Como fazer instalação elétrica? Confira o passo a passo completo!

Instalação elétrica é um assunto que gera muitas dúvidas em arquitetos, afinal não existe muito contato com esse tipo de conteúdo na faculdade de arquitetura.

Mas entender os conceitos básicos de uma instalação elétrica é essencial para gerenciar a obra sem dor de cabeça e garantir uma execução perfeita.

Se você não tem ideia de como fazer instalação elétrica, não se preocupe! No post de hoje, vamos explicar o que é um projeto elétrico, os conceitos básicos e o passo a passo de uma instalação elétrica. Confira!

O que é um projeto elétrico?

Projeto elétrico é a representação gráfica de todas as futuras instalações elétricas de uma residência.

É nele que o projetista define em quais locais serão instalados os pontos de iluminação, as tomadas, os interruptores, os circuitos elétricos, a posição do quadro de distribuição e dos dispositivos de proteção, entre outros detalhes da instalação elétrica.

Trata-se de um projeto complementar dentro do projeto de arquitetura.

Para realizar a instalação elétrica residencial adequada, é importante que o arquiteto tenha um briefing do projeto muito bem detalhado para evitar futuros problemas.

Instalação elétrica: projeto elétrico faz parte dos projetos complementares

Instalação elétrica: projeto elétrico faz parte dos projetos complementares

Diante desse contexto, o profissional precisa entender quais são os eletrodomésticos e eletroeletrônicos que o cliente quer utilizar em cada cômodo da casa.

Vale lembrar que futuras aquisições também precisam ser levadas em conta na hora de fazer a instalação elétrica residencial.

A execução de projetos de instalação elétrica residencial é regulamentada pela NBR 5410 (Instalações elétricas de baixa tensão).

Qual a importância da instalação elétrica?

Uma instalação elétrica residencial tem como objetivo oferecer segurança aos moradores de acordo com os padrões definidos pela ABNT.

Também é importante que a instalação elétrica traga praticidade na hora de usar os eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Com o avanço da tecnologia, a facilidade de usar vários aparelhos simultaneamente tem se tornado uma exigência na hora de fazer a instalação elétrica.

Instalação elétrica traz segurança e praticidade para moradores

Instalação elétrica traz segurança e praticidade para moradores

Por fim, instalações elétricas também precisam ser flexíveis e ter capacidade de reserva.

Ou seja, é interessante sempre deixar uma abertura a mais caso seja necessário instalar um novo quadro de energia.

Antes de conferir como fazer instalação elétrica, existem alguns conceitos básicos que você precisa conhecer, confira:

Instalação Elétrica: conceitos básicos (potência elétrica, VA e Watts)

Para começarmos a falar de instalação elétrica, é essencial que você saiba o que é potência.

Trata-se de uma grandeza física que mede a quantidade de trabalho realizado em determinado período de tempo, ou seja, é a taxa de variação da energia, de forma análoga à potência mecânica.

No sistema Internacional, a unidade de medida de potência é Watt. É por isso que a maioria dos eletrodomésticos e eletroeletrônicos vem com essa medição.

Mas cada vez mais o VA (volt-ampère) aparece como medida de potência, sendo inclusive usado na NBR 5410.

Mas o que é o VA? Trata-se da potência aparente prevista, ou seja, o que se espera para determinado circuito de energia.

É importante destacar que essa medida é usada para determinar o dimensionamento no projeto de instalação elétrica, e não o consumo.

Nesse caso, utiliza-se o Watts, que é a potência real, ou seja, o que realmente será consumido de energia.

Caso um aparelho eletrônico venha com a medida de potência VA, é possível convertê-la em Watts para descobrir qual é o consumo energético.

Como fazer instalação elétrica residencial? Passo a passo completo!

  1. Faça uma planta da casa
  2. Defina os pontos de luz
  3. Determine tomadas de uso geral e específico (potências)
  4. Calcule a potência total
  5. Crie circuitos elétricos
  6. Desenhe o posicionamento dos dutos
  7. Realize as ligações elétricas

1- Faça uma planta da casa

A instalação elétrica começa com o desenho da planta baixa da residência.

É essencial identificar as dimensões do imóvel para aplicar as regras da ABNT referentes à instalação elétrica de forma adequada.

O projeto luminotécnico também é essencial para criar o projeto elétrico e iniciar a instalação elétrica. Veja o que já publicamos sobre o assunto no blog:

2- Defina os pontos de luz

Nessa etapa do projeto de instalação elétrica residencial, serão definidos os pontos de luz do imóvel. Trata-se dos locais onde serão incluídas tomadas, chuveiro, ar condicionado, entre outros itens.

