Como escolher chuveiro: 9 pontos essenciais para fazer a escolha certa

como-escolher-chuveiro

Antigamente considerado um espaço secundário da casa, o banheiro vem ganhando protagonismo cada vez maior nos projetos. Trata-se de um espaço de extrema importância pois está profundamente relacionado à intimidade e ao bem-estar dos usuários, além de ser um dos ambientes mais utilizados da casa.

Escolher o chuveiro ideal para um banheiro pode ser determinante para a eficiência e bom resultado do seu projeto. Com a diversidade de produtos disponíveis no mercado e o desenvolvimento de novas tecnologias, muitos arquitetos e designers de interiores encontram dificuldades para escolher o produto ideal para o banheiro planejado.

Para que a decisão seja assertiva, essa escolha deve ser baseada não somente em critérios estéticos, mas também funcionais. Lembre-se também que o momento do banho deve proporcionar, além da limpeza, relaxamento e renovação, e um resultado ineficiente pode ocasionar a insatisfação do cliente. Não basta o chuveiro apresentar um design interessante se não apresentar conforto, funcionalidade e economia. Portanto, a especificação desse equipamento deve se basear na análise de todos esses critérios.

Quer acertar na escolha do chuveiro? Confira o catálogo da nossa parceira Deca, com diversos itens para tornar o b anho do seu cliente ainda mais maravilhoso.

cta-lp-catalogos-deca

Como escolher chuveiro: 9 pontos a se pensar

 

Destacamos aqui os principais pontos de atenção que o profissional deve considerar ao especificar um chuveiro.

1 – Chuveiro a gás ou elétrico?

 

como-escolher-chuveiro-chuveiro-eletrico-e-a-gas

como escolher chuveiro: chuveiro elétrico (à esquerda) e chuveiro a gás (à direita)

O primeiro ponto a se considerar é a utilização de chuveiro elétrico ou a gás. Os chuveiros a gás costumam oferecer maior conforto que os chuveiros elétricos devido à maior pressão da água: quanto mais alta for a pressão, maior será a sensação de massagem feita pelos jatos de água.

Além disso, os chuveiros a gás proporcionam maior economia na conta de luz, pois não utilizam energia elétrica para o aquecimento da água. Em contrapartida, gastam mais água pois o tempo para aquecimento é maior (dispensa-se o líquido frio parado na tubulação entre o aquecedor e o bocal de saída do chuveiro, consumindo mais água).

Existem também os chuveiros solares, considerados uma das soluções mais sustentáveis, mas que só podem ser utilizados quando a edificação dispõe de sistema de aquecimento solar.

Portanto, para a escolha do tipo de chuveiro devem ser avaliadas as instalações existentes, pois alguns imóveis não dispõem de sistema de aquecimento de água a gás. Nesses casos, cabe verificar a disponibilidade e os custos para execução desse sistema (que pode ser do tipo de passagem – aquecedor individual –  ou de acumulação – boyler). Além disso, é importante avaliar junto ao cliente suas prioridades (consumo, conforto, praticidade) e a relação custo-benefício entre um sistema e outro.

2 – Condição de pressão da água

 

A condição de pressão da água oferecida no imóvel influi diretamente na escolha do chuveiro ideal. A pressão da água de uma residência unifamiliar é diferente da de um edifício de apartamentos: como a pressão hídrica está diretamente relacionada à altura da coluna de água, quanto mais alta for a edificação, maior será a pressão da água fornecida. É por isso que em um edifício de vários andares geralmente a pressão da água dos pavimentos mais baixos é maior que a dos pavimentos mais altos, que estão mais próximos da caixa d’água. Já as residências que recebem água diretamente da rua geralmente apresentam pressão maior que outros sistemas de abastecimento.

como-escolher-chuveiro-coluna-e-pressao-d-agua

como escolher chuveiro: esquema de coluna e pressão d’água em edifício

Assim, para situações de pressão fraca, recomenda-se a utilização de um chuveiro pressurizado ou a instalação de um pressurizador separado (que aumenta a pressão da queda da água).

