Nem todos são fãs do modernismo! Conheça Robert Venturi, o pai da arquitetura pós-moderna

A arquitetura moderna, sem dúvida, foi um dos movimentos mais importantes do século XX, defendida por grandes nomes como Le CorbusierFrank Lloyd WrightOscar Niemeyer.

Mas ela também teve seus críticos, e o principal deles foi o arquiteto americano Robert Venturi.

Ao questionar a simplicidade e, segundo suas palavras, reducionismo do estilo, ele foi considerado o pai da arquitetura pós-moderna.

Em parceria com sua esposa, Denise Scott Brown, Robert Venturi foi o responsável por projetos que mudaram a paisagem urbana dos EUA.

Além de contribuir com suas obras, ele também teve uma bem-sucedida carreira acadêmica, publicando livros e lecionando em grandes universidades.

Quer conhecer mais sobre a trajetória desse grande arquiteto?

Nesse post, vamos mostrar a história de Robert Venturi, a importância da sua produção acadêmica e alguns de seus projetos. Acompanhe!

Saiba mais sobre outros grandes arquitetos:

  • As curvas de Ruy Ohtake: o arquiteto brasileiro que chamou a atenção do mundo
  • Saiba quem é o criativo Bjarke Ingels, considerado o Steve Jobs da arquitetura
  • Conheça a simplicidade e a atemporalidade do arquiteto Peter Zumthor

Robert Venturi: biografia

 

Robert Venturi

Robert Venturi

O arquiteto Robert Venturi nasceu na Filadélfia, EUA, em 1925. Lá ele se formou em arquitetura na Universidade de Princeton, em 1947.

Na época, o curso era ligado ao departamento de arte e arqueologia, o que fez com que Venturi se apaixonasse pela história da arquitetura.

Após formar-se, seus primeiros projetos foram em parceria com Eero Saarinen, autor da famosa Cadeira Tulipa, e com o emblemático arquiteto Louis Kahn.

Conciliando os primeiros projetos com a carreira acadêmica, ele ganhou uma bolsa de estudos para estudar em Roma, onde passou dois anos.

Ao retornar, abriu seu escritório de arquitetura em parceria com John Rauch.

Na mesma época, Robert Venturi começou a lecionar na Universidade da Pensilvânia. Foi nos corredores da instituição que ele conheceu Denise Scott Brown, com quem se casou em 1967 e deu início a uma das parcerias mais bem-sucedidas da história da arquitetura.

A arquiteta passou a trabalhar com ele em seu escritório e os dois começaram a criar muitos projetos residenciais e institucionais pelos EUA. Entre eles, estão a ampliação dos campis de Harvard, Yale e Princeton.

Robert Venturi e Denise Scott Brown

Robert Venturi e Denise Scott Brown

Em 1989, Rauch deixou o escritório, que então passou a se chamar Venturi, Scott Brown and Associates.

Ele é um dos mais reconhecidos e influentes dos EUA, ganhador de prêmios como o American Institute of Architects.

O casal criou diversos projetos famosos, como o Museu de Arte de Seattle, inaugurado em 1991. No mesmo ano, Robert Venturi recebeu o prêmio Pritzker, mas a comemoração foi ofuscada por uma polêmica.

Denise, que participou ativamente do projeto, não foi indicada ao prêmio. Diante do pedido de Robert para que a esposa também fosse reconhecida, a comissão do Pritzker alegou que a premiação era individual.

A arquiteta, em protesto, não compareceu ao evento. Robert fez questão de reconhecê-la como ganhadora do prêmio em seu discurso de agradecimento.

O arquiteto faleceu no dia 18 de setembro desse ano, vítima de complicações causadas pela doença de Alzheimer. Ele e Denise tiveram um filho, o cineasta James Venturi.

Robert Venturi: Livros

 

Em 1966, Robert Venturi publicou o livro “Complexidade e Contradição em Arquitetura”. Nele, ele fez duras críticas ao movimento moderno citando, entre outras características, seu reducionismo e funcionalismo estreito.

