Quando usar pé direito duplo? Descubra e inspire-se com 31 ambientes sensacionais

Pé direito é a diferença (altura) entre o piso e o teto de um cômodo ou de uma edificação inteira.

Essa distância pode variar de acordo com o projeto, mas o principal critério usado para determinar o pé direito é o conforto do cliente ao se movimentar pelo espaço.

Quando a área é ampla e o cliente quer um ambiente marcante, o pé direito duplo torna-se uma alternativa interessante. Esse conceito é usado principalmente na sala de estar, mas também pode ser aplicado em outros cômodos como quartos e cozinhas.

Quer descobrir como criar um projeto com pé direito duplo perfeito? No post de hoje, vamos dar 7 dicas e mostrar 31 exemplos inspiradores, confira:

O que é pé direito?

Pé direito é a diferença (altura) entre o piso e o teto de um cômodo ou de uma edificação inteira.

Uma curiosidade é que o termo “pé direito” usado nesse contexto só existe no Brasil.

Existem algumas interpretações para a sua origem. O que se sabe é que ele começou a ser usado por arquitetos e engenheiros no período colonial para nomear as estacas de madeira que sustentavam as construções.

O que é pé direito: exemplo (foto: Dia Online)

O que é pé direito (foto: Dia Online)

A palavra “pé” também significa árvore e “direito” quer dizer alinhado, em ângulo reto. Diante desse contexto, o termo “pé direito” passou a ser usado quando se falava da altura entre o chão e o piso, já que ela dependia do tamanho da madeira que fazia a sustentação da cobertura.

Outra interpretação para o termo “pé direito” é que a expressão é um sinônimo de “altura certa”. No sistema de medidas, um “pé” é uma unidade que corresponde a 30,48 centímetros. Nesse caso, “direito” seria usado no sentido de correto, para indicar a medida usual do solo ao teto que predominava em uma região.

Veja também: Descubra tudo sobre Wood Frame e veja 15 exemplos perfeitos!

Existe uma regra para definir a altura do pé direito?

Quando falamos sobre o que é pé direito em uma construção, não existe um padrão ou norma que define a altura correta.

Cada arquiteto pode determinar essa medida de acordo com o projeto, porém o recomendado é que o pé direito tenha, no mínimo, entre 2,70 e 3 m.

Um pé direito com menos de 2,50 m não é indicado porque pode deixar o ambiente abafado e passar uma sensação de sufocamento.

A tendência dos apartamentos menores também reflete na altura do pé direito, que vem diminuindo em comparação com edifícios antigos.

Pé direito: tendência em apartamentos novos é pé direito baixo

Pé direito: tendência em apartamentos novos é pé direito baixo

Se você vai começar um projeto e ainda tem dúvidas sobre o assunto, veja o que levar em consideração na hora de definir o pé direito:

Conforto do usuário

O morador precisa circular em pé no ambiente de maneira confortável. Outro detalhe é que o pé direito precisa ser superior à altura das portas.

Veja também: Pivotante, sanfonada e mais – veja 12 tipos de portas e como escolher a melhor

Legislação

De acordo com o município ou região, os valores mínimos estabelecidos pelos códigos de obras podem mudar.

Arquitetura

Muitos clientes optam pelo pé direito alto por questões estéticas, já que ele permite uma decoração diferenciada e amplifica o espaço. Também é possível criar o pé direito duplo (falaremos mais sobre ele ao longo do texto).

Ampliações

Em muitos casos de reforma de casa, o telhado tem o tamanho reduzido em relação ao original. Diante desse contexto, é preciso ter cuidado para não deixo o pé direito muito baixo.

Pé direito: reformas podem alterar o pé direito

Pé direito: reformas podem alterar o pé direito

Instalações

Em alguns prédios, os tetos costumam ser rebaixados devido à presença de tubos de água e, principalmente, de esgoto, que passam por baixo das lajes.

O que é pé direito duplo?

Pé direito duplo é quando o tamanho do pé direito padrão é dobrado. Sendo assim, já que o tamanho mais usado é de até 2,70 m, um pé direito duplo deve ter de cinco a oito metros de altura do chão.

É importante não confundir pé direito duplo com pé direito alto. No primeiro caso, o pé direito duplo precisa ter duas vezes a altura padrão de uma casa.

Uma altura entre o piso e o teto maior de 3 m já é considerado um pé direito alto.

