Conheça as possibilidades construtivas dos tijolos através da arquitetura de Solano Benitez

solano-benitez-teleton-arvore

solano benitez: teletón árvore

O paraguaio Solano Benitez nasceu em uma comunidade com graves problemas sociais e econômicos. Isso o fez ser um incansável pesquisador na busca por soluções projetuais mais inteligentes, que fizessem todos terem moradias de alta qualidade, porém num menor custo possível. E com essa claridade visionária, pouco a pouco, ele se tornou referência para a arquitetura latino-americana.

A crise que vivemos hoje é a falta de imaginação

– Solano Benitez em palestra para o TEDx Assunção.

Benitez defende que, para boas ideias, os arquitetos precisam se distanciar um pouco da questão da forma e investir mais na investigação das técnicas de produção. Isso não somente para criar coisas novas, mas para saber o que fazer com o que já existe.

Ele acredita que essa pode ser a ferramenta mais eficaz de construção social. Levando em consideração que a humanidade está crescendo e que os recursos no planeta já não tão abundantes quanto antes.

Quando uma arquitetura triunfa localmente, ela também se torna universal

– Benitez, para o site La Tercera.

Conheça outro arquiteto com preocupações sociais Giancarlo Mazzanti: o papel fundamental da arquitetura na pacificação de favelas colombianas

Com foi a história de vida de Solano Benitez

 

Solano Benitez se formou pela Universidade Nacional de Assunção, em 1963. Passou muito tempo de profissão estudando as possibilidades construtivas dos tijolos, o que acabou se tornando uma marca de suas obras.

Já em 1987, foi a vez dele fundar o escritório ‘Gabinete de Arquitectura’, em parceria com os colegas Alberto Marinoni e Gloria Cabral. E hoje, ele ensina regularmente em escolas de arquitetura do Paraguai.

Ao longo de toda a sua carreira, Benitez recebeu vários prêmios internacionais.

Quer conquistar mais clientes?

ciclo-do-encatamento

Principais prêmios de Solano Benitez:

 

  • Ele foi finalista do Prêmio Mies van der Rohe, em 1999;
  • Recebeu o BSI Architectural Award, em 2008;
  • Foi eleito membro honorário do American Institute of Architects, em 2012;
  • Sua maior conquista foi, certamente, ter ganhado o Golden Lion, na Bienal de Veneza de 2016.
solano-benitez-bienal-de-veneza

solano benitez bienal de veneza

Seu projeto para a cidade italiana tratou-se de um belo arco em alvenaria, exposto na entrada do Pavilhão Central da feira.

A estrutura foi uma singela demonstração de como trabalhadores menos qualificados podem usar técnicas simples para produzir modelos arquitetônicos exuberantes.

solano-benitez-bienal-de-veneza-sombras

solano benitez: bienal de veneza sombras

Essa foi também uma reação contra os possíveis efeitos relacionados ao aumento da migração de pessoas do meio rural para o urbano.

A urbanização exigirá a construção a um ritmo e com a escassez de meios nunca antes vistos na história humana

Se não o fizermos, as pessoas não pararão de chegar às cidades, elas virão de qualquer maneira, mas viverão em condições terríveis. Então, o que podemos fazer?

– Benitez, em reportagem de Dezeen.

Principais características dos projetos de Solano Benitez

 

Diferentemente de muitos profissionais da área, acredito que o olhar do arquiteto não deve se voltar para a história da cultura, mas para a história da técnica (…). Outro ponto importante é a presença do arquiteto no canteiro, (…) processo que pode ser modificado continuamente

– Benitez, em reportagem de Gazeta do Povo.

A arquitetura de Solano Benitez vai muito além de técnicas de construção, ela está ligada ao contexto nacional.

Seus edifícios servem de exemplo, mostrando como é possível reduzir custos, erguer grandes obras e levar a boa arquitetura às comunidades mais carentes, mesmo sem trabalhadores especializados.