Ele também faz uma provocação parafraseando a famosa frase de Mies van der Rohe, “menos é mais”.

“Menos é chato”

– Robert Venturi

O arquiteto defendia uma arquitetura mais rica, ornamental e detalhada, indo de encontro às ideias minimalistas do modernismo.

Outro livro famoso, dessa vez escrito em parceria com Denise Scott e Steven Izenour, é “Aprendendo com Las Vegas”.

Trata-se de um estudo sobre a paisagem urbana no corredor comercial de Las Vegas, a Strip, e da questão do simbolismo na arquitetura.

Eles destacam que os letreiros luminosos e outdoors são elementos mais marcantes na paisagem do que os próprios edifícios, algo que não é positivo e que deve ser analisado pelos profissionais da área.

Além disso, eles também falam sobre a questão da imagem estar acima do processo de criação e da forma dos edifícios em Las Vegas.

O arquiteto também foi autor dos livros “Iconography and Electronics upon a Generic Architecture : A View from the Drafting Room” (1998) e Architecture as Signs and Systems (2004), esse último, em parceria com Denise Scott Brown.

Projetos de Robert Venturi

 

Robert Venturi, sendo um pesquisador e amante da história da arquitetura, usava muitas referências das obras clássicas em seus trabalhos, como frontões e frisos. Grande parte de seus projetos foi feito em parceria com Denise Scott Brown. Confira alguns deles:

  • Guild House
Robert Venturi: Guild House

Robert Venturi: Guild House

  • Museu de Arte de Seattle
Robert Venturi: Museu de Arte de Seattle

Robert Venturi: Museu de Arte de Seattle

  • Sainsbury Wing
Robert Venturi: Sainsbury Wing (Anexo da Galeria Nacional de Londres)

Robert Venturi: Sainsbury Wing (Anexo da Galeria Nacional de Londres)

  • Quartel dos bombeiros de Dixwell
Robert Venturi: Quartel dos bombeiros de Dixwell

Robert Venturi: Quartel dos bombeiros de Dixwell

  • Allen Memorial Art Museum
Robert Venturi: Allen Memorial Art Museum

Robert Venturi: Allen Memorial Art Museum

  • Franklin Court
Robert Venturi: Franklin Court

Robert Venturi: Franklin Court

  • Children’s Museum of Houston
Robert Venturi: Children's Museum of Houston

Robert Venturi: Children’s Museum of Houston

Vanna Venturi House

 

Além dos projetos feitos no escritório em parceria com sua esposa, ele também se destacou por alguns trabalhos individuais. Um deles é a Vanna Venturi House, construída para sua mãe.

Uma das características mais marcantes da casa é o seu telhado. Ao invés da duas águas se encontrarem e formarem um pico, o que é o comum nesse tipo de construção, elas têm uma fenda no meio.

Outro destaque é a divertida chaminé assimétrica.

O projeto ganhou o prêmio AIA Twenty-Five Year e foi considerado uma obra prima da arquitetura americana moderna.

Robert Venturi; Vana Venturi House

Robert Venturi; Vana Venturi House

Robert Venturi: Vana Venturi House (interior)

Robert Venturi: Vana Venturi House (interior)

Brant House Greenwich

 

Outro projeto de Robert Venturi muito conhecido pelos americanos é a Brant House Greenwich, construída para Peter Brant – um famoso empresário no país.

Robert Venturi: Brant House Greenwich

Robert Venturi: Brant House Greenwich

A evolução na arquitetura só é possível quando surgem questionamentos sobre o modo como ela é feita em cada período da história. Graças as reflexões de Robert Venturi, foi possível explorar e admirar outras possibilidade na construção dos espaços urbanos.

Richard Neutra surpreendeu a todos com suas obras, não é mesmo? Você também pode encantar seu cliente com um projeto incrível! Receba nosso material e confira dicas que vão dar um UP na sua carreira: