Frei Otto: o arquiteto que revolucionou a maneira de lidar com estruturas leves

frei-otto-munique

frei otto: munique

Frei Otto foi um arquiteto conhecido por suas inovações em estruturas leves e é considerado uma das principais referências da arquitetura contemporânea. Falecido não há muito tempo, em março de 2015, deixou um importante legado para a arquitetura. Foi vencedor do Prêmio Pritzker – anunciado poucos dias após sua morte -, consagrando-o ainda mais como um arquiteto inovador e reconhecido internacionalmente.

Além de arquiteto, Frei Otto também se destacou em diversas outras áreas.

Principais atividades exercidas por Frei Otto:

 

  • Pesquisador;
  • Ambientalista;
  • Inventor;
  • Engenheiro;
  • Humanista.

Sua metodologia de trabalho se tornou mundialmente conhecida, principalmente por defender a necessidade da experimentação na área arquitetônica, fazendo o uso de materiais variados e sustentáveis.

Conheça mais sobre a vida e a obra de Frei Otto nesta postagem.

Veja também outro arquiteto que faz experimentações com materiais inovadores: Toyo Ito

Biografia de Frei Otto: de prisioneiro a grande nome da arquitetura

 

Filho de escultor, Frei Otto já mostrava sua predileção por construções desde muito cedo, assim como pela elaboração de miniaturas de avião. Nasceu em maio de 1925, na Alemanha, e viu seu sonho de ser arquiteto interrompido após ser convocado para defender seu país na 2ª Guerra Mundial.

Foi participando dessa experiência, que Otto entendeu, de fato, todo o fundamento de seu trabalho: após viver como prisioneiro dos franceses, o arquiteto passou a entender a necessidade de desenvolver refúgios temporários mais baratos.

Como foi a trajetória profissional de Frei Otto

 

No ano de 1948, Frei Otto retomou os estudos de arquitetura e, em 1952, iniciou sua trajetória profissional ao abrir seu escritório próprio.

Com foco em projetos voltados à arquitetura sustentável – e também econômica – a essência de seu trabalho se tornou ainda mais concreta após uma viagem que fez para os Estados Unidos.

Lá, teve a oportunidade de estar em contato com os belíssimos trabalhos de Erich Mendelsohn, Frank Lloyd Wright, Mies van der Rohe, Charles e Ray Eames e Eero Saarinen.

Assim, Frei Otto se inspirou na aplicação de traços de mecânica em seus projetos – algo que já brilhava seus olhos desde criança.

O uso de materiais alternativos na obra de Frei Otto

 

Em muitas entrevistas, Frei Otto sempre destacou a importância do uso de materiais mais acessíveis, ao invés de pensar apenas na parte visual do projeto em si. Para ele, valorizar o que cada lugar possui era imprescindível.

A partir daí, sua carreira deslanchou ano a ano:

 

  • Em 1954, se tornou doutor em estruturas tensionadas, pela Universidade Tecnológica de Berlim;
  • Quatro anos depois, fundou o Instituto para Desenvolvimento de Construção Leve – também em Berlim.
  • Em 1964, fundou o Instituto de Estruturas Leves, na Universidade de Stuttgart, onde lecionou até meados de 91.

Com obras reconhecidas mundialmente pela resistência e leveza, Frei Otto sempre chamou a atenção de renomados arquitetos, como Ralph Gurbrod, com quem desenvolveu, em 1967, o pavilhão na Expo Montreal, da Alemanha Ocidental. No ano de 2000, em parceria com Shigeru Ban, elaborou o pavilhão nipônico para a Hannover Expo.

A experimentação era, sem dúvida, o ponto mais característico do trabalho de Frei Otto. Dessa forma, coberturas estruturais na forma de tendas grandes, sempre aliadas à estruturas com leveza e resistência física, foram desenvolvidas por ele.

O Parque Olímpico de Munique, criado em 1972, é uma de suas obras que mais se destacam nesse sentido.

Quer deslanchar na carreira também?

ciclo-do-encatamento

Como foi sua visita ao Brasil

 

O Brasil foi um dos países privilegiados pela visita do renomado arquiteto alemão.

Em um evento organizado pela FAU USP e pela Escola Politécnica, Frei Otto destacou a importância da nação aproveitar materiais bastante comuns aqui, como ferro, madeira e algodão, para a criação de coberturas leves, as chamadas tensoestruturas que tanto marcaram sua trajetória.

Conheça estes outros profissionais que trabalham com os materiais locais:

Principais obras de Frei Otto:

 

  • 1963: pavilhão desenhado para a International Garden Exhibition (Hamburgo);
frei-otto-international-garden-exhibition

frei otto: international garden exhibition

  • 1967: Pavilhão da Expo 67 (Montréal);
frei-otto-expo-67

frei otto: expo 67

  • 1967 – Institute of Lightweight Structures, na Universidade de Stuttgart (Vaihingen)
frei-otto-institute-of-lightweight-structures

frei otto: institute of lightweight structures

  • De 1970 a 1975: Multihalle em Mannheim;
frei-otto-multihalle

frei otto: multihalle

frei-otto-multihalle-interior

frei otto: multihalle interior

  • 1972: Vila Olímpica de Munique;
frei-otto-vila-olimpica

frei otto: vila olímpica

frei-otto-estadio-olimpico

frei otto: estádio olímpico

  • 1977: guarda-chuvas desenhados para a turnê da banda Pink Floyd (Estados Unidos);
frei-otto-pink-floyd

frei otto: pink floyd

  • De 1979 a 1980: aviário do zoológico de Munique;
frei-otto-aviario-munique

frei otto: aviário munique

  • 1980: Diplomatic Club Heart Tent (Riad);
frei-otto-diplomatic-club-heart-tent

frei otto: diplomatic club heart tent

  • 2000: pavilhão japonês da Expo 2000.
frei-otto-pavilhao-japones-expo-2000

frei otto: pavilhão japonês expo 2000

Frei Otto faleceu em 2015, aos 89 anos, em Stuttgart, exatamente no dia anterior ao anúncio de que seria o vencedor do Prêmio Pritzker daquele ano.

Porém, foi informado alguns dias antes, quando recebeu o júri da premiação e soube da notícia em primeira mão.

Na ocasião, Frei Otto afirmou que nunca batalhou para receber prêmios. Segundo ele:

Minha intenção arquitetônica sempre foi criar novos tipos de edifícios para ajudas as pessoas pobres, especialmente as atingidas por desastres naturais ou catástrofes. Vou usar qualquer tempo que resta para continuar a fazer o que eu faço: ajudar a humanidade. Vocês têm aqui um homem feliz

Mesmo após seu falecimento, sua brilhante carreira segue inspirando milhares de profissionais ao redor do mundo.

Reconhecimento da obra de Frei Otto

 

Considerado o ”Nobel da Arquitetura”, a 40ª edição do Prêmio Pritzker foi única e especial. Pela primeira vez, o prêmio foi concedido postumamente a um profissional da área em congratulação a grande relevância de seu trabalho para o mundo.

Para a banca do Pritzker, o arquiteto foi um dos pioneiros na arquitetura, sempre estudando maneiras de simplificar o dia a dia a das pessoas por meio das construções.

Além do aclamado Prêmio Pritzker, a carreira de Frei Otto foi contemplada por outras distinções:

Premiações recebidas por Frei Otto:

 

  • Medalha Thomas Jefferson de Arquitetura, em 74;
  • Prêmio Wolf de Artes, em 97;
  • Medalha de Ouro do RIBA, em 2005;
  • Praemium Imperiale for Architecture, em 2006.

Conheça mais arquitetos famosos:

Inspirar-se em grandes arquitetos é excelente para sua carreira. Mas você sabe realmente como divulgar seu trabalho? Conheça o Viva Decora PRO Academy, um site especializado em cursos online para arquitetos e designers de interiores empreendedores.