Pé direito duplo: vantagens e desvantagens

 

Vantagens

 

Sensação de amplitude

O pé direito duplo traz amplitude para o ambiente, dando uma sensação de magnitude para o espaço.

Além disso, essa característica traz valorização para o imóvel.

Iluminação natural

O pé direito traz mais espaço para o ambiente, o que permite incluir mais janelas. Dessa forma, a entrada de iluminação natural no ambiente é maior.

O cliente que quer investir em belos lustres e pendentes também vai adorar o pé direito duplo. É possível usar peças grandes que tornam-se o destaque da decoração.

Pé direito duplo com samambaia e iluminação zenital (foto: Revista Viva Decora)

Pé direito duplo com samambaia e iluminação zenital (foto: Revista Viva Decora)

Conforto térmico

Em regiões mais quentes, o pé direito duplo ajuda a criar uma temperatura ambiente mais agradável.

Isso acontece porque o ar quente tende a subir e o ar frio a descer. Diante desse contexto, o cliente tem economia nos gastos com ar condicionado.

Decoração em destaque

Com o ganho de espaço, o cliente pode incluir mais elementos decorativos como quadros, prateleiras, lareiras, escadas e até mesmo dois tipos de revestimento na mesma parede.

O pé direito duplo permite usar objetos grandes, que ficam harmoniosos na amplitude do espaço.

Pé direito duplo: prateleira alta dá destaque para a decoração

Pé direito duplo: prateleira alta dá destaque para a decoração

Integração dos ambientes

O pé direito duplo é uma ótima opção para o cliente que quer maior integração entre os ambientes internos e externos.

Pé direito duplo: janela de vidro trouxe integração com o ambiente externo (projeto: Marí Aní Oglouyan)

Pé direito duplo: janela de vidro trouxe integração com o ambiente externo (projeto: Marí Aní Oglouyan)

Desvantagens

 

Maior custo da obra

O custo de uma obra com pé direito duplo aumenta consideravelmente. Além disso, o prazo de entrega costuma ser mais longo, o que sempre causa aquela ansiedade no cliente.

Mais trabalho na hora de limpar

O cliente que optar pelo pé direito duplo terá mais trabalho para manter janelas e objetos limpos.

Não fica tão bom em espaços pequenos

Caso o cliente tenha uma sala pequena, o pé direito duplo não é a melhor escolha.

O ideal é que a largura e o comprimento sejam maiores que o pé direito. Do contrário, a estética do ambiente ficará prejudicada.

7 dicas para criar um ambiente com pé direito duplo incrível

  1. Use revestimentos em formatos grandes
  2. Aposte no vidro para proporcionar integração com a área externa
  3. Evite luminárias pequenas, que podem ficar desproporcionais
  4. Para controlar a iluminação zenital, use cortinas
  5. Inclua luminárias de chão para intensificar a iluminação à noite
  6. Cores escuras ajudam a deixar o ambiente mais intimista
  7. Se o cliente quer um pé direito duplo, mas não quer sentir-se “oprimido”, uma dica é dividir a parede usando dois revestimentos diferentes
Pé direito duplo com painel de madeira e luminária (projeto: Fernando Piva)

Pé direito duplo com painel de madeira e luminária (projeto: Fernando Piva)

31 exemplos de pé direito duplo de cair o queixo!

Agora que você já sabe o que é pé direito em uma construção, veja 31 exemplos de pé direito duplo e inspire-se!

