Ofuscamento: o que é e como projetar a iluminação de acordo com o grau de ofuscamento da luminária no ambiente

ofuscamento-iluminacao

ofuscamento iluminação

Olhando ao nosso redor é muito comum encontrar uma fonte de luz que chega a incomodar os olhos, não é? Esse incômodo ocorre devido a visão direta que temos de desta fonte luz. Esse desconforto visual é conhecido como Ofuscamento.

Sabia que a norma estabelece um grau de uniformidade para cada aplicação? Vamos te ensinar como fazer a correta compatibilização em um projeto de acordo com a uniformidade mínima e média da iluminância.

Antes de começarmos, que tal conferir os conceitos luminotécnicos básicos?

O que é ofuscamento

 

O ofuscamento é uma perturbação visual causada pela presença de um brilho indesejado no campo da visão. Quando uma fonte de luz é refletida sobre alguma superfície ou objeto, pode causar um ofuscamento devido ao seu reflexo (ofuscamento reflexivo).

A luz elétrica em grande intensidade brilha, podendo gerar desconforto visual causado pelo ofuscamento quando em contato direto com o campo visual do observador. Porém vale lembrar que nem todo brilho ofusca e nem toda superfície reflete luz.

Os efeitos do ofuscamento são conhecidos e sentidos por todos em algum momento da vida cotidiana, seja através de um flash, lanterna ou farol. Nos ambientes o ofuscamento se dá de forma menos prejudiciais, porém igualmente desconfortável, podendo ser uma luz direta ou indireta, que reduz por um curto ou longo período como uma performance visual.

Para uma compatibilização correta desse ofuscamento no ambiente, a norma ISO/CIE 8995-1 que substitui e cancela a NBR-5413 e NBR 5382, fornece as informações e uniformidade mínima e média para aplicação correta da iluminância como em locais onde as pessoas possam desempenhar tarefas visuais de maneira mais eficiente, com conforto e segurança.

Quer entender mais sobre iluminação? Inscreva-se já no curso gratuito de Lighting Design:

curso-light-design

Índice de Ofuscamento Unificado – UGR

 

O Índice de Ofuscamento foi criado para determinar um parâmetro de cálculo e controle do desconforto causado pelo ofuscamento.

Relaciona a luminância (cd/m²) do fundo (Lb) , a luminância (cd/m²) no campo de visão do observador (L), o ângulo sólido da parte luminosa de cada luminária junto ao olho do observador (esferorradiano) (ω) e finalmente o índice de posição Guth de cada luminária, individualmente relacionado ao seu deslocamento a partir da linha de visão (p).

Este índice relaciona tanto os fatores do ambiente e suas luminâncias, assim como as fontes de luz. É um índice ideal para ambientes e limitado para áreas externas. Este índice também é utilizado nos parâmetros de diversos softwares de cálculo de iluminação (NBR 8995-1, 2013: 34).

ofuscamento-iluminacao-calculo-e-controle-do-desconforto

Ofuscamento iluminação: cálculo e controle do desconforto

Os padrões do UGR no Brasil são limitados na seguinte escala: 13 – 16 – 19 – 22 – 25 – 28. Onde 13 é o ofuscamento menos perceptível.

ofuscamento-iluminacao-escala-de-padroes-do-ugr

Ofuscamento iluminação: escala de padrões do UGR

Confira também:

Classificação de luminárias em relação ao conforto visual

 

As luminárias podem ser divididas em 3 grupos:

  • A – Uso não prolongado como estacionamentos, corredores, supermercados com pé direito. Luminárias abertos sem controle ótico. Nível de 0 a 100 lux.
  • B – Ambiente de uso prolongado como salas de aula, e escritórios. Nível de 100 a 500 lux. Peças com controle ótico, alumínio alto brilho, vidro jateado e louvre ou grelha plástica
  • C – Aplicações especiais que requerem alta acuidade visual com nível de iluminância acima de 500 lux como salas de desenhos técnicos. Mais aletas, aletas maiores, luminária com menor rendimento, de todo o pacote luminoso produzido na luminária, se aproveita em torno de 60% a 70%. Proporciona elevado conforto visual. Peças de alumínio matizado ou acrílico leitoso ou vidro silkado.

Ficou alguma dúvida? Confira o vídeo:

Ofuscamento

 

O olho humano detecta luminâncias (luz visível) da ordem de um milionésimo de candelas por metro quadrado (cd/m²) até um limite superior de um milhão de cd/m², onde a retina é danificada. O ofuscamento ocorre em luminâncias acima de 25.000 cd/m².

