Salas pequenas, como decorar da melhor forma?

“Será que só um milagre pode me salvar ?” Já de cara nota-se a insegurança dos clientes, é quase sempre assim quando recebemos um convite para projetar um pequeno espaço. As salas pequenas guardam a mesma problemática de uma de uma sala grande; como manter a proporção devida e acrescentar doses de criatividade para ocupar o espaço de forma inteligente e útil?

Tratando-se de uma reforma, a primeira estratégia é sempre ampliar o espaço. Retirar as paredes e integrar ambientes tanto quanto possível. Claro que dependendo do estilo de vida de cada família, pode ser melhor setorizar os ambientes, o que não precisa necessariamente ser através de paredes.

Há diversos elementos, fixos ou não, vazados ou não, que podem separar os usos de uma sala pequena e ao mesmo tempo integrar ambientes de forma harmônica: mobiliário, estantes, armários, biombos, cobogós, vidros, portas de correr, cortinas, etc.

A amplitude do olhar é a diferença. O espaço antes ocupado por um elemento sólido, como uma parede, pode ser luz e ventilação, armazenar os pertences, e de quebra embelezar o lar. Podemos imprimir identidade a cada canto da casa e fugir da monotonia, setorizar os ambientes abertos e valorizá-los, brincando com revestimentos e texturas.

Vejam como exemplo estes dois apartamentos de cerca de 60m2, ambos foram submetidos a reformas para solucionar suas salas pequenas. No primeiro, um apartamento de mais de 20 anos com uma planta linear e muito compartimentada, foram demolidas todas as paredes, cozinha, área de serviço e quarto de empregada.

Uma marcenaria única, que é estante, armário e esconde a porta do lavabo, foi proposta para separar a sala da cozinha vazada, a estante separa os ambientes, mas permite ver e se comunicar com quem está do outro lado; a TV gira, e pode ser assistida da sala ou da cozinha. A bagunça é escondida por portinhas charmosas, e os nichos guardam espaço para a decoração. Funcional e original, a mudança de pisos, madeira na sala e cimento na cozinha também ajuda na divisão dos ambientes.

 

 

Para decorar salas pequenas com criatividade

O segundo, um apartamento novo, com a planta típica do mercado imobiliário atual, varanda desproporcional a pequena sala , cozinha e demais ambientes compartimentados e pequenos. Após reforma, cozinha e sala estão integradas, divididas apenas pela bancada em pedra.

 

O contraste de texturas e materiais aqui vai mais longe. Piso, paredes e teto, a sala de jantar é toda revestida em madeira, com sua cor e textura. A sala, com piso em cimento branco e paredes na mesma cor, contrasta com a cozinha toda preta, assim como toda a marcenaria, inclusive a estante que setoriza áreas de serviço e sociais.

 

As soluções são infinitas, o imprescindível é sempre procurar uma boa iluminação. Invista em um bom projeto e nunca se esqueça de aliar criatividade, técnica e custos.

 

Carla Cuono é colaboradora da Revista Viva Decora e Arquiteta Titular do escritório Carla Cuono Arquitetura e Interiores.