Decoração de quarto de bebê com criatividade e sem erro

Antes de iniciar a decoração de quarto de bebê, é importante fazer um bom planejamento. Primeiramente, tire as medidas do espaço para evitar a compra de peças maiores do que permite o ambiente ou que acabem limitando a circulação. Dica que vale ouro: não escolha móveis com quinas vivas.

 Dicas imperdíveis para decoração de quarto de bebê

O quarto de bebê precisa ser funcional e agradável, por isso, imagine a disposição das peças de forma a aproveitar todo o ambiente. Há alguns artifícios para ganharmos um pouco mais de espaço: coloque a TV em um painel fixo na parede, faça nichos para colocar brinquedos ou objetos decorativos, cabeceira baú para guardar brinquedos, coloque portas de correr no guarda roupa, cama com gavetas para aproveitar o espaço.

 

Em relação às cores da decoração de quarto de bebê, é importante dosá-las. Os tons mais claros são os mais indicados. Para as crianças maiores pode-se usar tons mais fortes, mas é sempre bom conhecer um pouco a personalidade da criança.

O piso de madeira fica perfeito para o quarto do bebê. Além de conferir efeito sofisticado e neutro, combina com qualquer tipo de estilo, tem alta durabilidade, oferece conforto térmico e é extremamente fácil de limpar. Evite pisos escorregadios, vidros, espelhos e objetos pontiagudos. O piso laminado tem um efeito similar aos pisos de madeira, não riscam com facilidade e não são gelados. Existem diversas opções de modelos imitando os veios de várias espécies de madeira, mas tem um problema – o som produzido pelo salto ao andar em contato com o chão. Para isso, use tapetes.

Ainda em relação aos tapetes, há vários materiais disponíveis no mercado, no entanto os mais indicados são os mais macios para a decoração de quarto de bebê como o de algodão. Ele delimita espaços, dá aconchego e complementa o ambiente. Se o ambiente  for pequeno, evite usar mais de um tapete, para que um não invada o espaço do outro. Para ambientes maiores, é possível usar mais de um. Dica de mãe e de profissional: depende do tipo da fibra do tapete, passe um aspirador diário para remover a poeira. O mais indicado é seguir as recomendações do fabricante, mas cuidado ao usar produtos que possam causar alergias na criança.

Tanto a persiana quanto a cortina podem ser usadas no ambiente, porém, o mais indicado são as persianas fabricadas com materiais que facilitem a limpeza e não acumulem pó, pois o espaço da criança deve estar sempre limpo e sem poeira.

 

Erica Salguero é colaboradora do VivaDecora e Arquiteta formada pela Universidade de Guarulhos, em 2000, com especialização em Design de Interiores pela ABRA – Academia Brasileira de Arte.