O equipamento para essas medições é o luminancímetro, de alto custo, portanto pouco utilizado pelos profissionais da área de iluminação. Medir a luminância dos ambientes em busca de ofuscamentos é contra produtivo e inviável economicamente.

Normas sobre o ofuscamento

 

A norma brasileira define o ofuscamento como uma sensação visual produzida por áreas brilhantes dentro do campo de visão podendo ser experimentada tanto como ofuscamento desconfortável quanto como um ofuscamento inabilitado. O ofuscamento pode também ser causado por reflexões em superfícies especulares e é normalmente conhecido como reflexões veladoras ou ofuscamento refletido. É importante limitar o ofuscamento aos usuários para prevenir erros, fadiga e acidentes (ABNT NBR 8995-1, 2013:6).

O aumento da idade interfere no olho humano, em especial na capacidade de visão e na sensibilidade ao ofuscamento. Em projetos de iluminação para idosos, recomenda-se aumentar a iluminância para melhorar a acuidade visual dos usuários, porém pode afetar diretamente o risco de ofuscamento, uma vez que uma de suas causas é a forte intensidade luminosa das fontes de luz artificial.

O cuidado com o ofuscamento nos projetos ocorre em sua maioria nas áreas de tarefa, uma vez que são os locais de medição e avaliação exigidos na norma NBR 8995-1 (2013:1). As luminárias, os revestimentos do local de trabalho, a refletância do ambiente, os acabamentos no entorno são todos fatores relevantes que interferem no resultado do ofuscamento.

ofuscamento-iluminacao-ofuscamento-areas-de-tarefas

ofuscamento iluminação: ofuscamento áreas de tarefas

Aplicação no ambiente – Iluminância Mínima/Média

 

A escolha das luminárias deve seguir critérios de controle de efeitos danosos, como por exemplo a utilização de aletas parabólicas, vidros foscos, iluminação indireta, etc.

Os primeiros passos para um melhor controle de ofuscamento é determinar a posição dos olhos do observador no local de tarefa, escolher luminárias com proteções, verificar posicionamento, a intensidade luminosa planejada, os revestimentos do local de tarefa e do entorno que podem interferir diretamente no resultado.

Considerados esses cuidados preliminares, há diversas ferramentas de controle e avaliação do ofuscamento.

A tabela a seguir é a mais indicada para implementação nos projetos de iluminação, em especial nos locais de tarefas, onde o cumprimento à norma é obrigatório. Os padrões da tabela UGRL (Índice de Ofuscamento Global Limite) são exigidos na norma de iluminação brasileira NBR 8995-1 que devem ser comparados ao resultado final do ambiente.

É importante lembrar que cada ambiente tem seu nível de iluminância apropriado e definido pela norma, onde Em(lx) é a iluminância mínima/média, o fluxo luminoso medido em lux (lx).

ofuscamento-iluminacao-tabela-de-iluminancia-minima-media

ofuscamento iluminação: tabela de iluminância mínima/média

Cuidados na hora do projeto

 

O ofuscamento pode ser causado por qualquer fonte de luz, porém os esforços para reduzi-lo devem ser concentrados nas áreas de tarefa e nos locais com desnível de piso (escadas, por exemplo), pois prioriza-se a segurança e o conforto dos usuários.

Alguns cuidados são indicados como evitar materiais especulares em áreas de tarefa, optando pelos foscos, privilegiar a iluminação indireta, que reduz o risco de ofuscamento, aplicar luminárias com anteparos, difusores e aletas (protetores), dentre outros.

Um ambiente iluminado artificialmente, sem qualquer tipo de reflexo, torna-se desinteressante, desconfortável ao olhar humano. Desconsiderar o ofuscamento e o excesso de brilho é o caminho mais rápido para um bom projeto de iluminação, contudo eliminar todo e qualquer ofuscamento pode ser desastroso.

Utilizar a iluminação indireta em todos os pontos ou utilizar apenas em superfícies foscas no entorno e no ambiente da tarefa pode resolver o ofuscamento de forma técnica, porém não significa um ambiente agradável.

Reduzir todos os brilhos e reflexos ao ponto ideal é uma tarefa desafiadora para ser aplicada no ambiente.

Esses são alguns conceitos sobre grau de ofuscamento aplicada ao ambiente. Para saber mais sobre normas e conceitos luminotécnicos conheça o curso de iluminação da ilunato gratuito a distância clicando aqui.

Aproveite e confira como fazer um bom projeto de iluminação para cada ambiente:

Esse conteúdo foi desenvolvido pela Ilunato, loja virtual de iluminação e decoração criada para atender profissionais. Conheça e se surpreenda com o nosso programa de especificadores parceiros.