Os desafios e polêmicas na construção da maior ponte do mundo!

A maior ponte do mundo, inaugurada recentemente na China, é um dos principais exemplos de como a construção civil está evoluindo cada vez mais.

Essa gigantesca obra mostra que os avanços na tecnologia permitem criar obras cada vez mais ousadas e superar os limites.

Apesar de admirável, esse projeto, que reuniu os melhores profissionais do mundo, foi cercado de polêmicas.

Quer descobrir como foi possível erguer essa grande obra? Neste artigo, vamos contar detalhes do projeto da maior ponte do mundo. Acompanhe!

Conheça outras obras famosas por sua grandiosidade:

Qual é a maior ponte do mundo?

A maior ponte do mundo fica localizada na China. Ela foi inaugurada no dia 23 de outubro de 2018, 9 anos após o início da sua construção.

Foram dois anos de atraso na entrega devido a imprevistos com materiais e falta de mão de obra.

A gigantesca ponte tem 55 km de comprimento, ligando as três principais cidades costeiras do país (Honk Kong, Macau e Zhuhai, na província de Cantão).

Maior ponte do mundo: Presidente chinês, Xi Jinping, na inauguração da obra (Foto Andy Wong/AP)

Maior ponte do mundo: Presidente chinês, Xi Jinping, na inauguração da obra (Foto Andy Wong/AP)

Maior ponte do mundo

Maior ponte do mundo

Maior ponte do mundo: percurso entre cidades

Maior ponte do mundo: percurso entre cidades

São quase 35 quilômetros de seções de pontes e estrada, além de um túnel de 6,7 quilômetros que passa sobre o delta do Rio das Pérolas e as ilhas artificiais, que foram construídas para permitir o trajeto de circulação de mercadorias.

A maior ponte de mundo tem incríveis 6 faixas (3 para cada sentido).

A construção da maior ponte do mundo, incluindo estradas de acesso e ilhas artificiais, custou cerca de US$ 20 bilhões (o equivalente a R$ 73,7 bilhões).

No site oficial da maior ponte do mundo é possível conferir um vídeo com o panorama geral da obra.

Por que a maior ponte do mundo foi construída?

O projeto da maior ponte do mundo faz parte de um programa do governo chamado “Grande Baía”. A ideia é integrar Honk Kong, Macau e outras nove cidades no sul da China, criando uma zona econômica com ênfase em tecnologia.

Um dos objetivos é competir com a área da Baía de São Francisco (Silicon Valley), nos EUA, e a área da Baía de Tóquio, no Japão.

Quais foram os desafios na construção da maior ponte do mundo?

Projetos de ponte marítimas chamam a atenção devido a complexidade da obra, afinal, construir sobre a água traz grandes dificuldades.

E o que dizer então sobre a maior ponte do mundo, construída sobre mais de 50 km de extensão de mar?

Maior ponte do mundo durante a construção

Maior ponte do mundo durante a construção

Para dificultar ainda mais, a região da Baía de Hangzhou é conhecida por períodos de grandes marés. Há até mesmo a visitação de turistas para conferir o espetáculo das águas.

Diante de tantos desafios, foi necessário reunir uma equipe com os melhores profissionais do mundo para analisar o comportamento do mar por meio de testes. Foram necessários mais de 10 anos de estudo para a construção da maior ponte do mundo.

Uma das soluções foi construir a maior ponte do mundo em formato de S. As curvas ajudam a reduzir o impacto das águas no caso do aumento das marés.

Foram utilizadas 400 mil toneladas de aço na construção da maior ponte do mundo, material suficiente para erguer 60 torres Eiffel.

Elas foram revestidas por camadas e camadas de um concreto desenvolvido especialmente para a obra. O material é menos poroso, oferecendo mais resistência à umidade.

Maior ponte do mundo: concreto especial

Maior ponte do mundo: concreto especial

Uma curiosidade é que os responsáveis pela criação desse material especial não revelaram quais foram os componentes usados na mistura.

Todo o complexo da fonte é ligado por três pontes estaiadas, um túnel submarino e duas ilhas artificiais.

Maior ponte do mundo: ilha artificial ligada à ponte

Maior ponte do mundo: ilha artificial ligada à ponte

Quer conhecer outras obras que marcaram a história? Leia também:

A maior ponte do mundo: polêmicas

A construção da maior ponte do mundo causou muitas polêmicas.

A mídia local apelidou a obra de “ponte da morte”, devido ao falecimento de pelo menos 18 trabalhadores durante a construção.

Não podemos esquecer também das centenas de operários que se feriram durante obra.

Outra polêmica envolvendo a maior ponte do mundo diz respeito aos reais benefícios que ela vai trazer para a China.

Especialistas críticos ao projeto afirmam que dificilmente a obra irá recuperar todo o valor investido, já que as restrições para o uso da ponte são grandes. Dessa forma, ela pode ter se tornado um “elefante branco”.

Outro grupo que critica a maior ponte do mundo são os ambientalistas, que afirmam que a construção trouxe impactos negativos irreparáveis para a vida marinha na área.

4 curiosidades sobre a maior ponte do mundo

 

1- Não é para todos

Quem quer atravessar a maior ponte do mundo precisa obter licenças especiais distribuídas por um sistema de cotas. Outra curiosidades é que não há a circulação de transporte público, apenas de ônibus privados. Também não é permitida a circulação de pedestres e nem ciclistas.

2- 40 mil veículos por dia

A maior ponte do mundo atende mais de 60 milhões de pessoas que vivem na região delta do Rio das Pérolas. A estimativa é que cerca de 40 mil veículos circulem diariamente na ponte.

Maior ponte do mundo: passagem pela cidade

Maior ponte do mundo: passagem pela cidade

3- Tufões e terremotos

Além das grandes marés, a região também tem uma forte presença de tufões e até terremotos de magnitude 8. Para evitar acidentes e desabamentos, a maior ponte do mundo foi construída com a capacidade para suportar ventos de até 340 km/h.

4- Ganho de tempo

A expectativa do projeto era de que a duração do percurso entre Zhuhai e Hong Kong fosse reduzida de 4h para 30 minutos, uma das maiores vantagens da obra segundo especialistas.

A maior ponte do mundo é mesmo incrível, não é mesmo? Se você gosta desse tipo de obra, aproveite para conhecer os projetos de um arquiteto especialista no assunto: Santiago Calatrava e a incrível arquitetura do espetáculo.