Proposta Comercial de Arquitetura: Confira as Dicas de João Leão, CMO da Archademy

Você sabe qual é a diferença entre proposta comercial e contrato de arquitetura? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais da área, que muitas vezes cometem erros por não saber qual é o objetivo de cada documento.

Pensando nisso, no post de hoje separamos algumas dicas compartilhadas por João Leão, CMO da Archademy, na live em parceria com a AH!SIM. Se você quer conferir o bate papo completo, é só clicar aqui.

Qual a diferença entre proposta comercial e contrato de arquitetura?

A proposta vem antes da pessoa virar seu cliente. O contrato é um documento que você apresenta após. A proposta comercial tem o objetivo de conduzir a pessoa para uma decisão, para o sim. Ela precisa ser persuasiva, gerar conexão, ser emocional, conquistar… ela tem que gerar uma boa impressão (…)

Já o contrato tem o formato mais jurídico, ele faz o alinhamento das responsabilidades de ambas as partes. Ele é um documento que traz segurança do que o prestador de serviço está oferecendo, e o cliente também tem as suas responsabilidades. É importante lembrar que o contrato tem um papel para os dois lados, tanto para assegurar o arquiteto como para garantir os direitos do cliente. 

Qual a importância de criar uma proposta comercial com a minha identidade?

Uma das perguntas que eu faço quando analiso uma proposta é: você se identifica com a sua proposta? Você olha pra ela e sente orgulho? Por que se você não sente orgulho, já vai estar em um processo de venda sem brilho nos olhos, não vai estar confiante. Isso passa no processo comercial (…)

O fato é que tudo comunica. A forma como você se veste, o seu escritório, onde você está localizado, a forma que você posta nas redes sociais, o que você faz nos stories… tudo isso transmite algo. Você tem que entender o que você quer transmitir na sua proposta também.

O que devo incluir em uma proposta comercial?

Um dos pontos é entender que a proposta comercial não é sobre o seu escritório, e sim sobre os benefícios e a transformação que você vai gerar para o cliente.

As propostas tradicionais trazem “quem sou eu”, “quem somos”, “o que fazemos” e “quanto custa”. É tudo sobre você, é uma proposta bastante egocêntrica. Uma proposta interessante deve ter “como eu te ajudo”, “o que você vai ganhar”, “o que vai acontecer com a sua vida depois que você me contratar”. É você trazer todos os benefícios (…) é olhar para o seu negócio e falar por que ele tem que te escolher, e não o outro escritório.

Gostou das dicas do João Leão?

Se você quer mais dicas do João Leão e de outros arquitetos renomados do mercado, conheça a Formação AH!SIM de Ponta a Ponta, um espaço completo de aprendizagem e mentoria em gestão de obras.

E olha que legal! Quem acompanha o blog da Viva Decora tem um super cupom de desconto –> VIVA_DECORA10OFF

O que tem na formação:

  • curso completo no Método AH!SIM;
  • 1 ano de programação AO VIVO com aulas e mentorias técnicas;
  • KIT de modelos de documentos de gestão para download;
  • podcasts e conteúdos exclusivos.

Bônus especiais – só para os primeiros alunos:

  • encontro presencial no Rooftop da Archademy, no Itaim (São Paulo);
  • mentoria individual (presencial ou remota) com a AH!SIM.

Para mais informações, é só clicar aqui

Comentários

comentários em "Proposta Comercial de Arquitetura: Confira as Dicas de João Leão, CMO da Archademy"