Tipos de Piso: Conheça os Modelos mais utilizados

Vai fazer obra e está em dúvida em qual tipo de piso escolher para a sua casa? Veja algumas sugestões de pisos apropriados para uso interno:

Porcelanato – Muito conhecido nos tempos atuais, o porcelanato virou o “carro chefe” das reformas. Versátil, com sua variedade de cores e formatos, com boa resistência e preços mais acessíveis (principalmente nos modelos oriundos da China). O porcelanato polido e o acetinado são as melhores indicações para áreas internas por serem de fácil limpeza e refletirem a iluminação do teto. A limpeza é bem simples, preferencialmente com água e sabão, apenas.

Viva_Decora_Tipos_de_piso_area_interna_porcelanato

Cerâmica – Nada mais é que um “genérico” do porcelanato. Oferece uma variedade enorme de cores e formatos, mas não tem a mesma resistência e acabamento que o porcelanato. Normalmente, encontramos os modelos do tipo “bold”, nos quais o rejuntamento fica maior e, consequentemente, sujando com mais facilidade (o que costuma incomodar bastante!).

http://brotasconstrucaocivil.com.br/pisos/

Cimentício – As placas de cimento também são ótimas opções para revestir sua área interna. Há variedades de cores e formatos e é um tipo de piso bastante resistente. O tom cinza está em alta, lembrando um pouco o cimento queimado.

 

Viva_Decora_Tipos_de_piso_area_interna

Piso Laminado/Flutuante – Muito utilizado em quartos, com o objetivo de “aquecer” o ambiente, o piso flutuante tem fácil instalação, podendo ser instalado sobre um piso pré-existente, desde que a distância entre as peças sejam niveladas para não trincar as ripas flutuantes. Seu toque “quente” (não é gelado como o porcelanato) faz dele uma ótima pedida em áreas internas, podendo também ser instalados em salas, criando ambientes aconchegantes. Suas impressões de madeira estão cada vez mais reais, com uma manutenção bem mais simples que as antigas tábuas corridas.

Viva_Decora_Tipos_de_piso_area_interna

Piso vinílico (PVC) – Bastante parecido com o flutuante (em formatos e cores), o piso vinílico tem a vantagem de não fazer o conhecido barulhinho “toc toc”. Sua instalação é bem rápida, mas requer um contrapiso bem nivelado para não marcar com a iluminação nas peças. Muito utilizado também em paredes, em reformas rápidas, dando sem dúvida, um toque aconchegante ao ambiente.

Viva_Decora_Tipos_de_piso_area_interna

Madeira maciça – Muito utilizada nas antigas “tábuas corridas”, a madeira continua sendo uma opção de qualidade para revestimento em áreas internas, porém possui um preço mais elevado e requer uma manutenção maior. Os tacos em madeira, encontrados em antigos apartamentos e casas, podem ser reaproveitados através de uma restauração e novo sinteco. São lindos e vale a pena preservá-los!

Viva_Decora_Tipos_de_piso_area_interna

Veja mais dicas no vídeo abaixo

 

Texto escrito por Paula Müller – PM Arquitetura e Interiores