1. Home
  2. Revista
  3. Construção e Reforma
  4. 5 Dicas Para Especificar Pisos Vinílicos

5 Dicas Para Especificar Pisos Vinílicos

Se você está procurando um revestimento com bom custo-benefício, o piso vinílico pode ser uma excelente opção. Feito de PVC, cargas minerais, plastificantes, pigmentos e aditivos ele apresenta um aspecto emborrachado e um visual bem parecido com os pisos de madeira, por um preço menor.

No mercado, é possível encontrar diversas opções de cores e texturas. Para saber se essa é a melhor opção para o seu cliente ou sua própria casa, a seguir, listei 5 dicas essenciais na hora de especificar vinílicos!

1. Diferentes formatos

O piso vinílico está disponível no mercado no formato de manta, réguas e placas
1. O piso vinílico está disponível no mercado no formato de manta, réguas e placas. Foto – Eucatex / Divulgação
1. O piso vinílico está disponível no mercado no formato de manta, réguas e placas. Foto – Eucatex / Divulgação

O piso vinílico está disponível no mercado no formato de manta, réguas e placas. O tipo mais usado em obras residenciais é o piso vinílico em formato de régua, que permite diversas aplicações e paginações diferentes como a escama de peixe, por exemplo. Se você busca versatilidade em padrões e paginações, este é um excelente formato.

Arrisco dizer que todas as marcas possuem o modelo em régua, por isso, você encontrará mais opções de texturas, amadeirados e estampas. Quanto às dimensões, uma régua convencional possui 18,4 x 95 cm, mas há versões menores e maiores. 

Similar ao modelo em régua, o diferencial do modelo em placa está nas diferentes possibilidades de formato, fugindo um pouco do tradicional retangular. Há marcas que além de placas quadradas, produzem modelos hexagonais, triangulares e trapezoidais. 

O piso vinílico em manta é comercializado em rolo por m², de forma a cobrir o ambiente com menos juntas, facilitando a limpeza e a manutenção. Por conta desta característica, tornou-se um modelo muito aplicado em áreas hospitalares.

Em ambientes residenciais, podem ser uma escolha interessante para ambientes compridos, como corredores, ou que requerem superfícies anti alérgicas, como quartos infantis. Não retém poeira com tanta facilidade, tem baixa porosidade e ainda possui um ótimo isolamento térmico e acústico.

2. Instalação

Os tipos mais comuns de instalação são os vinílicos colados e os clicados
2. Os tipos mais comuns de instalação são os vinílicos colados e os clicados. Foto – Eucafloor / Divulgação
2. Os tipos mais comuns de instalação são os vinílicos colados e os clicados. Foto – Eucafloor / Divulgação

Os tipos mais comuns de instalação são os vinílicos colados e os clicados. Os clicados são uma excelente opção para casas alugadas e obras comerciais, pois a instalação é mais rápida e podem ser removidos com mais facilidade e aplicados em outro lugar. Ele tem de 4 mm a  6 mm de espessura. 

Os colados são mais baratos e mostram mais a irregularidade do contrapiso por serem mais fininhos ( de 2mm a 3 mm de espessura)  Existem mais opções de modelos, cores diferentes e possibilidades de fazer paginações criativas, misturando diversos padrões e tons.

Os modelos em régua e em placa podem ser colados ou clicados. Já a manta só pode ser colada. Sem emendas, graças à selagem, sua instalação é muito simples e prática. Contudo, isso pode vir a ser uma desvantagem em imóveis alugados, caso haja a intenção de retirar o piso e levar consigo para o próximo apartamento.

3. Contrapiso nivelado

A espessura do piso vinílico varia de 2 a 3 mm
3. A espessura do piso vinílico varia de 2 a 3 mm. Foto – Inbianco Photo / Divulgação
3. A espessura do piso vinílico varia de 2 a 3 mm. Foto – Inbianco Photo / Divulgação

A espessura do piso vinílico varia de 2 a 3 mm. Para ter um resultado satisfatório na instalação é importante que o contrapiso esteja nivelado. Caso aplique o piso sem essa regularização, será possível ver as imperfeições e o resultado não será bom!

Por isso, é importante investir em mão de obra especializada e também analisar se não há pisos com espessuras diferentes no mesmo plano. Assim, não ficará nenhum “dente” que possa causar tropeços e acidentes. 

4. Piso sobre piso

Solicite uma vistoria de uma empresa de mão de obra especializada que vai fazer a instalação do produto
4. Solicite uma vistoria de uma empresa de mão de obra especializada que vai fazer a instalação do produto. Foto – Eucafloor / Divulgação
4. Solicite uma vistoria de uma empresa de mão de obra especializada que vai fazer a instalação do produto. Foto – Eucafloor / Divulgação

É possível aplicar o vinílico sobre outro piso existente como porcelanatos e pedras naturais como mármores e granitos. Mas esse piso precisa estar nivelado, sem desplacamento e problemas de infiltrações.

É importante solicitar uma vistoria a uma empresa de mão de obra especializada que vai fazer a instalação do produto. Por serem mais experientes, eles vão conseguir analisar se vai ser possível a aplicação e fazer um orçamento mais adequado para este tipo de serviço.

5. Atenção à umidade

O piso vinílico não é recomendado para a imersão em água
5. O piso vinílico não é recomendado para a imersão em água. Foto – Gizele Rampazzo / Divulgação
5. O piso vinílico não é recomendado para a imersão em água. Foto – Gizele Rampazzo / Divulgação
Viva Decora Profissionais

Se a ideia é aplicar o revestimento em área molhada, eu não recomendo. O piso vinílico não é recomendado para a imersão em água. Apesar de absorver menos água do que um laminado ou piso de madeira natural, uma quantidade exagerada de água pode levar ao descolamento das placas vinílicas ou criação de mofo sob a superfície.

Essas dicas foram criadas por Lilian Santos, à frente do Revestindo a Casa.

Conheça Viva Decora Shop. As melhores marcas para construir e reformar!

Confira também:

Material de Construção: Insumos Que Não Podem Faltar na Sua Obra

Limpeza da Caixa de Gordura: Vantagens, Como Fazer e Cuidados Essenciais

Revestimento em Pedra: Tipos Mais Utilizados + 18 Ideias Para Se Inspirar

Cores para Área Externa: Conheça as Tendências +25 Inspirações

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

wpDiscuz