampla para receber os muitos amigos. Além da integração, o que tornou isso mais possível foram móveis multifuncionais, como um baú que fica no terraço e, por ser baixo, pode ser fechado e se transformar em um acento para os visitantes. Na sala, o guarda-roupa que não cabia no quarto foi camuflado com um espelho de bronze”, conta.

Para ganhar mais espaço, a cozinha também foi integrada com a sala.

Para ganhar mais espaço, a cozinha também foi integrada com a sala.

Este móvel é ideal para o moradores guardarem objetos.

Este móvel é ideal para o moradores guardarem objetos.

E o mesmo móvel pode ser fechado e se transformar em um acento para quando a casa está repleta de amigos.

E o mesmo móvel pode ser fechado e se transformar em um acento para quando a casa está repleta de amigos.

Desafio de decorar um loft.

Sobre o desafio de projetar este loft, Fabiana Silveira acredita que tenha sido incluir todos os pedidos dos moradores em tão pouco espaço. “Quando se decora um loft, também é preciso harmonizar todos os ambientes que foram integrados. Não dá para pensar o quarto separado do resto, é preciso que tudo dialogue e tanto o todo quanto o ambiente em particular sejam aconchegantes e façam brilhar os olhos dos moradores e dos visitantes”, finaliza a profissional.