O Que é Projeto de Interiores? Veja o Que Incluir + Como Cobrar

Projeto de interiores é um conjunto de estudos que tem como objetivo trazer conforto, funcionalidade e beleza para o interior de uma edificação. Ele diz respeito a todos os elementos que compõem um espaço interno como paredes, piso, forro, instalações elétricas e hidráulicas, mobiliário e decoração.

Quem investe em um projeto de interiores busca conseguir um ambiente bonito, mas a importância desse trabalho vai além da estética. Com ele, o usuário consegue ter espaços personalizados que atendem suas necessidades e trazem mais conforto. Além disso, um projeto de interiores valoriza o ambiente e tem um ótimo custo-benefício, afinal as soluções são feitas sob medida para cada cliente.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é um projeto de interiores, não se preocupe! No post de hoje, vamos mostrar quais são as etapas essenciais e como cobrar do jeito certo. Boa leitura!

Quer realizar a reforma dos sonhos com a ajuda dos melhores profissionais? Conheça o Contrate um Arquiteto

O que é projeto de interiores?

Projeto de interiores é um conjunto de estudos que tem como objetivo trazer conforto, funcionalidade e beleza para o interior de uma edificação. Ele diz respeito a todos os elementos que compõem um espaço interno como paredes, piso, forro, instalações elétricas e hidráulicas, mobiliário e decoração.

O que é projeto de interiores iStock

O que é projeto de interiores (foto: iStock)

Assim como um projeto de arquitetura, o projeto de interiores pode ser feito para ambientes residenciais, comerciais, governamentais, entre outros. Trata-se de um trabalho essencial que garante o bom uso dos espaços e proporciona aos usuários ambientes agradáveis.

Agora que você já sabe o que é um projeto de interiores, veja o que não pode faltar no seu.

Veja também: Planta baixa – Veja o passo a passo para criar uma perfeita!

O que deve conter em um projeto de interiores?

 

Layout

O primeiro passo para criar um projeto de design de interiores é mapear a quantidade de ambientes que serão trabalhados, suas medidas e a disposição no imóvel.

É nessa etapa que o profissional precisa criar o programa de necessidades. Trata-se de um documento criado a partir das informações passadas pelos clientes que tem como objetivo registrar quais são as necessidades específicas de cada projeto.

A partir daí, é possível começar a definir a melhor localização e disposição dos móveis e objetos. Vale lembrar que um projeto de interiores deve criar uma setorização que facilite a circulação, garanta a privacidade e otimize o uso dos espaços.

Planta de forro

A planta de forro serve para indicar tudo que deve ser incluído no forro de um ambiente como sancas, tabicas, instalações embutidas, pontos de iluminação, cortineiro de gesso, entre outros elementos.

Ela traz o detalhamento necessário para a execução correta do projeto de interiores. Lembre-se que é importante compatibilizar a planta de forro com a planta luminotécnica para conferir se todas as medidas e posições estão de acordo.

Projeto de interiores: planta de forro (foto: indagacao.com.br)

Projeto de interiores: planta de forro (foto: indagacao.com.br)

Projeto Luminotécnico

Uma boa iluminação valoriza o espaço e influencia diretamente o bem-estar dos moradores, não é mesmo? Por isso, quando falamos sobre projeto de design de interiores, o projeto de iluminação é uma das etapas mais importantes.

Ele mostra todos os pontos de iluminação que precisam ser instalados e ajuda a evitar erros na execução. Se você quer dar um UP no seu projeto de interiores, veja dicas de especialistas para criar a iluminação perfeita: Tipos de Iluminação –  7 Exemplos Que Vão Deixar Seus Projetos Lindos

Planta de piso

Um projeto de design de interiores também traz os tipos de revestimentos que serão usados no piso. É possível escolher cerâmica, porcelanato, laminado, ladrilho hidráulico, assoalho de madeira, entre outros.

Além disso, a planta de piso também determina qual tipo de paginação será usada. Trata-se da maneira como encaixar as peças para se alcançar o resultado de desenho pretendido.

Projeto de interiores planta de piso foto Curso Técnico Design Interiores SENAC SC - Carolina Rosa

Projeto de design de interiores: planta de piso (foto: Curso Técnico Design Interiores SENAC SC – Carolina Rosa)

Projeto de móveis

Os móveis serão planejados ou comprados em lojas especializadas? O cliente tem peças que serão reaproveitadas? Esses são exemplos de perguntas que devem ser feitas nessa etapa do projeto de interiores.

No caso dos móveis executados sob medida, é importante planejá-los de acordo com as necessidades dos clientes para que o ambiente seja confortável e funcional. Considere também os aspectos estéticos, como a paleta de cores do ambiente e o tipo de material que melhor se adapta ao projeto de interiores.

Projeto paisagístico

O projeto de paisagismo pode ser usado como complemento ao projeto de interiores. Incluir vasos e plantas no ambiente torna a decoração mais alegre e contribui para o relaxamento dos moradores.

Projeto de interiores samambaias em estante compõem ambiente (foto: Rua 141 Arquitetura)

Projeto de interiores: samambaias em estante compõem ambiente (foto: Rua 141 Arquitetura)

Cortes e vistas

As elevações dos ambientes são fundamentais para a execução correta do projeto de interiores, por é por meio delas que o profissional consegue ter uma percepção melhor dos ambientes.

Veja o que não pode faltar nessa etapa do projeto de interiores:

  • cotas verticais (importante: não esqueça de cotar a altura dos elementos);
  • indicações escritas, com especificação de revestimentos e mobiliários;
  • disposição dos mobiliários em vista;
  • forro em corte, com especificações e detalhes.

Detalhes gerais

Caso haja a necessidade, você pode incluir mais detalhes no projeto de interiores, como o detalhamento das janelas, escadas ou outros elementos que são considerados importantes para um bom resultado.

Tabelas

O uso das tabelas é importante em um projeto de interiores para organizar quais serão os materiais utilizados, as quantidades e os valores. Você pode criar uma tabela para cada planta ou um orçamento geral, com os custos totais de cada etapa do projeto.

  • veja o que não pode faltar nas tabelas do projeto de interiores:
  • indicações específicas de materiais e mobiliários;
  • quantidades de cada material ou mobiliário;
  • legenda de simbologias;
  • valores médios.

Como cobrar projeto de interiores?

Quando falamos sobre como cobrar projeto de interiores, existem 3 valores de referência mais usados por profissionais. São eles:

  • Tabela de Honorários da CAU;
  • Tabela CUB/m²;
  • Valor por m².

Vale lembrar que cada profissional pode definir sua própria precificação de acordo com outros fatores como a complexidade do projeto de interiores, o prazo de entrega, entre outros.

Como cobrar projeto de interiores (foto: iStock)

Como cobrar projeto de interiores (foto: iStock)

Gostou de aprender mais sobre o que é projeto de interiores? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Comentários

comentários em "O Que é Projeto de Interiores? Veja o Que Incluir + Como Cobrar"