Além disso, o profissional sempre demonstra como privilegiar a sustentabilidade na arquitetura e o respeito pelo meio ambiente.

Solano Benitez propõe moradias de alta qualidade, num menor custo possível. Uma arquitetura usada como ferramenta para construção social.

solano-benitez-casa-esmeraldina

solano benitez: casa esmeraldina

O Paraguai possui uma longa tradição na fabricação e uso de tijolos. Esse é um material artesanal, elegante e ao mesmo tempo áspero, o qual Benitez usa – com maestria – para erguer suas engenharias.

Ele entende que, com o uso dessas peças, vem a oportunidade de experimentar configurações espaciais e sistemas de pré-fabricação novos. E também de fazer um comentário político sobre o que ele quer para a sociedade paraguaia.

Outro profissional que utiliza os materiais de sua região é Francis Kére, que desenvolve projetos para pequenas comunidades africanas.

Obras mais importantes de Solano Benitez

 

Dentre as obras mais importantes desenvolvidas pelo arquiteto Solano Benitez, selecionamos as mais expressivas.

Principais obras de Solano Benitez:

 

  • A Casa Esmeraldina;
solano-benitez-casa-esmeraldina-fachada

solano benitez: casa esmeraldina fachada

  • A Casa Las Anitas;
solano-benitez-casa-las-anitas-corredor

solano benitez: casa las anitas corredor

solano-benitez-casa-las-anitas

solano benitez: casa las anitas

  • A Casa Itauguá;
solano-benitez-casa-itaugua

solano benitez: casa itaugua

  • O prédio e campus da Unilever, todos em Assunção.
solano-benitez-campus-unilever

solano benitez: campus unilever

Mas, nada que se compare ao projeto para o Centro de Reabilitação Infantil Teletón.

solano-benitez-teleton

solano benitez: teletón

O Teletón é um centro destinado ao auxílio no tratamento de pessoas com mobilidade limitada. Ele está localizado numa região entre as cidades de Assunção e Lambaré.

Seu complexo foi todo erguido em alvenaria de tijolos. Suas alas são rodeadas por belos jardins e telhados em forma abobadada, construídos com materiais reciclados.

Como foi o plano de Solano Benitez para o túmulo de seu pai: as 4 vigas

 

solano-benitez-tumulo-pai

solano benitez: túmulo pai

Benitez elaborou um projeto especial para ser implantado em sua casa de campo, em Piribebuy. A estrutura quadrada ocupa uma área de nove metros quadrados da propriedade.

Ela é composta de elementos estruturais em concreto armado – as chamadas ‘Quatro Vigas’ – cada um apoiado em uma só viga. Esse espaço até pode funcionar para a integração familiar, mas é, na verdade, a tumba de seu pai.

solano-benitez-tumulo-4-vigas

solano benitez: túmulo 4 vigas

solano-benitez-tumulo-pai-croqui

solano benitez: túmulo pai croqui

Vista da parte externa, a edificação quase some na paisagem, por estar coberta por uma vegetação muito densa. Já, do interior do quadrado, as paredes são completamente revestidas de espelhos.

Isso cria a falsa ilusão que nada mais existe ao redor, a não ser o verde das plantas e o brilho das águas dos dois córregos que rodeiam o ambiente.

(…) é uma viga que (…) se repete quatro vezes. Para o Homem tudo que se repete, perdura. Tudo o que se repete, perdura, é eterno. Tudo o que se repete, perdura, é eterno, portanto, é sagrado

– Benitez, em palestra da FAU da Universidade de São Paulo – trecho republicado pelo site Cosmopista.

Conheça outro arquiteto que dedicou parte de seu trabalho a construção de um atumba: Antoni Gaudí: amor e técnica para fazer arquitetura

Qual seu projeto profissional? Pretende abrir ou já conta com um escritório de arquitetura ou design de interiores? Conheça os cursos online especialmente desenvolvidos para profissionais de arquitetura do Viva Decora PRO Academy e conquiste cada vez mais clientes.