Parquet, taco, laminado e mais: saiba quais são os tipos de piso de madeira e como limpá-los

O revestimento de piso é uma das escolhas mais importantes para quem está construindo ou reformando uma edificação.

Há tempos, a madeira é uma das opções mais queridas dos consumidores. Mesmo sendo um material simples, é bastante nobre – até porque provém da natureza.

Com seu aspecto rústico, remetendo ao estilo “casa de campo”, a madeira tem sido destaque em propostas tanto clássicas quanto modernas. Versátil, combina com quase todos os tipos de decoração.

E é por isso que muitos arquitetos e designers de interiores têm apostado nesse material para enriquecer seus projetos, criando ambientes mais aconchegantes e confortáveis.

Em geral, a madeira pode estar presente em propostas de interiores desde o piso aos móveis, paredes e tetos.

Aliás, falando em piso, é até comum – com tantas opções no mercado – que as pessoas se confundam com os nomes e acabamentos atribuídos aos diferentes tipos dessa cobertura.

E para complicar, ainda existem as imitações.

Então, você saberia dizer como escolher um entre os diferentes tipos de piso de madeira?

tipos-de-piso-de-madeira

Tipos de piso de madeira

Como escolher piso de madeira?

 

Para algumas pessoas, escolher o melhor piso de madeira é uma tarefa fácil. Já para outras, é um desafio. Isso porque é preciso levar em conta uma série de fatores.

Não basta ir a uma loja de materiais de construção ou a uma loja especializada e apontar qualquer um. É necessário levar em conta a qualidade do material, sua possível durabilidade, o orçamento disponível e, obviamente, o estilo que se deseja obter.

Parece simples para você? Não? Confira, logo a seguir, o testemunho de um profissional sobre o assunto. E, na sequência, mais explicações que irão ajudá-lo a comparar os tipos de piso de madeira e tomar uma decisão segura!

Para escolher o melhor tipo e o tamanho é preciso (…) analisar se o produto ficará em todos os ambientes ou em apenas alguns espaços. Preste atenção quanto à questão da circulação de pessoas e se a área que vai receber o piso tem contato diário com água.

A escolha pode ser feita com relação à dureza de cada espécie (…)

O tratamento e secagem adequados da madeira na fabricação eliminam o ataque de animais xilófagos. Porém, depois de instalado, se houver fungos principalmente por causa da umidade, as réguas começam a descolar, as madeiras mais claras ficam escuras e pequenos furos podem ser notados no piso.

– Marcos Ducatti, em reportagem de Casa Claudia.

Tipos de piso de madeira

 

Piso de parquet de madeira

 

Pisos de madeira são comuns em muitos lares brasileiros, principalmente em casas e apartamentos antigos. Em primeiro lugar está o piso de parquet de madeira.

Tratam-se de pequenas peças agrupadas formando desenhos geométricos. Sim, é um revestimento muito bonito, mas que dá bastante trabalho para ser instalado, podendo levar mais tempo do que o desejável.

tipos-de-piso-de-madeira-piso-de-parquet-de-madeira

Tipos de piso de madeira: Piso de parquet de madeira

O trabalho de aplicação das peças sobre o contrapiso é complexo. Os pedaços são colados um ao lado do outro, com uma junta mínima de dilatação entre eles.

Depois de um tempo, é aplicada uma camada de pó de serragem para corrigir pequenas falhas, além de uma de sinteco ou resina à base d’água. O processo é mesmo bem demorado e precisa ser feito com calma para ter um bom resultado.

Piso de taco de madeira

 

Outro piso que segue um padrão semelhante de instalação é o piso de taco de madeira. Ele também é um revestimento versátil, que cai bem com vários tipos de ambientes e suas decorações.

Porém, seu design é ainda mais especial, com várias opções de paginação, ou seja, de posição dos tacos. É exemplo de desenho a chamada “espinha”, a “escama de peixe” e a “ziguezague”.

tipos-de-piso-de-madeira-piso-de-taco

Tipos de piso de madeira: Piso de taco

Esses dois tipos de piso de madeira têm qualidade duradoura – quando bem colocados sobre o chão, claro.

Muita gente tem preconceito contra eles, porque associam sua imagem aos ambientes de residências antigas, com pouca ou nenhuma manutenção. Só que, na verdade, eles podem ser lixados e envernizados várias vezes, adquirindo uma aparência renovada, quase como se fossem novos.

tipos-de-piso-de-madeira-piso-de-taco-2

Tipos de piso de madeira: aplicação de resina em piso de taco

Assoalho de madeira

 

O sonho de muitas famílias abastadas não é o parquet ou o taco, mas o assoalho de madeira. Trata-se de um piso de matéria-prima pura, extraída da natureza, e que não sofreu mudanças em sua estrutura, com exceção de seu formato.

É mais caro, porém tem um lindo efeito rústico, além de ser mais espesso e durável. Só que, em contrapartida, risca mais facilmente e pode gerar ruídos desagradáveis.

tipos-de-piso-de-madeira-assoalho-de-madeira

Tipos de piso de madeira: Assoalho de madeira

Piso de madeira de demolição

 

Numa pegada mais sustentável, a pessoa pode optar pelo piso de madeira de demolição. Ele também é feito de madeira nobre – às vezes até extinta – e com alta durabilidade. Porém, é proveniente de uma demolição predial – por isso o nome.

Suas peças são retiradas do local, limpas, recuperadas e reutilizadas, sem perder qualidade. E quaisquer marcas de pregos e desgastes são até valorizados.

Qual a diferença entre piso laminado e carpete de madeira?

 

Atualmente, o piso mais popular entre os consumidores brasileiros é o piso laminado de madeira – ou “piso flutuante”. Ele é bonito, barato, fácil de instalar e de limpar.

Geralmente, é composto de lâminas finas, regulares e brilhantes, assentadas sobre uma manta termo acústica de polietileno – e não sobre o contrapiso – em um sistema de encaixe tipo “macho e fêmea”. É classificado pela resistência.

tipos-de-piso-de-madeira-piso-laminado-de-madeira

Tipos de piso de madeira: Piso laminado de madeira

tipos-de-piso-de-madeira-piso-laminado-de-madeira-2

Tipos de piso de madeira: piso laminado de madeira

Há pisos laminados de baixa, média e alta resistência à abrasão – quanto maior a classificação, menor o risco de incidentes. Sua base tem excelente densidade, com quatro camadas, sendo que uma delas é de resina ou celulose, o que evita umidade e ruídos.

Eles também dispensam a aplicação de verniz ou cera. Porém, em contato com água ou sol, se deformam e podem ficar escorregadios.

tipos-de-piso-de-madeira-piso-laminado-de-madeira-3

Tipos de piso de madeira: Piso laminado de madeira em sala de estar

tipos-de-piso-de-madeira-piso-laminado-de-madeira-4

Tipos de piso de madeira: piso laminado de madeira

Existe também o piso carpete de madeira. Ele é parecido com o laminado, mas tem suas particularidades.

A diferença é que ele pode ser colado diretamente no contrapiso. Porém é mais fino, apenas com três camadas, e pode reverberar um ruído oco quando alguém caminha sobre ele. Talvez por isso sua qualidade e resistência sejam consideradas inferiores.

Como limpar o piso de madeira?

 

Qualquer tipo de piso de madeira requer um cuidado especial na hora da limpeza. Não se pode varrer, lavar ou passar produtos químicos sobre um chão como esse do mesmo jeito que se faz em revestimentos cerâmicos ou porcelanato, por exemplo.

A água, os alvejantes e até o álcool podem causar danos permanentes às peças. Por isso, é melhor o uso de panos levemente umedecidos com agentes sem amônia.

tipos-de-piso-de-madeira-limpeza

Tipos de piso de madeira: Limpeza

Outra coisa que pode prejudicar a qualidade da madeira é o sol. A incidência direta de raios sobre o piso tende a criar zonas com rachaduras e até descolorações.

Por via das dúvidas, o ideal é manter, em certos horários do dia, as cortinas fechadas. E, além disso, passar uma camada de cera para proteger mais – inclusive de outros danos, como arranhões -, apesar de não ser sempre necessário.

Veja, a seguir, mais dicas de como limpar diferentes tipos de piso de madeira:

  • Como limpar taco e parquet de madeira: use um pano úmido, quase seco, com sabão neutro ou produtos específicos para a conservação do material.
  • Como limpar assoalho de madeira: em pisos envernizados use pano úmido com sabão neutro; em não envernizados passar, posteriormente, depois de seco, uma cera líquida incolor, cera sintética ou natural. O ideal é que seja feito uma vez a cada quinze dias.
  • Como limpar piso de madeira laminado e piso carpete de madeira: use pano úmido também, só que mais torcido ainda, pois o mínimo de umidade já pode fazer as peças incharem; e nunca passe cera, pois isso tende a gerar manchas e deixar a superfície escorregadia.

Ficou claro para você a diferença entre os tipos de piso de madeira?

Veja mais dicas sobre pisos em nosso blog:

Este post foi escrito pela Duratex, a maior produtora de painéis de madeira industrializada do Hemisfério Sul.