Se a pressão da água já for adequada, não é necessário o uso do pressurizador, podendo-se optar por um modelo comum.

3 – Modelos de chuveiro: parede ou teto?

 

Chuveiros de parede

 

Os chuveiros de parede são os modelos mais comuns, indicados em situações em que a tubulação hidráulica está embutida na parede. Podem ser encontrados chuveiros de parede com ou sem tubo (ou “pescoço”); quanto mais longo o tubo, maior a distância entre o jato de água e a parede. Essa é uma característica importante a se considerar principalmente quando o espaço do box é reduzido: nesse caso, recomenda-se um chuveiro com tubo menor. Além disso, nessa categoria também se encontram os chuveiros com desviador e ducha manual, que, quando desejado, impedem a saída de água simultânea pelo chuveiro principal e desviam o curso da água somente para a ducha manual, possibilitando direcionar o jato apenas para as partes do corpo desejadas.

como-escolher-chuveiro-chuveiro-de-parede

como escolher chuveiro: banheiro com chuveiro de parede

Chuveiros de teto

 

Os chuveiros de teto apresentam a vantagem de poderem ser instalados no centro do box, aproveitando melhor esse espaço. Porém, sua instalação é mais restrita pois só podem ser utilizados em situações em que a instalação hidráulica provenha do teto. Consequentemente, também exigem a instalação de forro para esconder essa tubulação. Nessa categoria os fabricantes recomendam que o pé-direito do banheiro não ultrapasse a faixa dos 2.40m – 2.50m de altura, para que se garanta um bom jato d’água.

como-escolher-chuveiro-chuveiro-de-teto

como escolher chuveiro: banheiro com chuveiro de teto

Precisando de inspiração?

101 banheiros

4 – Vazão do aparelho

 

como-escolher-chuveiro-vazao

como escolher chuveiro: vazão

A vazão do chuveiro refere-se à capacidade de fornecimento de água por minuto, podendo variar de 6 a 60 litros/min dependendo de seu modelo e da pressão da água existente. Os fabricantes costumam disponibilizar tabelas com essa informação de acordo com cada produto. É importante salientar que um modelo de grande vazão requer uma pressão adequada, pois se no local da instalação a pressão for mais baixa que o recomendado, o jato sairá fraco. A vazão da ducha também deve ser proporcional à vazão do aquecedor a gás, lembrando-se que quanto maior a vazão do aparelho, maior também o consumo de água.

5 – Tamanho do espalhador

 

Como já diz o nome, o espalhador é a peça que contém os orifícios por onde a água sai do chuveiro. Estão disponíveis no mercado chuveiros com diversos tamanhos de espalhador, pequenos, médios e grandes. O tamanho do espalhador também está relacionado à pressão de água existente e ao conforto desejado.

Quanto maior o espalhador, maior será a área do corpo coberta por água, e assim, mais confortável será o banho. Porém, podem existir casos em que o cliente prefira uma jato mais intenso e direcionado, nesse caso é mais adequado optar por um espalhador pequeno.

O espalhador pequeno também é aconselhado em situações de pouca pressão justamente para intensificá-la.

como-escolher-chuveiro-espalhador-pequeno-e-grande

como escolher chuveiro: chuveiro com espalhador pequeno e espalhador grande

6 – Tipos de jato d’água

 

Além da diversidade de modelos de chuveiros, também é grande a variedade de tipos de jato d’água encontrados no mercado, desde os mais concentrados até os jatos que simulam o efeito de uma nuvem de água (nebulizador).

Nessa gama estão também jatos massageadores, jatos lineares ou direcionáveis, efeito cascata, entre outros.

