Tecnologia BIM: faça mais projetos, em menos tempo e com mais qualidade usando o Revit

Você deseja fazer mais projetos em menos tempo e com mais qualidade? Com certeza não é mesmo? Por este motivo, iremos explicar o que a tecnologia BIM traz de novidade no desenvolvimento de projetos de arquitetura e como isso pode nos ajudar profissionalmente.

Como arquitetos e designers de interiores temos que estar diariamente atualizados em relação às novas tecnologias que surgem relacionadas a nossa profissão e que nos permitam ser mais eficientes em nossos projetos em todas as suas etapas de desenvolvimento, concepção e execução.

A tecnologia BIM (Building Information Model) está entrando cada vez mais em nossa realidade e de fato é algo a ser pensado hoje como o próximo passo que devemos dar e um dos nomes mais escutados é o software Revit, também da Autodesk, a mesma do conhecido AutoCAD.

O Revit foi desenvolvido com o objetivo de agregar mais valores a modelagem tridimensional do projeto, que fosse além de sua geometria e materialidade, e que permitisse inúmeras outras informações técnicas a respeito de cada elemento construtivo utilizado.

Antes de começarmos, veja nossa análise sobre o Archicad ou Revit e descubra qual o melhor para usar no seu projeto.

O que é o Revit?

 

tecnologia-bim-revit

tecnologia bim: revit

O Revit surgiu no ano 2000, e foi resultado de uma combinação perfeita de desenvolvedores de softwares e arquitetos que através da então Charles River Software que procuravam um software mais dinâmico e preciso para o desenvolvimento de projetos.

Então em 2004, a então já renomeada Revit Technology Corporation foi adquirida pela grande Autodesk, que desde então vem trazendo inúmeras atualizações deste incrível software e fez com que cada vez mais fosse reconhecido entre nós arquitetos e designers de interiores.

A tecnologia BIM que o Revit possui, vem com intenção de facilitar imensamente o desenvolvimento de projetos, pois permite que um único modelo tridimensional contenha todas as informações necessárias para se tirar qualquer desenho que se deseje do projeto.

Através do desenho de uma simples parede em planta por exemplo, já são adicionadas todas as especificações técnicas possíveis como a altura, o material que é utilizado para sua construção, se possui algum tipo de revestimento ou pintura, se possui isolamento térmico ou acústico e até mesmo se é a prova de fogo ou não e diversas outras que você desejar.

Com este software, não existe distinção do desenho 2D (plantas, cortes, elevações…) para o 3D, simplesmente são unidos em uma coisa só e as informações estão contidas em absolutamente todos os elementos construtivos do projeto, permitindo o controle total do projeto de forma segura e prática.

Photoshop também pode trazer vantagens na hora de renderizar o seu projeto. Saiba quais são elas em nosso post.

Como a tecnologia BIM do Revit pode te ajudar?

 

tecnologia-bim-exemplo-de-uso-revit

tecnologia bim: exemplo de uso revit

São inúmeras as qualidades que a tecnologia BIM do Revit proporciona, sendo uma das principais, a possibilidade de se ter o quantitativo e o qualitativo completo de seus projetos. E através destas informações termos um relatório prévio de custos para sua execução.

Desta forma o modelo elaborado no Revit permite um desenvolvimento projetual mais realista e que pode ser facilmente ajustado conforme a necessidade para que se acomode as necessidades do cliente.

Num BIM você terá então todas as tabelas necessárias com seus respectivos custos,  como caixilhos, elétrica, hidráulica e demais projetos complementares que ajudarão em sua apresentação ao cliente.

No Revit, você poderá criar uma metodologia de desenvolvimento projetual multidisciplinar, quando o arquivo é compartilhado e elaborado em diferentes frentes, evitando qualquer tipo de conflito nas diversas etapas que se passam.

Sendo uma das maiores dores de cabeça entre os profissionais, a alteração e revisão dos projetos se torna mais tranquila, sendo que o Revit permite a modificação de elementos construtivos todos de uma só vez, como a alteração da altura de todas as portas ou até mesmo o alargamento de todas as janelas de todo seu projeto.

Um fator diferencial também é sua estreita relação com os softwares da Autodesk, como o AutoCAD e o 3ds Max que permitem uma transição simples caso necessário, como uma renderização ou modelagem de algo mais complexo.

Qual o diferencial do Revit?

 

tecnologia-bim-exemplo-de-uso-casa-revit

tecnologia bim: exemplo de uso casa revit

Sendo um dos softwares mais utilizados hoje no mercado, o Revit veio para ficar, e traz consigo um revolução no desenvolvimento e execução de projetos. Mas o que poucos sabem é que ele também nos ajudará até mesmo quando o projeto estiver finalizado.

