Como montar um projeto de paisagismo incrível e encantar o cliente!

Só quem é paisagista ou se interessa pela área conhece bem os desafios da profissão.

Infelizmente, muitas pessoas acham que trata-se apenas de escolher plantas e vasos, mas vai muito além disso.

São necessários muitos anos de estudo, pesquisa e acompanhamento de novidades e tendências para criar lindos projetos.

Dentro desse grupo de apaixonados pela profissão, existem pessoas que têm dúvida sobre como cobrar um projeto de paisagismo e até mesmo quais são as etapas do processo.

Esse é o seu caso? Não se preocupe, neste artigo, vamos explicar como fazer um projeto de paisagismo e definir um orçamento. Acompanhe!

Conheça o trabalho de grandes paisagistas:

O que é um projeto de paisagismo?

 

Paisagismo é a técnica de projetar, planejar, fazer a gestão e a preservação de espaços livres, sendo eles públicos ou privados, urbanos e não-urbanos.

Essa área é relacionada diretamente com a arquitetura e o urbanismo e tem como objetivo organizar a paisagem.

Existem vários tipos de projetos de paisagismo, que podemos dividir em grupos:

  • Paisagismo residencial
  • Paisagismo em edifícios privados
  • Paisagismo em edifícios públicos
  • Paisagismo em espaços públicos

É muito comum que as pessoas confundam um projeto de paisagismo com jardinagem. Para acabar de vez com essa confusão, vamos explicar rapidamente a diferença.

Na jardinagem, o objetivo principal é a criação de jardins e a distribuição de vegetais e plantas pelo espaço.

Já em um projeto de paisagismo, a preocupação vai além da estética.

O paisagista procura criar espaços funcionais e úteis levando em conta as questões geográficas, hidrográficas, bióticas e humanas.

Mas, afinal, como montar um projeto de paisagismo?

Como montar um projeto de paisagismo: 4 etapas essenciais!

 

1- Análise das necessidades do cliente

 

A primeira etapa do projeto consiste em entender quais são as necessidades do cliente.

Como já citamos no texto, é muito comum que as pessoas confundam paisagismo com jardinagem, o que pode dificultar um pouco a comunicação.

O profissional precisa ter paciência e jogo de cintura para explicar o que o cliente pode esperar do projeto e como ele deve contribuir nesse processo.

Uma dica é pedir referências do que ele gosta e ir explicando com esses exemplos tudo o que pode ser feito ou não.

2- Levantamento do local

 

Como montar um projeto de paisagismo: Levantamento do local

Como montar um projeto de paisagismo: Levantamento do local

Após reunir as necessidades do cliente, é hora de fazer uma análise do local.

Vários fatores devem ser levados em conta, a começar pela quantidade de massas.

Trata-se da presença de volumes, que podem ser naturais, como árvores ou rios, ou edificados, como casas, edifícios, muros, etc.

Nesse momento, o paisagista começa a analisar quais desses elementos poderão ser mantidos no projeto de paisagismo e quais deverão ser retirados.

Outro ponto de destaque é a análise das sombras.

 

Como montar um projeto de paisagismo: sombras

Como montar um projeto de paisagismo: sombras

De acordo com a quantidade de massas e o tamanho delas, o local pode ter mais ou menos sombras,

Fazer esse estudo é importante para a definição do melhor tipo de vegetação para o projeto.

Por exemplo: caso o terreno tenha muitas edificações ou muros, é necessário escolher plantas que não necessitem de muita luz solar.

Além disso, identificar a posição da sombra e do sol ajuda na hora de definir onde serão incluídos os móveis, espaços de lazer e piscinas.

Por isso, todo projeto de paisagismo deve ter a indicação do norte, para que seja possível ver onde está o sol nascente e o sol poente.

Nessa etapa, o paisagista também pode analisar qual será a necessidade de incluir equipamentos de iluminação, irrigação e possíveis adaptações na estrutura do local.

Busca inspiração para seus projetos? Confira nosso Top 10 livros de paisagismo para dar um UP na sua carreira.

3- Anteprojeto

 

No anteprojeto, o paisagista vai reunir todas as informações levantadas até aqui e começar a criação das plantas.

É nesse momento que você vai usar toda a sua criatividade e conhecimento para propor as melhores soluções.

Explore as possibilidades de cores, formas, volumes e composições dos vegetais, sempre respeitando o gosto do cliente.

Como montar um projeto de paisagismo: anteprojeto

Como montar um projeto de paisagismo: anteprojeto

Além de escolher a melhor vegetação, o paisagista também pode sugerir a inclusão de mobiliário ou outros elementos como fontes, pérgolas, redários e cascatas.

Vale destacar que algumas vegetações incluídas no projeto vão crescer ao longo do tempo e ocupar mais espaço no local.

Por isso, o profissional deve trabalhar baseado nessas projeções.

Tudo deve ser reunido em plantas baixas feitas em softwares de paisagismo ou programas de arquitetura, como o AutoCad, RevitSketchUp e Vray.

Como montar um projeto de paisagismo: projeto renderizado no Vray

Como montar um projeto de paisagismo: projeto de paisagismo renderizado no Vray

Após finalizar o anteprojeto, o paisagista explica para o cliente quais foram suas ideias, escolha de vegetação, materiais e outros pontos importantes.

É aí que o contratante pode sugerir as modificações necessárias para que o profissional inicie o projeto executivo.

Além da vegetação natural, existem várias plantas artificiais que podem trazer um ótimo resultado. Ainda tem dúvidas sobre elas? Temos um post especial pra você: Quebre o preconceito com plantas artificiais na decoração! Elas estão mais reais do que você imagina

4 – Projeto Executivo

 

Nessa etapa, o paisagista aprofunda o projeto definindo aspectos mais técnicos.

O tamanho da cova para cada vegetação, a quantidade de adubo e os cuidados com o solo são alguns exemplos do que deve ser definido no projeto executivo.

É aqui também que entra o trabalho de outros profissionais, como Light Designer. É ele o responsável pelo projeto luminotécnico do local.

Como montar um projeto de paisagismo: iluminação

Como montar um projeto de paisagismo: iluminação

Após a finalização do projeto executivo, é hora de começar as intervenções no ambiente.

Como cobrar um projeto de paisagismo?

 

Quando falamos sobre como montar um projeto de paisagismo, sempre surge aquela dúvida: afinal, como cobrar?

Esse assunto é muito polêmico e cada profissional pode ter sua própria forma de trabalho. O mais comum é que se cobre por m², mas essa pode ser uma verdadeira cilada.

Por quê? Imagine a seguinte situação: o cliente quer fazer um jardim de inverno. Mesmo que o espaço seja reduzido, ele pode envolver uma série de intervenções como uma fonte, um painel verde, um espelho d’água, entre outros.

Ou seja: você pode cobrar pouco por um trabalho que vai exigir muito.

Diante desse contexto, a melhor forma de cobrança é por horas trabalhadas.

Esse método funciona bem porque está ligado à complexidade do serviço, o que determina um valor justo para você e o cliente.

Agora que você aprendeu a montar um projeto de paisagismo, que tal conquistar novos clientes? Conheça nosso curso do Viva Decora Pro Academy e dê um UP na sua carreira:

curso ciclo do encantamento