1. Pé direito duplo tons neutros e janela ampla

1. Pé direito duplo: tons neutros e janela ampla

2. Pé direito duplo tons neutros e iluminação zenital

2. Pé direito duplo: tons neutros e iluminação zenital

3. Pé direito duplo tons neutros e forro de madeira

3. Pé direito duplo: tons neutros e forro de madeira

3. Pé direito duplo revestimento de mármore e trio de pendentes

3. Pé direito duplo: revestimento de mármore e trio de pendentes

4. Pé direito duplo quadros e estante bordô trazem descontração para o ambiente (projeto: Andréa Esteves)

4. Pé direito duplo: quadros e estante bordô trazem descontração para o ambiente (projeto: Andréa Esteves)

5. Pé direito duplo: quadros coloridos são o destaque da sala

5. Pé direito duplo: quadros coloridos são o destaque da sala

6. Pé direito duplo quadro de árvore e painel de madeira traz clima de natureza para o espaço

6. Pé direito duplo: quadro de árvore e painel de madeira traz clima de natureza para o espaço

7. Pé direito duplo porta grande traz magnitude para a sala (projeto: Alex Bonilha)

7. Pé direito duplo: porta grande traz magnitude para a sala (projeto: Alex Bonilha)

8. Pé direito duplo pendentes esféricos vazados são o destaque do ambiente (projeto: Leandro Braga)

8. Pé direito duplo: pendentes esféricos vazados são o destaque do ambiente (projeto: Leandro Braga)

9. Pé direito duplo pendentes e revestimento 3D

9. Pé direito duplo: pendentes e revestimento 3D

10. Pé direito duplo pendentes com formas esféricas e cores alegres

10. Pé direito duplo: pendentes com formas esféricas e cores alegres

11. Pé direito duplo parede branca com parte superior cinza deixa ambiente confortável

11. Pé direito duplo: parede branca com parte superior cinza deixa ambiente confortável

12. Pé direito duplo painel de madeira e vasos de plantas

12. Pé direito duplo: painel de madeira e vasos de plantas

13. Pé direito duplo: lustre traz luxuosidade para ambiente com decoração simples

13. Pé direito duplo: lustre traz luxuosidade para ambiente com decoração simples

14. Pé direito duplo luminária de cristal e estante branca deixa sala elegante (projeto: Aquiles Nicolas Kílaris)

14. Pé direito duplo: luminária de cristal e estante branca deixa sala elegante (projeto: Aquiles Nicolas Kílaris)

15. Pé direito duplo lareira deixa ambiente aconchegante (projeto: Inside Arquitetura e Design)

15. Pé direito duplo: lareira deixa ambiente aconchegante (projeto: Inside Arquitetura e Design)

16. Pé direito duplo janela preta e decoração simétrica

16. Pé direito duplo: janela preta e decoração simétrica

17. Pé direito duplo: forro de madeira e sofá branco

17. Pé direito duplo: forro de madeira e sofá branco

18. Pé direito duplo: forro de concreto aparente e cortina branca

18. Pé direito duplo: forro de concreto aparente e cortina branca

19. Pé direito duplo e jardim vertical

19. Pé direito duplo e jardim vertical

20. Pé direito duplo: decoração moderna e ambiente integrado

20. Pé direito duplo: decoração moderna e ambiente integrado

21. Pé direito duplo: decoração moderna com iluminação zenital no teto

21. Pé direito duplo: decoração moderna com iluminação zenital no teto

22. Pé direito duplo: decoração com tons claros deixa sala elegante

22. Pé direito duplo: decoração com tons claros deixa sala elegante

23. Pé direito duplo cozinha com revestimento de tijolinho e quadro (projeto: Karina Korn)

23. Pé direito duplo: cozinha com revestimento de tijolinho e quadro (projeto: Karina Korn)

24. Pé direito duplo: cortina e pendente de cristais

24. Pé direito duplo: cortina e pendente de cristais

25. Pé direito duplo: cores frias traz clima de tranquilidade

25. Pé direito duplo: cores frias traz clima de tranquilidade

26. Pé direito duplo com telhado de madeira e brise (projeto: Jannini Sagarra Arquitetura)

26. Pé direito duplo com telhado de madeira e brise (projeto: Jannini Sagarra Arquitetura)

27. Pé direito duplo com samambaia e iluminação zenital (foto: Revista Viva Decora)

27. Pé direito duplo com samambaia e iluminação zenital (foto: Revista Viva Decora)

28. Pé direito duplo com forro de madeira e pendente com esferas (projeto: Otoni Arquitetura)

28. Pé direito duplo com forro de madeira e pendente com esferas (projeto: Otoni Arquitetura)

29. Pé direito duplo com cortina cinza (projeto: Leonardo Muller)

29. Pé direito duplo com cortina cinza (projeto: Leonardo Muller)

30. Pé direito duplo: ampliação do espaço permite incluir vários quadros

30. Pé direito duplo: ampliação do espaço permite incluir vários quadros

31. Pé direito duplo: almofadas são pontos de cor no ambiente cinza

31. Pé direito duplo: almofadas são pontos de cor no ambiente cinza

E aí, qual desses projetos de pé direito duplo mais te encantou? Compartilha com a gente nos comentários 🙂