A ABNT traz as regras referente a cargas de iluminação em cada ambiente, confira algumas delas:

  1. a) em cômodos ou dependências com área igual ou inferior a 6 m² , deve ser prevista uma carga mínima de 100 VA;
  2. b) em cômodo ou dependências com área superior a 6 m² , deve ser prevista uma carga mínima de 100 VA para os primeiros 6 m² , acrescida de 60 VA para cada aumento de 4 m² inteiros.

Referente ao número de tomadas na instalação elétrica, confira algumas regras:

  1. a) em banheiros, deve ser previsto pelo menos um ponto de tomada, próximo ao lavatório, atendidas as restrições de 9.1;
  2. b) em cozinhas, copas, copas-cozinhas, áreas de serviço, cozinha-área de serviço, lavanderias e locais análogos, deve ser previsto no mínimo um ponto de tomada para cada 3,5 m, ou fração, de perímetro, sendo que acima da bancada da pia devem ser previstas no mínimo duas tomadas de corrente, no mesmo ponto ou em pontos distintos;
  3. c) em varandas, deve ser previsto pelo menos um ponto de tomada;
  4. d) em salas e dormitórios devem ser previstos pelo menos um ponto de tomada para cada 5 m, ou fração, de perímetro, devendo esses pontos ser espaçados tão uniformemente quanto possível;
Instalação elétrica: exemplo de projeto elétrico

Instalação elétrica: exemplo de projeto elétrico

Veja qual é a simbologia usada na criação de um projeto elétrico:

Instalação elétrica: símbolos usados na planta

Instalação elétrica: símbolos usados na planta

3- Determine tomadas de uso geral e específico (potências)

Após definir os pontos de luz, o profissional vai analisar o VA de cada ambiente e determinar o número de tomadas. Com essa informação, fica definida a potência total de cada cômodo.

As tomadas de uso geral são aquelas usadas para ligar os aparelhos. O ponto de energia do chuveiro é considerado uma tomada de uso específico.

Instalação elétrica: definição das tomadas

Instalação elétrica: definição das tomadas

4- Calcule a potência total

Nessa etapa, o profissional soma as potências de cada cômodo e encontra a potência total das cargas. Essa medida é determinada em Watts.

Com essa informação, é definido o tipo de disjuntor que será usado na instalação elétrica.

5- Crie circuitos elétricos

Um circuito elétrico é uma ligação de elementos, como geradores, condutores, receptores, resistores e interruptores, feita por meio de fios condutores, que formam um caminho fechado que produz uma corrente elétrica.

E por que é necessário ter um circuito em uma instalação elétrica? Cada cômodo tem uma necessidade energética específica, e os circuitos são criados para atender essas especificações.

Um dos erros mais comuns em instalação elétrica é sobrecarregar um mesmo disjuntor com vários circuitos.

Cada circuito precisa ter um disjuntor para funcionar de forma segura e eficiente.

Instalação elétrica: disjuntor sobrecarregado pode causar acidentes

Instalação elétrica: disjuntor sobrecarregado pode causar acidentes

De acordo com a norma NBR 5410, locais com equipamentos de maior potência como cozinhas, banheiros, lavanderias e copas precisam ter um circuito elétrico exclusivo para cada uma.

Confira a potência mínima para alguns aparelhos:

  • torneira elétrica (3000W)
  • chuveiro elétrico (4000W)
  • máquina de lavar louça (2000W)
  • micro-ondas (1500W) e forno elétrico (1500W)

O circuito de iluminação é o mesmo para todos os ambientes.

6- Desenhe o posicionamento dos dutos 

A próxima etapa é definir o posicionamento dos dutos para garantir uma instalação elétrica correta e eficiente.

Os dutos podem ser instalados embutidos no forro ou de forma aparente.

Aliás, a decoração industrial como tubulações elétricas aparentes é uma tendência dos últimos anos.

Instalação elétrica: sala com tubulação elétrica aparente traz visual moderno (projeto: Clarice Semerene)

Instalação elétrica: sala com tubulação elétrica aparente traz visual moderno (projeto: Clarice Semerene)

7- Realize as ligações elétricas

Por fim, chega a hora do profissional eletricista analisar o projeto e iniciar a instalação elétrica residencial.

Além do projeto de elétrica, é importante criar um projeto luminotécnico, que vai oferecer soluções personalizadas de iluminação para o cliente.

E aí, ficou mais fácil de entender como funciona uma instalação elétrica? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais!