Paisagismo Residencial: O Que É, Vantagens e 5 Aplicações Práticas

Paisagismo residencial é a arte de criar, recuperar ou organizar a paisagem natural dentro de casa, proporcionando ou recuperando a beleza dos lares e melhorando a qualidade de vida dos indivíduos que visitam ou moram no local.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, vem com a gente! Nesse post vamos responder diversas dúvidas frequentes relacionadas a técnica de paisagismo residencial. Confira as informações compartilhadas e se inspire em vários projetos!

O que é paisagismo residencial?

Paisagismo residencial é a arte de criar, recuperar ou organizar a paisagem natural dentro de casa, proporcionando ou recuperando a beleza dos lares e melhorando a qualidade de vida dos indivíduos que visitam ou moram no local.

Paisagismo residencial X jardinagem

Como dito anteriormente, o paisagismo residencial tem como principal objetivo planejar e elaborar projetos verdes. Nesse sentido, o profissional responsável tem a missão de levar em conta todos os detalhes do imóvel, bem como, as necessidades e expectativas dos moradores.

Em contrapartida, o profissional de jardinagem será o responsável por dar vida ao que está previsto no projeto de paisagismo, incluindo atividades de cultivo de flores, arbustos e palmeiras para jardim, adubação do solo, poda de diferentes tipos de grama para jardim, rega, entre outras atividades.

As pedras naturais e vegetação natural escolhida formam uma combinação perfeita nesse projeto de paisagismo residencial

1. As pedras naturais e vegetação natural escolhida formam uma combinação perfeita nesse projeto de paisagismo residencial. Fonte: Analu Andrade

Qual a importância do paisagismo residencial?

O paisagismo residencial além de agregar valor na decoração do imóvel também oferece inúmeros benefícios para os moradores e visitantes do local. Confira abaixo algumas das vantagens e importância de paisagismo residencial nos projetos.

6 vantagens de usar o paisagismo residencial nos projetos

  1. Melhora a saúde mental e física: um ambiente mais verde contribui para o bem-estar dos moradores e visitantes do imóvel, já que o contato com a natureza reduz as taxas de stress e ansiedade;
  2. Aumenta o desempenho, a produtividade e a criatividade: o paisagismo residencial principalmente quando criado em locais com home office, auxilia no desempenho e no aumento da produtividade e criatividade das pessoas;
  3. Melhora a qualidade do ar: algumas plantas tem a capacidade de melhorar a qualidade do ar dos ambientes, já que possuem propriedades que reduzem impurezas e substâncias poluentes. A exemplo das plantas: Palmeira-ráfia; Espada de São Jorge e Lírio da Paz;
  4. Excelente isolante térmico e acústico: as plantas do paisagismo residencial trazem mais umidade, equilibrando a temperatura interna dos ambientes, dispensando muitas vezes o uso de ventiladores e ar condicionado, quanto ao isolamento acústico as plantas também tem a capacidade de minimizar os ruídos;
  5. Reduz ações das ilha de calor nas grandes cidades: investir no paisagismo residencial, em arborização urbana e na criação de parques urbanos são ações que melhoram o conforto térmico nas cidades;
  6. Valorização do imóvel: o paisagismo residencial pode valorizar o imóvel em até 20%.
As folhas valorizam o paisagismo residencial

2. As folhas valorizam o paisagismo residencial. Fonte: Lacos Arquitetura

Veja 5 aplicações práticas de como fazer paisagismo residencial

O paisagismo residencial pode ser aplicado em diferentes projetos, desde lofts industriais e apartamentos studio até casas luxuosas e mansões com pé direito duplo. No entanto, para que o projeto de paisagismo residencial exerça sua função com maestria, o mesmo deve ser feito com atenção e planejamento. Dessa forma, separamos abaixo alguns elementos que auxiliam na criação do paisagismo residencial e que certamente irão te ajudar na construção do projeto.

1. Cultive jardim vertical e cerca viva

O jardim vertical e a cerca viva são exemplos práticos de muro verde. Contudo, o uso de cada um vai depender do espaço disponível e disponibilidade de tempo para o cultivo e manutenção. Ambas as estruturas devem contar com um sistema inteligente de rega, bem como, de drenagem, para evitar possíveis infiltrações nas parede internas, muros e fachadas.

Atualmente, existem 6 tipos de jardins verticais que podem fazer parte do seu projeto de paisagismo residencial, sendo eles: jardim vertical natural tradicional, jardim vertical hidropônico (as plantas naturais cultivadas não precisam de terra em sua composição, somente água), jardim vertical preservado, jardim vertical de musgo moss, jardim vertical artificial e jardim vertical artificial UV.

Paisagismo residencial: o jardim vertical traz frescor e bem estar aos moradores

3. Paisagismo residencial: o jardim vertical traz frescor e bem estar aos moradores. Fonte: Henrique Vital

2. Aposte na criação de caminhos, trilhas e recantos

Mais importante do que escolher as plantas, flores, arbustos e palmeiras é definir quais materiais serão usados para compor as trilhas e caminhos que dão acesso aos ambientes e nas transferências entre eles.

Uma dica valiosa é optar pelo uso de pisos ecológicos. Para quem não sabe os pisos ecológicos são revestimentos fabricados com materiais naturais reaproveitados (madeira de demolição, cortiça, fibra de coco…) ou partindo de componentes reciclados (garrafa PET, borracha reciclável…).

Paisagismo residencial: parede com bambu natural e caminho de pedras

4. Paisagismo residencial: parede com bambu natural e caminho de pedras. Fonte: BY Arq&Design

Dentre as diversas opções de pisos ecológicos existentes podemos destacar:

  • Piso ecológico de madeira de demolição;
  • Piso ecológico de borracha (oriundos da reutilização de pneus e até sobras do material usado nos calçados);
  • Piso ecológico de cortiça (feitos a partir de uma casca de árvore que volta a se formar);
  • Piso ecológico de bambu;
  • Pisos drenantes;
  • Lajota ecológica;
  • Piso de garrafa PET reciclada.
Paisagismo residencial: existem diferentes tipos de gramas para jardim

5. Paisagismo residencial: existem diferentes tipos de gramas para jardim. Fonte: Studio Clariça Lima

3. Faça um bom projeto luminotécnico

Projetar uma boa iluminação para jardim garante beleza, segurança e conforto para a área externa. No entanto, para destacar a beleza das plantas e assegurar a locomoção de visitantes e moradores do imóvel é necessário escolher lâmpadas e temperaturas de cor adequadas ao ambiente.

A luminária solar, por exemplo, que funciona por meio de sensores fotovoltaicos acoplados à peça, é uma opção ecologicamente correta, já que funciona de forma independente sem precisar de energia elétrica.

A iluminação e indispensável no paisagismo residencial

6. A iluminação e indispensável no paisagismo residencial. Fonte: Alex Hanazaki

4. Invista em acessórios e móveis externos para jardim

Além da seleção das plantas, dos materiais que irão compor os caminhos e do projeto luminotécnico é fundamental incluir acessórios de descanso para aproveitar melhor toda a sensação de paz e bem-estar que o paisagismo residencial desperta. Gazebos, pergolados, fontes, chafariz, bancos, redes de descanso, mesas e cadeiras são alguns dos acessórios que podem ajudar nesse processo de relaxamento.

Paisagismo residencial: o chafariz no jardim traz um toque especial para o projeto

7. Paisagismo residencial: o chafariz no jardim traz um toque especial para o projeto. Fonte: Juliana Freitas

5. Mescle materiais, cores e texturas

Para criar lindas composições no paisagismo residencial é essencial que você mescle materiais, cores e texturas no espaço. Para isso, esteja atento ao contraste de plantas, formato das folhas, estampa das folhas, altura das plantas. Avalie com cuidado a topografia do terreno e elabore um projeto que valorize o terreno e o imóvel presente.

Como dica procure investir na criação de um jardim sensorial. Isso porque, além de promover o contato com a natureza, o jardim sensorial também estimula a visão, o olfato e a audição, intensificando ainda mais a sensação de tranquilidade e bem-estar.

Paisagismo residencial: mescle cores, materiais e texturas na área externa

8. Paisagismo residencial: mescle cores, materiais e texturas na área externa. Fonte: Morar Mais Por Menos

Quais são as plantas ideais para o paisagismo residencial?

Cada planta apresenta características específicas de cultivo e manutenção, por isso para o paisagismo residencial, principalmente em se tratando de ambientes internos, é fundamental que você defina previamente o local onde as plantas serão cultivadas (avalie a incidência solar, a ventilação…), pois assim será mais fácil escolher as espécies de plantas ideais.

No paisagismo residencial as plantas mais populares e queridinhas pelo público para ambientes internos são: Costela de Adão, Espada de São Jorge, Samambaias, Lírio da Paz, Chifre-de-veado, Dinheiro-em-penca, Asplênio e Planta Jiboia.

Já no paisagismo residencial para área externa, as plantas mais populares são: Cactos, Suculentas, Babosas, Petúnias, Orquídea-grapete, Lambari-roxo, Brilhantina, Clorofito, Amarelinha, além dos diferentes tipos de palmeiras para jardim.

Veja também: Flores de Verão: 30 Espécies Para Colorir Projetos de Paisagismo

Paisagismo residencial: área externa com jardim vertical

9. Paisagismo residencial: área externa com jardim vertical. Fonte: Gilberto Elkis Paisagismo

E aí, gostou do nosso post sobre paisagismo residencial? Sim?! Então, aproveite para se inspirar com mais alguns projetos de paisagismo residencial. Confira nossa galeria de fotos e crie um ambiente dos sonhos!

Confira mais alguns projetos lindos de paisagismo residencial

Paisagismo residencial pergolado de madeira aconchegante com sofá e almofadas estampadas

10. Paisagismo residencial: pergolado de madeira aconchegante com sofá e almofadas estampadas. Fonte: Aline Cobra Design e Arquitetura

Paisagismo residencial: o espelho d´água traz um toque elegante para o projeto

11. Paisagismo residencial: o espelho d´água traz um toque elegante para o projeto. Fonte: Dado Castello Branco

Paisagismo residencial: mobiliário de fibra e jardim vertical

12. Paisagismo residencial: mobiliário de fibra e jardim vertical. Fonte: Debora Roig

Paisagismo residencial: iluminação planejada e mobiliário metálico verde

13. Paisagismo residencial: iluminação planejada e mobiliário metálico verde. Fonte: Cate Poli Paisagismo

Paisagismo residencial: formado na maioria por grama e arbustos

14. Paisagismo residencial: formado na maioria por grama e arbustos. Fonte: Mantovani e Rita

Paisagismo residencial: escolha as plantas ideias para compor o jardim da piscina

15. Paisagismo residencial: escolha as plantas ideias para compor o jardim da piscina. Fonte: CSDA Arquitetura + Decoração

Paisagismo residencial: crie caminhos com pergolado de madeira

16. Paisagismo residencial: crie caminhos com pergolado de madeira. Fonte: Indaiá Carmo

Paisagismo residencial: crie caminhos com pedras e madeira

17. Paisagismo residencial: crie caminhos com pedras e madeira. Fonte: Parquet União

Paisagismo residencial: canteiro com bancos coloridos em formato orgânico

18. Paisagismo residencial: canteiro com bancos coloridos em formato orgânico. Fonte: Studio Clarica Lima

Paisagismo residencial: com muro verde e mobiliário de corda náutica

19. Paisagismo residencial: com muro verde e mobiliário de corda náutica. Fonte: Alalou Paisagismo

Paisagismo residencial: caminho feito com pedras e poste de luz

20. Paisagismo residencial: caminho feito com pedras e poste de luz. Fonte: Daniel Nunes Paisagismo

Paisagismo residencial: banco com estofado verde e almofadas coloridas

21. Paisagismo residencial: banco com estofado verde e almofadas coloridas. Fonte: Cactus Arquitetura

Paisagismo residencial: as bromélias foram cultivadas próxima a piscina

22. Paisagismo residencial: as bromélias foram cultivadas próxima a piscina. Fonte: Alalou Paisagismo

Paisagismo residencial: a grama, os arbustos e as árvores cultivadas no local trazem uma sensação acolhedora

23. Paisagismo residencial: a grama, os arbustos e as árvores cultivadas no local trazem uma sensação acolhedora. Fonte: Alalou Paisagismo

Os famosos cordões de luz completam o projeto do paisagismo residencial

25. Os famosos cordões de luz completam o projeto do paisagismo residencial. Fonte: Studio Clarica Lima

Projeto de paisagismo residencial feito sob medida para a lateral do imóvel

26. Projeto de paisagismo residencial feito sob medida para a lateral do imóvel. Fonte: DT Estudio

Comentários

comentários em "Paisagismo Residencial: O Que É, Vantagens e 5 Aplicações Práticas"