Por ser uma escolha bastante particular e sujeita às preferências e estilo de vida do cliente, sugere-se que esse item seja avaliado conjuntamente entre o profissional e o usuário.

como-escolher-chuveiro-diferentes-tipos-de-jato

como escolher chuveiro: chuveiros com diferentes efeitos a partir do tipo de jato da água

7 – Limpeza do produto e durabilidade

 

Limpeza e durabilidade também são itens muito importantes na especificação de um chuveiro.

O aço inoxidável é o material mais recomendado, pois além de evitar o enferrujamento, é um material resistente à corrosão e a altas temperaturas, atribuindo segurança e durabilidade ao produto. Além disso, é altamente higiênico.

Além da limpeza externa, a limpeza do espalhador também é essencial para garantir a vida útil do produto. Pensando nisso, foram lançados no mercado chuveiros com mecanismos auto-limpantes, evitando o entupimento das saídas d’água (e os desvios nos jatos) ocasionado pelo acúmulo de partículas.

 

como-escolher-chuveiro-chuveiro-com-sistema-autolimpante

como escolher chuveiro: chuveiro com sistema autolimpante

8 – Escolha da marca

 

A confiança e credibilidade da marca contam muitos pontos ao se especificar um chuveiro, visando evitar futuros problemas técnicos e situações inconvenientes. Afinal, nada mais desagradável do que um banho interrompido.

Procure sempre marcas reconhecidas no mercado e lembre-se de verificar a garantia oferecida pelo fabricante.

Também é muito importante que o chuveiro especificado esteja em conformidade com as normas técnicas de segurança. Essa informação deve ser divulgada pelo fabricante na embalagem e manuais do produto.

9 – Design

 

como-escolher-chuveiro-design-diferenciado

como escolher chuveiro: design diferenciado

A preocupação com o design do chuveiro é uma qualidade que vem sendo cada vez mais perseguida pelos projetistas. Não basta ser funcional, a peça também deve apresentar uma estética que dialogue com a linguagem geral do projeto do banheiro. Levando em conta essa necessidade, os fabricantes também tem se preocupado em criar produtos que esbanjam criatividade e arrojo nas mais diversas formas e cores.

Os formatos redondos sugerem uma linguagem mais clássica e tradicional, enquanto os chuveiros quadrados e retangulares ganham preferência em projetos que apresentam linguagem minimalista e contemporânea.

Os acabamentos vão de aço cromado até o cobre, passando pelo preto e um espectro variado de cores.

Outro modelo que vem ganhando muitos adeptos são os chuveiros para cromoterapia, que possuem leds coloridos que, pelo uso das cores, visam trazer o equilíbrio emocional, relaxamento e aliviar cansaços físicos e mentais.

como-escolher-chuveiro-cromoterapia

como escolher chuveiro: cromoterapia

Dessa forma, a escolha do design do chuveiro deve estar vinculada às qualidades que se quer obter no projeto como um todo. O fato é que um bom chuveiro, além de atribuir conforto, pode ser uma peça-chave do banheiro, atribuindo estilo e personalidade ao ambiente. Boa sorte nas escolhas e bons projetos!

Ficou confuso? Vamos recapitular:

Como escolher o melhor chuveiro: o que considerar

  • A gás ou elétrico
  • Condição de pressão da água
  • Modelo: de parede ou de teto
  • Vazão do chuveiro
  • Tamanho do espalhador
  • Tipo de jato
  • Durabilidade e limpeza
  • Credibilidade da marca
  • Design

Abaixo, um organograma para auxiliar você na escolha do tipo de chuveiro de acordo com a pressão d´água existente no local da instalação.

como-escolher-chuveiro-organograma-pressao

como escolher chuveiro: organograma pressão

Agora que você já sabe como escolher um chuveiro, que tal ver como criar a  iluminação ideal para o banheiro e criar o ambiente perfeito?

Este post foi escrito pela Deca, maior fabricante de louças e metais sanitários do Hemisfério Sul.