Isso significa que a manutenção de uma edificação será extremamente mais precisa, pois o controle de equipamentos, mobiliários e elementos construtivos, em sua plenitude possuem uma vida útil limitada.

Assim, o software irá lhe ajudar a saber exatamente quando você precisará trocar todas as poltronas de um auditório que já estejam começando a se desgastar.

A maior parte dos projetos são feitos para durar muitos anos e, através desta ferramenta, poderemos ter edificações ainda mais eficientes.

E em caso de alteração de uso que necessite uma reforma, por exemplo, saberemos através da tecnologia BIM exatamente o que poderá ou não ser feito.

O Revit trouxe como inovação o conceito de “famílias”, que são como blocos do AutoCAD, mas que possuem inúmeras definições de diferentes parâmetros e se dividem em grupos que designam seus usos construtivos (como portas, janelas, lages, pilares…) e que permitem serem configurados uma única vez e utilizados em qualquer projeto futuro.

Outro diferencial é o controle de equipamentos de uma empresa ou instituição.

No Revit você poderá saber onde cada item se localiza em tempo real, por exemplo em um hospital, onde diversos equipamentos mudam para diferentes salas diariamente.

tecnologia-bim-revit-implantacao

tecnologia bim: revit implantação

Este controle geral da edificação é um grande passo para a arquitetos, engenheiros e designers de interiores, pois surge desde a definição, passando pela concepção e depois pela execução do projeto, além da manutenção, reforma e alteração de uso ao longo da vida útil do projeto.

Podendo então facilitar imensamente o cumprimento de prazos e a otimização dos desenhos, o Revit se adequa a diferentes escalas e necessidades e com isso evitando trabalhos repetitivos e com grande chance de falhas.

Nele uma janela ou uma porta é adicionada uma única vez no arquivo e irá aparecer em todos os outros necessários como uma planta, corte, elevação, perspectiva ou detalhe.

No final, você saberá quantas portas terão em seu projeto, com suas dimensões e especificações técnicas, custos, vida útil, garantia e tudo mais que se precise. E seus desenhos não terão conflitos que resultem em falhas na execução do projeto.

Quer agilizar o seu trabalho? Confira os principais atalhos do Revit:

atalhos-revit-teclado

atalhos do revit no teclado

Usando a Tecnologia BIM na prática

 

tecnologia-bim-revit-na-pratica-3d

tecnologia bim: revit na pratica 3d

Se o seu objetivo, além de ter todos os desenhos técnicos necessários e o modelo 3D, é também  gerar belas imagens realistas, o Revit poderá então ser exportado para o 3ds Max, que servirá como um intermediário para uma melhor renderização.

Nesta etapa, a elaboração de câmeras será configurada e as cenas definidas.

O V-Ray do 3ds Max é de fato o renderizador mais completo no mercado. E suas configurações ampliam o realismo desejado com definição da iluminação e materialidade do projeto. A adição de blocos complexos como móveis e vegetações se torna mais simples, já que a biblioteca 3D é ampla e acessível.

Também a animação de elementos poderá ser adicionada pelo 3ds Max causando uma interatividade incrível ao cliente. Mostrar, por exemplo, etapas de projeto ou especificações técnicas de qualquer elemento construtivo podem se tornar muito mais simples.

tecnologia-bim-revit-na-pratica-vista-3d

tecnologia bim: revit na pratica vista 3d

O resultado é realmente incrível e a metodologia é muito eficiente. Por este motivo, poderemos então nos dedicar ainda mais em questões mais prazerosas que nossa profissão nos permite, principalmente na concepção e desenvolvimento, evitando diversos desenhos repetitivos, desgastantes e extremamente trabalhosos.

tecnologia-bim-revit-na-pratica-vista-terreo

tecnologia bim: revit na pratica vista terreo

Por fim, confira nossa de apps para arquitetos que com certeza vão facilitar e muito a sua vida, assim como o Revit.

Gostou de aprender sobre o Revit? Então vai adorar aprender a modelar seu projeto usando o Sketchup. Conheça o curso Sketchup básico do Viva Decora PRO Academy, voltado para arquitetos e designers que desejam dominar o software mais renomado do mercado.

SketchUP-Basico

Esse post foi escrito por Dimitri Iurassek, formado em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie, pós-graduado pela Escola da Cidade, sócio-proprietário do Laboratório de Ideias e fundador do portal Arquivo Arq.