1. Home
  2. Revista
  3. Cozinha
  4. 6 Dicas da Ceusa para Escolher Revestimentos Cerâmicos em Cozinhas

6 Dicas da Ceusa para Escolher Revestimentos Cerâmicos em Cozinhas

A cozinha é o coração de muitos lares, por isso, a funcionalidade e estética precisam seguir juntas. Mas, com tantas opções de revestimentos cerâmicos para cozinhas disponíveis, fazer a escolha certa pode ser uma tarefa complexa. 

Pensando nisso, a Ceusa listou 6 dicas práticas para orientar a seleção de revestimentos cerâmicos para pisos, paredes e bancadas de cozinha. Interessou? Continue a leitura a seguir!

1. Harmonize o ambiente

A harmonização do revestimento com o design global do lar é essencial. Embora pisos e paredes não exijam padrões idênticos, eles devem se integrar de forma equilibrada para criar um ambiente convidativo e coeso.

A Ceusa simplificou essa etapa com o Match Colors, uma ferramenta baseada no círculo cromático, dividida entre cores quentes e frias, que mistura produtos do portfólio da marca para criar combinações surpreendentes.

Revestimentos Cerâmicos em Cozinhas: Match Colors foi inspirado no círculo cromático – Foto: Ceusa 
 ">

O Match Colors oferece um caminho simples e convidativo para ousar nas combinações de revestimentos com confiança, adicionando um toque de estilo e personalidade. Além disso, permite integrar os acessórios em metais Deca, complementando o ambiente.

2. Considere o tamanho e layout dos revestimentos cerâmicos 

O tamanho dos revestimentos cerâmicos desempenha um papel fundamental na percepção do espaço. 

Para cozinhas menores, azulejos maiores criam a ilusão de um ambiente mais amplo, enquanto espaços maiores podem se beneficiar de mosaicos e azulejos decorativos que adicionam detalhes visuais interessantes.

Legenda: Revestimentos Cerâmicos em Cozinhas: coleções Caleidoscópio e Fall, da Ceusa, aplicadas na parede e no chão, respectivamente – Foto: Ceusa

As coleções Caleidoscópio e Fall da Ceusa são um exemplo da combinação harmoniosa que foge dos padrões idênticos, levando formas para o espaço, mas sem deixar de lado o combinar. Ambas são apostas certeiras para a criação de ambientes acolhedores e aconchegantes.

3. Combine cores e tonalidades 

Harmonizar as cores e tonalidades dos revestimentos cerâmicos em cozinhas com o esquema geral do cômodo é fundamental. Para isso, é preciso levar em consideração os armários, bancadas e outros elementos decorativos. 

Lembre-se de que cores neutras oferecem um visual atemporal, enquanto tons vibrantes podem adicionar personalidade e energia ao ambiente. 

4. Avalie as texturas

Além do apelo visual, a textura das cerâmicas também deve ser levada em conta. Escolher a textura correta para áreas molháveis é importante, pois reduz o risco de escorregões e quedas. Essa característica se torna ainda mais relevante em lares com crianças e idosos. 

A textura natural é uma das mais democráticas e indicadas, afinal, não recebe nenhum tipo de polimento, o que permite seu uso em áreas molhadas e externas cobertas, sendo uma opção ideal para a cozinha.

Revestimentos Cerâmicos em Cozinhas: selecionar a textura adequada para locais úmidos minimiza riscos de quedas e deslizamentos – Foto: Ceusa

No projeto acima, a peça PK NAT, da coleção Confete, reveste o piso da cozinha. Seu tom de rosa claro combina facilmente com outras cores. A peça Optico Cement Mix Matte está em parte da bancada, com um tom de cinza claro que traz harmonia e confere textura e beleza ao ambiente. 

5. Confira os critérios técnicos e a durabilidade

Escolher revestimentos cerâmicos duráveis é essencial, especialmente em uma área como a cozinha. 

Optar por cerâmicas de qualidade não apenas garante a resistência a manchas e impactos, mas também abre um leque de possibilidades estéticas, permitindo a escolha entre várias cores, padrões e texturas.

Acompanhe algumas dicas imperdíveis para avaliar a resistência do piso cerâmico a seguir: 

  • confira a resistência ao risco e abrasão: o primeiro se refere a arranhões na superfície e o segundo ao desgaste prematuro;
  • analise o acabamento: cerâmicas com superfície polida podem deixar os riscos aparentes;
  • observe o índice PEI: ele orienta o uso do revestimento conforme o tráfego do local, de PEI-0 para paredes a PEI-5 para trânsito intenso.

Saiba que a alta resistência de um revestimento cerâmico não é sinônimo de qualidade. O que realmente importa é a harmonização correta entre o produto escolhido, local de aplicação e o uso previsto para o espaço. 

Para não errar na escolha, vale a pena buscar a orientação de um profissional especializado, como um arquiteto

6. Conte com a ajuda de um profissional

Revestimentos Cerâmicos em Cozinhas: ajuda profissional garante assentamento correto de cerâmicas e acabamento impecável – Foto: Shutterstock 
 ">

Falando em ajuda profissional, é essencial lembrar que o correto assentamento e junção de cerâmicas e porcelanatos necessitam de habilidades específicas. Por isso, é preciso investir em mão de obra qualificada para garantir um acabamento impecável. 

Para facilitar esse processo, a Ceusa traz diferenciais que ajudam na hora de realizar o assentamento desses produtos. Confira:

  • monocálibre: os revestimentos da Ceusa são padronizados no tamanho, garantindo uniformidade e uma instalação sem espaços;
  • junta seca: se refere ao assentamento de peças sem espaços, formando um painel contínuo. Algumas têm setas que, em paredes, devem apontar para baixo, independentemente da orientação da peça;
  • monotom: a Ceusa assegura que todas as peças tenham a mesma cor, independentemente de quando foram produzidas. 

Ao seguir essas dicas para escolher revestimentos cerâmicos, é possível transformar uma cozinha comum em um espaço funcional e estiloso. Lembre-se, no entanto, de buscar um profissional para o assentamento de azulejos e cerâmicas para garantir qualidade, durabilidade e evitar problemas futuros.

Agora que sabe mais sobre o assunto, aproveite para conhecer a exclusividade dos revestimentos Ceusa na Loja Obra Fácil.

Conheça Viva Decora Shop. As melhores marcas para construir e reformar!

Confira também:

Espelho na Sala: +10 Ideias de Decoração para Sala de Estar e Jantar

Sofá Chaise: Tipos, Dicas para Escolher e +10 Modelos Confortáveis para Conferir

Prateleira para Plantas: +10 Modelos e Dicas Para se Inspirar

Cadeira de Palha: Como Surgiu, Tipos +10 Ideias para Se Inspirar

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz
Minimag - MySQL version: 8.0.36