Cozinha preta, conheça recursos decorativos que iluminam

Arquitetos e profissionais de design de interiores podem utilizar recursos decorativos, como mármores, vidros pintados, MDF preto e aço escovado. Todavia, se engana quem pensa que a cozinha preta é um ambiente obscuro. Muito pelo contrário, a cozinha preta pode ser um ambiente clean, quando bem iluminada. Confira nossas dicas.

O projeto a seguir, possui um conceito diferente dos tradicionais, fieis à paleta de cor branca. A cozinha preta utiliza elementos modernos e coifa com acabamento em aço escovado. Para iluminar o ambiente, o designer utilizou revestimento de pastilhas que além de deixar o ambiente clean, também promove ampliação do campo visual.

A cozinha preta inova e se mistura a elementos rústicos que contrapõem a cor dos móveis. As cadeiras em tom vermelho conferem mais vivacidade ao ambiente.

Mantenha a iluminação na cozinha preta

Uma regra básica de decoração para cozinha preta é a iluminação, pois o ambiente escuro dá a impressão que é menor. Todavia, se a cozinha possui uma boa iluminação essa impressão é reduzida.

No projeto acima, o arquiteto utilizou uma série de recursos para deixar a decoração mais leve e conferir modernidade. Observem no design do ambiente, móveis pretos com portas espelhadas, bancada de mármore preta, eletrodomésticos em aço escovado, todos embutidos. O papel de parede em tom claro e o piso de mármore deixam o ambiente mais aconchegante e iluminado.

Cozinha elegante e funcional

Utilizar revestimento em tom claro, na cozinha preta, também promove um balanço entre as cores e deixa o ambiente mais clean. Alguns projetos permitem que as cozinhas escuras agreguem beleza e funcionalidade. Veja o projeto abaixo:

Observe no projeto acima que o piso escuro contrasta com o revestimento branco e o teto com acabamento em gesso. Outro fator que garante melhor ambientação é o uso de armários espelhados, estes ampliam o campo visual e deixam o ambiente mais moderno. A decoração é muito funcional, utiliza elementos da própria cozinha e não “suja” o ambiente com excessos de bibelôs e demais objetos decorativos.